As 30 melhores séries de comédia no streaming

Melhores séries de comédia
Listamos para você as 30 melhores séries de comédia disponíveis nos serviços de streaming da Netflix, Amazon, Globo Play, Disney Plus e HBO Max.

Se você está querendo garantir boas risadas e um pouco de escapismo do dia a dia pra lá de estressante, aproveite nossa lista de melhores séries de comédia disponíveis em serviços de streaming. Então, aproveite a lista e deixe nos comentários se ainda assim esquecemos algum título.

Os Simpsons (Disney+)

Com 32 temporadas, Os Simpsons parece ser o melhor retrato e representação de como pensa e se comporta o chamado “americano médio”. Homer, Marge, Lisa, Bart e Meggie são tão familiares do imaginário da cultura pop como se fossem de nossa própria família. Todo este universo de Springfield e seus personagens amarelos de quatro dedos saíram da mente de Matt Groening, também criador de Futurama e Disenchantment. Mesmos com altos e baixos de tantos anos no ar, a série já foi confirmada até sua 34ª temporada.

Family Guy (Amazon Prime Video)

Criada por Seth MacFarlene, Family Guy sempre foi comparada com Simpsons por ser uma série animada de comédia focada em uma família desajustada. Mas as comparações param por aí, visto que o humor desta série é muito mais controverso do que a de Matt Groening, além de já terem rolado crossovers entre as duas, com os Griffins visitando Springfield. Em Family Guy, o casal Peter Griffin e Louis criam seus filhos adolescentes Chris e Meg, além do genial bebê Stewie e seu cachorro, Brian. A série foi renovada para uma 21ª temporada, a ser exibida em 2022, sendo que a vigésima temporada estreia em agosto deste ano.

Rick & Morty (Netflix e HBO Max)

Uma maneira muito simplista de descrever Rick & Morty para quem nunca assistiu a série, seria dizer que seus protagonistas são uma versão desvirtuada e politicamente incorreta de Doc Brown e Marty McFly, personagens da clássica trilogia de ficção científica De Volta Para o Futuro. Criada por Dan Harmon e Justin Roiland, a quinta temporada acabou de estrear e todos desejam um futuro longevo para esta série, que já é um ícone da cultura pop. A trama acompanha o cientista alcoólatra Rick e seu neto Morty, intercalando as viagens entre dimensões com a vida de uma família completamente desajustada que vive no subúrbio de Seattle, nos EUA.

Big Mouth (Netflix)

Big Mouth é uma animação de comédia produzida pela Netflix, com seus personagens na pré-adolescência, sofrendo todas as dúvidas e horrores da puberdade. Para mostrar estes anseios, os jovens protagonistas enxergam, a depender de seu gênero, um monstro ou monstra que represente os hormônios em ebulição.

A série ajuda a debater temas como machismo e orientação sexual, mas seu criador Andrew Goldberg já precisou pedir desculpas por conta de um episódio em que ele se referiu à comunidade bissexual e panssexual de maneira estereotipada e ofensiva. De qualquer maneira, a série se torna mais bem sucedida a cada temporada e já foi confirmado que será produzida até a sexta temporada.

South Park (indisponível no Brasil)

Criada em 1997 e já em 24ª temporada, a fictícia cidade que dá nome à série foi inspirada na infância de seus criadores Matt Stone e Trey Parker em Littleton no Colorado. Os personagens de Kyle e Stan seriam inclusive uma versão deles mesmos, com Eric e Kenny completando o quarteto de personagens centrais.

Todo Mundo Odeia o Chris (Globo Play e Amazon Prime Video)

Baseado na infância do comediante norte-americano Chris Rock, Todo Mundo Odeia o Chris é tão popular aqui no Brasil que até hoje a conta do Instagram de Tyler James Willians, que viveu o protagonista na série, é invadida por comentários de brasileiros com falas do personagem na série. Terry Crews como seu pai, Julius, e Tichina Arnold como a mãe, Rochelle, também se destacavam nesta hilariante sitcom, que teve 4 temporadas exibidas entre 2005 e 2009.

Um Maluco no Pedaço (HBO Max)

Um Maluco no Pedaço lançou Will Smith ao estrelato com suas 6 temporadas exibidas entre 1990 e 1996. O tema central da série são as relações familiares e o lidar com as diferenças sociais, visto que o personagem de Will sai da periferia da Filadélfia para viver em uma mansão com seus tios, Philip Banks (James Avery) e Vivian Banks (Janet Hubert / Daphne Reid), e os primos, Carlton (Alfonso Ribeiro), Hilary (Karyn Parsons) e Ashley (Tatyana Ali) no luxuoso bairro de Bel-Air, em Los Angeles.

The Big Bang Theory (Globo Play e HBO Max)

Com um total de 12 temporadas distribuídas entre 2006 e 2019, alguns colocam The Big Bang Theory como uma das responsáveis por levar a cultura nerd/geek para o grande público. Tudo começa quando a garçonete Penny (Kaley Cuoco) se torna vizinha de porta dos físicos Sheldon Cooper (Jim Parsons) e Leonard Hofstadter (Johnny Galecki) que trabalham no Instituto de Tecnologia da Califórnia, em Pasadena.

Seus amigos Howard Wolowitz (Simon Helberg) e Raj Koothrappali (Kunal Nayyar) completam os personagens que orbitam a sitcom. De todos os protagonistas de The Big Bang Theory, Sheldon Cooper se sobressaiu tanto sobre seus pares que ganhou uma série derivada focada em sua infância, chamada Young Sheldon, que já tem 4 temporadas.

Community (Netflix)

O pontapé inicial da série se dá quando o protagonista Jeff Winger (Joel McHale) precisa voltar para a faculdade ao descobrirem que seu diploma de advogado é falsificado. Ele decide se matricular em uma faculdade comunitária, que seria o equivalente às universidades públicas aqui do Brasil.

Após as inusitadas aulas do Senõr Ben Chang (Ken Jeong – que depois se destacou na franquia Se Beber Não Case), Jeff decide montar um grupo de estudos de espanhol, então o restante dos protagonistas se juntam: o estudante de cinema Abed Nadir (Danny Pudi), o ex-jogador de futebol americano Troy Barnes (Donald Glover), o divorciado por 7 vezes Pierce Hawthorne (Chevy Chase), a desajustada Britta Perry (Gillan Jacobs), a nerd Annie Edison (Alison Brie) e a dona de casa recém divorciada Shirley Bennett (Yvette Nicole Brown).

Parks and Recreation (Amazon Prime Video)

Antes de estrelar o reboot da franquia Jurassic Park e integrar os Guardiões da Galáxia como Star Lord, Chris Pratt viveu o atrapalhado Andy Dwyer nas 7 temporadas de Parks & Recreation, além de dar sua cara para o meme mais conhecido da série. Leslie Knope (Amy Poehler, Nick Offerman (Ron Swanson) e Tom Haverford (Aziz Ansari) completam o elenco da série, que foi gravada ao estilo de mockumentary (falso documentário). Na trama ambientada no interior de uma cidadezinha em Indiana, a burocrata Leslie quer transformar um canteiro de obras abandonado em um parque comunitário, mas acaba esbarrando nos vizinhos da localidade.

Brooklyn Nine-Nine (Netflix)

Satirizando as séries policiais em que cada episódio um crime é desvendado, a série é focada no 99º departamento de polícia de Nova Iorque, no Brooklyn, e seus funcionários, tendo como protagonista o detetive Jake Peralta (Andy Samberg). Jake é apaixonado por sua parceira, Amy Santiago (Melissa Fumero).

Os outros personagens de destaque da delegacia são Charles Boyle (Joe Lo Truglio), que faz dupla com Rosa Diaz (Stephanie Beatriz), os veteranos Michael Hitchcock (Dirk Block) e Norm Scully (Joel Miller). Fechando o elenco está o hilário Terry Crews como o sargento Terry Jeffords, que chefia os agentes. É possível assistir até a sétima temporada na Netflix, mas a oitava temporada de Brooklyn Nine-Nine já está confirmada para estrear ainda este ano.

The Office (Amazon Prime Video)

Apesar de primeiro ter surgido uma versão britânica, foi a versão americana de The Office que impactou tanto ao ponto de até hoje termos tantos memes com os seus personagens da série espalhados pela internet. Responsável por lançar o comediante Steve Carell, ela também tem em seu elenco nomes como John Krasinski, Jenna Fischer, Rainn Wilson e Leslie David Baker.

A série é gravada no estilo mockumentary (falso documentário), mostrando o dia a dia da fictícia Dunder Mifflin Paper Company, no caso, o escritório localizado na cidade de Scranton (Pensilvânia), e o cotidiano de seus empregados. No fim das contas, The Office é uma grande crítica ao corporativismo do sistema capitalista, principalmente no que tange às questões burocráticas e hierárquicas que envolvem as grandes empresas, além de satirizar os termos utilizados por marqueteiros e empresários do ramo.

Modern Family (Globoplay e Netflix)

Depois de 11 temporadas, Modern Family finalizou sua história em 2020 e está, portanto, ainda muito fresca na memória do público. Ambientada na mesma vizinhança em Los Angeles, Califórnia, a série mostra as agruras de 3 famílias com núcleos formados de maneira bem distinta, o que justamente dá sabor e destaque para a série.

O casal gay Mitchell Pritchett (Jesse Tyler Ferguson) e Cameron Tucker (Eric Stonestreet), que adotou uma bebezinha; o aposentado Jay Pritchett (Ed O’Neill), que está em seu segundo casamento, com a bela Gloria Delgado-Pritchett (Sofía Vergara), e seus filhos Joe (Jeremy Maguire) e Manny (Manny Delgado). Completando o trio de famílias protagonistas, estão os apaixonados Phil Dunphy (Ty Burrell) e Claire Dunphy (Julie Bowen) e seus três filhos, Luke (Nolan Gould), Haley (Sarah Hyland) e Alex (Ariel Winter).

Two and a Half Men (HBO Max e Amazon Prime Video)

Two and a Half Men figura não apenas nas listas de séries de comédia, mas poderia também entrar em qualquer lista de séries com as maiores tretas de bastidores. E todas elas giram em torno do polêmico ator Charlie Sheen, que interpreta o protagonista Charlie Harper, que seria um alter-ego do ator, conhecido pelo seu vício em drogas e bebidas e por conta das características hedonistas do personagem.

Sua vida vira de cabeça para baixo quando seu irmão Alan (Jon Cryer) e seu filho Jake (Angus T. Jones) passam a morar com ele. As confusões que resultaram na saída de Sheen na oitava temporada começaram quando o ator fez as gravações atrasarem por estar em rehab, tratando de seu vício. Não sendo o bastante, a gota d’água para sua expulsão foi quando Sheen, em diversas entrevistas, atacou diretamente o criador da série, Chuck Lorre.

A questão é que já havia um contrato de mais 4 temporadas com a produtora do programa, a emissora norte-americana CBS. A solução foi então matar o personagem Charlie Harper e colocar um “tapa-buraco” no lugar, função que coube a Walden Schmidt (Ashton Kutcher).

Friends (HBO Max)

Exibida entre 1994 e 2004 e com 10 temporadas no total, Friends é considerado um marco entre as sitcoms, influenciando o segmento nos anos 90 e início dos anos 2000, além de ter sido um marco na carreira do sexteto de protagonistas. Rachel (Jennifer Aniston), Monica (Courtney Cox), Phoebe (Lisa Kudrow), Joey (Matt LeBlanc), Chandler (Matthew Perry) e Ross (David Schwimmer) intercalam as histórias entre seus apartamentos, seus empregos e o café Central Perk, em tramas que transpassam sua vida pessoal e amizade.

Para tentar compreender o marco que foi esta série, o HBO Max reuniu o elenco em um especial, além de trazer diversos convidados como Lady Gaga, Reese Whiterspoon, Cindy Crawford, Justin Bieber e muitos outros.

How I Met Your Mother (Amazon Prime Video)

Depois de 9 temporadas e um polêmico final, How I Met Your Mother está sempre presente em qualquer lista de séries de comédia, além de ter uma fanbase fervorosa pronta para defender a trama com unhas e dentes. Como o próprio título da série entrega, o protagonista Ted Mosby (Josh Radnor) conta para seus filhos, através de diversos flashbacks, todas as suas desventuras amorosas até (finalmente) conhecer a mãe deles.

Também estão presentes nestas histórias seus amigos de longa data, o casal Lily Aldrin (Alyson Hannigan) e Marshall Eriksen (Jason Segel), o mulherengo Barney Stinson (Neil Patrick Harris) e a “ex que se tornou amiga” Robin Scherbatsky (Cobie Smulders).

Love (Netflix)

Mickey Dobbs (Gillian Jacobs) e Gus Cruikshank (Paul Rust) formam o casal protagonista desta série de 3 temporadas, já encerrada. Tudo começa quando Gus termina o relacionamento com uma namorada que vivia o traindo e ele recomeça sua vida se mudando para um novo condomínio, onde vivem diversos outros estudantes universitários. É lá que ele conhece Mickey, uma radialista que também encerrou um relacionamento recentemente. Love se vende como uma série que apresenta uma visão realista de um relacionamento amoroso, tanto feminina quanto masculina, por meio dos personagens de Gus e Mickey.

Schitt’s Creek (Amazon Prime Video)

Esta série conferiu um Globo de Ouro de melhor atriz de comédia em séries para Catherine O´Hara (a eterna mãe de Kevin McCallister em Esqueceram de Mim), mas ela é apenas uma entre todo um elenco super afiado nesta trama, onde Eugene Levy é Johnny Rose, um ex-magnata de uma rede de videolocadoras na trama onde toda sua família falida precisa se acostumar com um novo estilo de vida.

A produção canadense Schitt´s Creek se encerrou após 6 temporadas pois, de acordo com o diretor e criador Dan Levy, a principal razão é que ele nunca quis que a série ficasse obsoleta, além da responsabilidade de deixar um legado. “Eu gostaria que esse show tivesse 100 temporadas, mas é qualidade acima de quantidade” , afirmou em entrevista à Variety.

Fleabag (Amazon Prime Video)

Série premiada pelo Globo de Ouro e o Emmy, ela tem sua trama adaptada de uma peça de teatro e é centrada na personagem de Fleabag (Phoebe Waller-Bridge), que dá nome à trama. A personagem título acaba de viver uma tragédia pessoal, mas com muita acidez tenta lidar com a situação tocando a vida e o cotidiano na capital londrina.

Outro destaque é Olivia Colman – interessante vermos a versatilidade da atriz britânica na comédia depois das temporadas dramáticas em The Crown, onde ela deu vida à rainha Elizabeth II. Apesar do desejo de alguns fãs, não haverá uma terceira temporada da série. Phoebe Waller-Bridge, que além de estrelar é a showrunner de Fleabag, deu declarações de que definitivamente encerrou seu ciclo com a personagem, não vê qualquer nova história a ser contada para ela, além da segunda temporada ter um final definitivo, mesmo que agridoce.

Trailer Park Boys (Netflix)

Trailer Park Boys tem um esquema parecido com The Office, no qual um falso documentário é gravado no ambiente dos personagens. Neste caso o local escolhido é a periferia canadense, os chamados trailers parks, onde quem não tem condições de comprar ou alugar uma residência fixa acaba estacionando seu trailer nestes terrenos, que são administrados aos moldes de um condomínio, com direito a síndico para controlar a bagunça.

A série se passa na comunidade de Summerville (Dartmouth – Nova Scotia) e é focada no trio de amigos Julian (John Paul Tremblay), Rick (Robb Wells) e Bubbles (Mike Smith) e suas atividades, na maioria das vezes ilícitas, para ganhar a vida. A série se tornou um clássico cult, com convidados especiais ao longo das temporadas, como o guitarrista da banda canadense Rush, Alex Lifeson, e o rapper norte-americano Snoop Dogg.

Uma curiosidade é que Trailer Park Boys foi um dos primeiros trabalhos do ator canadense Elliot Page antes de ser indicado ao Oscar por Juno, e que hoje integra o elenco de Umbrella Academy, além de muitos outros trabalhos, como por exemplo, na franquia X-Men.

Monty Python´s Flying Circus (Netflix)

Indicação mais antiga da nossa lista, exibida entre 1969 e 1974 na emissora britânica BBC, Flying Circus, do grupo de humor inglês Monty Python, influenciou gerações de comediantes.

O seu esquema de interligar diversos esquetes em um único show influenciou, por exemplo, o programa de humor americano Saturday Night Live, que começou a ser exibido em 1975 e está no ar até hoje. Aqui no Brasil, basta pensar em programas como os já extintos Os Trapalhões, Casseta & Planeta Urgente ou Zorra Total.

Os responsáveis pelo humor nonsense de Monty Python são o sexteto de atores e roteiristas Graham Chapman, Terry Jones, John Cleese, Eric Idle, Terry Gilliam e Michael Palin. Muitos dos esquetes que compõem as 4 temporadas do programa são clássicos do humor e referências até hoje. Para se ter ideia da influência de Monty Python na cultura pop ocidental, o termo spam como o utilizamos hoje, a publicidade indesejada que recebemos por email, tem origem em uma das esquetes mais conhecidas do programa.

Seinfeld (indisponível no Brasil)

As 30 melhores séries de comédia no streaming. Listamos para você as 30 melhores séries de comédia disponíveis nos serviços de streaming da netflix, amazon, globo play, disney plus e hbo max.
Série que foi um marco de audiência nos anos 90 foi criada pelo comediante Jerry Seinfeld

Como 9 temporadas de “uma série sobre nada” pode ser tão influente para o gênero de sitcoms como Seinfeld? Talvez por justamente se atrelar a situações mundanas e atemporais para quem vive em uma metrópole como Nova York, além das eternas discussões sobre relacionamentos amorosos, dificuldades no trabalho com a amizade entre os personagens interligando tudo.

The Orville (indisponível no Brasil)

Em The Orville o criador de Family Guy, Seth MacFarlane, deixa aflorar seu lado nerd com esta série que é uma sátira e homenagem direta à Star Trek. Ambientada em 400 anos no futuro, Seth interpreta o Capitão Ed Mercer da nave intergalática Orville. A série já possui duas temporadas, com a terceira em produção.

Sex & The City (HBO Max)

As 30 melhores séries de comédia no streaming. Listamos para você as 30 melhores séries de comédia disponíveis nos serviços de streaming da netflix, amazon, globo play, disney plus e hbo max.
Série foi revolucionária ao mostrar mulheres falando abertamente sobre sexo

Baseado em um livro de Candace Bushnell, Sex & the City surgiu quebrando paradigmas e tabus ao colocar o quarteto central de personagens Carrie (Sarah Jessica Parker), Samantha (Kim Cattral), Charlotte (Kristin Davis) e Miranda (Cynthia Nixon) como mulheres solteiras, sem relacionamento fixo, independentes, sustentadas por suas próprias carreiras e que falavam abertamente sobre sexo em horário nobre. Tudo que elas vestiam, e até bebiam como foi o caso do drink Cosmopolitan, virou moda na época. A série já ganhou dois filmes e terá agora um reboot, porém sem a presença de Kim Cattral como Samantha.

Will & Grace (Amazon Prime Video)

Com 11 temporadas, sendo a última exibida recentemente em 2020, Will & Grace é centrada em dois amigos que dividem um apartamento em Nova Iorque, a estilista Grace (Debra Messing) e o advogado Will (Eric McCormack). Ainda convivem pelas histórias Jack (Sean Hayes) e Karen (Megan Mullally).

VEEP (HBO Max)

Julia Louis-Dreyfus vive Seline Meyer, vice presidente dos EUA. A atriz se deu tão bem no papel ao longo das sete temporadas da série que por seis vezes ela foi agraciada pelo Emmy por conta de sua atuação.

Hacks (HBO Max)

The Nanny (Claro Vídeos)

As 30 melhores séries de comédia no streaming. Listamos para você as 30 melhores séries de comédia disponíveis nos serviços de streaming da netflix, amazon, globo play, disney plus e hbo max.
Fran Drescher e Charles Shaughnessy vivem Fran e Maxwell, o casal central de The Nanny

Com uma trama que lembra o clássico Noviça Rebelde, Fran é a babá de três crianças de um rico viúvo inglês que acaba se apaixonando pelo patrão. Ao longo das 6 temporadas, todas ambientadas nos anos 90, é possível acompanhar a evolução da personagem de Fran através de seu marcante e brega figurino.

The Good Place (Netflix)

E se o paraíso não fosse afinal um lugar assim tão perfeito e idílico. Neste seriado sobre a vida após a morte, quatro personagens se encontram neste purgatório disfarçado de céu onde nem tudo é o que parece.

The Marvelous Mrs. Maisel (Amazon Prime Video)

Uma dona de casa em pleno tradicionalismo dos anos 50 descobre seu talento para o stand-up comedy. Ela começa então sua jornada pela indústria do entretenimento até conseguir seu lugar no conceituado programada Tonight Show.

Essa foi a lista de melhores séries de comédia no streaming. Confira também as melhores séries de drama adolescente.

Veja mais

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário