Bitcoin no mercado livre

Mercado Livre facilitará compra e venda de criptomoedas

Avatar of victor pacheco
Empresa vai permitir que clientes comprem, vendam e guardem criptomoedas como o Bitcoin em carteira digital

Pegando todos de surpresa logo no começo da semana, hoje foi anunciado que em breve teremos Bitcoin no Mercado Livre. A ideia parece um pouco futurista, mas o grande marketplace — essa possibilidade. Em maio deste ano, a empresa realizou a compra de US$ 7,8 milhões em Bitcoin. Seis meses depois, a novidade foi anunciada via Twitter por Marcos Galperin, fundador e atual CEO da empresa.

Sendo testada com uma pequena parcela de usuários desde o começo deste mês, o Mercado Livre está pronto para permitir que suas carteiras digitais em toda a América Latina sirvam como uma forma de guardar Bitcoins. Vale ressaltar que, pelo menos neste primeiro momento, as criptomoedas ainda não poderão servir como uma forma de pagamentos para compras de produtos. Entenda detalhes agora mesmo.

Compra e venda de bitcoin no Mercado Livre chega em breve

Programada para estar disponível ainda nesta semana para todos os usuários, a novidade deve colocar a empresa em um novo patamar de carteiras digitais, onde as pessoas podem usar o Mercado Livre como um verdadeiro cofre de Bitcoin — que de acordo com a cotação atual, um Bitcoin equivale a cerca de R$ 315 mil. Confira o tweet de Marcos:

Aparentemente, tudo está preparado para ser lançando, já que Osvaldo Gimenez, presidente do Mercado Pago desde 2014, compartilhou uma captura de tela mostrando como o aplicativo ficará com a novidade. Uma nova seção será incluída, onde será possível acessar todos os dados sobre suas criptomoedas. Veja abaixo:

A chegada do bitcoin era considerada há um tempo, mas o seu lançamento para todos os usuários é um grande anúncio. Uma pequena parcela de usuários já estava testando a funcionalidade, e com os devidos feedbacks, agora é hora de todas as pessoas passarem a usar a carteira digital como um grande cofre de Bitcoin.

Marketplace realizou investimento em criptomoedas há 6 meses

Não é de hoje que vemos as palavras “bitcoin” e ‘Mercado Livre” na mesma frase. Em maio deste ano, o marketplace fez uma compra de US$ 7,8 milhões em Bitcoin, ação citada como estratégia de tesouraria e que agora, tem uma explicação prática. Com esta aquisição, o Mercado Livre se tornou a primeira empresa de grande porte da América Latina a ir neste caminho.

Bitcoin no mercado livre
Ainda nesta semana, todos os brasileiros poderão utilizar Bitcoin no Mercado Livre.
Foto: Guia do Bitcoin

O fundador do Mercado Livre sempre se mostrou bastante adepto do mercado de criptomoedas, apesar de achar que ainda temos alguns desafios à frente para que isso realmente deslanche. A preocupação foi citada em uma teleconferência para investidores.

“As criptomoedas vieram para ficar. Elas têm um papel muito importante, não tanto como meio de pagamento, mas como reserva de valor, mas ainda existem muitos desafios que as criptomoedas devem superar, como escalabilidade e uso de energia para ter um planeta sustentável.”

Marcos Galperin, fundador e atual CEO do Mercado Livre

Apesar da divulgação da compra em maio, supõe-se que tal ação tenha acontecido durante o primeiro trimestre de 2021, onde o Mercado Livre passou a estar na mesma lista que a Tesla (que possui Elon Musk como proprietário), MicroStrategy, Square e outras.

Carteiras digitais com Bitcoin ainda não podem ser utilizadas para pagamento de compras

Hoje em dia, por meio do Mercado Pago, as pessoas que possuem crédito em sua carteira digital do Mercado Livre até podem pagar uma compra ou parte dela por meio do valor que está disponível. Mas pelo menos por agora, ainda não há uma previsão para que o saldo de bitcoin seja utilizado para a compra de produtos dentro do aplicativo.

Carteiras digitais para bitcoin
Pelo menos por agora, ainda não será possível realizar compras de mercadorias no Mercado Livre
Foto: FreePik

Mas isso não está descartado, uma vez que outras empresas do mercado de carteiras digitais como o PayPal passaram a permitir que seus usuários façam o pagamento de compras com criptomoedas. Como a novidade está chegando primeiramente no Brasil, agora é o momento de ver como as pessoas utilizarão bitcoin no Mercado Livre para em seguida, os valores nas carteiras digitais sejam utilizados dentro do marketplace.

Mercado Livre já possui autorização para funcionar como instituição financeira

O mês de novembro para o Mercado Livre costuma ter grandes anúncios. Em novembro do ano passado, a empresa recebeu autorização para atuar como instituição financeira pelo Banco Central. A novidade chegou 17 anos depois da plataforma Mercado Pagos ter sido criada para facilitar os pagamentos entre clientes e compradores.

Também em novembro do ano passado, o Mercado Livre recebeu um “sutil” aporte de R$ 400 milhões da Goldman Sachs para investimentos em serviços de crédito. Se o seu limite de cartão de crédito do Mercado Pago aumentou, saiba que este aporte foi essencial para que tivesse mais saldo.

Aplicativo do mercado livre e mercado pago
Empresa já recebeu autorização para atuar como instituição financeira desde o ano passado.
Foto: O Globo

No breve comunicado, não chegou a ser citado se a troca de criptomoedas por “dinheiro de verdade” será realizada diretamente pela plataforma disponível atualmente. Mas aparentemente, a instituição financeira deseja apenas disponibilizar uma opção para que brasileiros possam armazenar Bitcoin — pelo menos neste momento.

Quais os próximos passos?

Com a possibilidade de Bitcoin no Mercado Livre, agora é hora de saber como isso vai funcionar com um grande número de pessoas ao mesmo tempo. A expansão da funcionalidade para outros países da América Latina, como Argentina e Chile, deve acontecer assim que a empresa estiver segura do serviço no dia a dia.

Bitcoin
Expansão para demais países da América Latina deve acontecer em seguida.
Foto: FreePik

Assim como planejado, também podemos esperar que a empresa passe a aceitar Bitcoin dentro de sua própria plataforma de venda, onde os compradores poderiam receber sem a necessidade da emissão de um boleto ou criação de link de pagamento. Nos resta esperar pelos próximos capítulos desta história e por agora, a novidade é que teremos Bitcoin no Mercado Livre ainda nesta semana.

O que você acha de termos criptomoedas em nosso dia a dia? Compartilhe sua opinião nos comentários!

Veja também

Sabia que apesar de toda a popularização, a China não permite transações com criptomoedas? Veja mais informações sobre isso:

Fontes: InfoMoney e Yahoo

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados