Conecte-se conosco
windows - Microsoft decreta a "morte" do Windows Phone

Microsoft

Microsoft decreta a “morte” do Windows Phone

Decisões erradas minaram um excelente concorrente para o Android e iOS

microsoft 3 720x270 - Microsoft decreta a "morte" do Windows Phone

Um sistema operacional que poderia talvez se infiltrar na panelinha que o Android e o iOS se tornou está oficialmente morto. A Microsoft por intermédio de Joe Belfiore, vice-presidente corporativo do grupo de sistemas operacionais da gigante de Redmond, confirmou via Twitter, que o Windows Phone não receberá mais novidades.

Updates relacionados à correção de bugs e brechas de segurança continuarão sendo enviados, mas não espere nenhum recurso novo, isso é o que chamamos de uma “morte oficial” de um software.

Tragédia prevista:

Não é preciso ser um grande analista de mercado para prever que esse seria o caminho que a Microsoft iria tomar, o que a companhia está fazendo é ser mais transparente com o momento da sua divisão móvel. O Windows Phone poderia sim ser o sistema a tentar rivalizar com o Android e o iOS devido as “costas largas” de ser administrado por uma gigante como a Microsoft.

Inúmeras decisões erradas foram minando o sistema ao longo da sua vida útil, entre eles, as atualizações segmentadas e o principal ponto: falta de aplicativos.

No caso do Windows Phone sempre costumo citar o exemplo de algum gadget que você possa comprar e que tem suporte a um gerenciamento por app. Provavelmente esse app terá versões para Android e até para iOS mas não para o Windows Phone.

Esse é apenas um pequeno exemplo. Na questão dos aplicativos o que realmente prejudicou a plataforma foi a carência de apps de peso, de nomes importantes, que são encontrados em seus concorrentes e que no Windows Phone parecia mais uma versão mobile de um site.

windows phone 720x480 - Microsoft decreta a "morte" do Windows Phone

O próprio Belfiore citou a questão dos aplicativos como o principal problema do sistema. “Trabalhamos muito para encorajar os desenvolvedores de aplicativos…mas o volume de usuário era muito pequeno para as empresas investirem.” O executivo também confirmou, que assim como Bill Gates, passou para o lado do Android, justamente pela possibilidade de encontrar uma variedade maior de apps.

A situação era tão deprimente que no primeiro trimestre de 2016 a quota de mercado do sistema era de apenas 0.7%, de acordo com dados do Gartner.

windows phone 720x435 - Microsoft decreta a "morte" do Windows Phone

Como a “morte” do Windows Phone reflete no futuro?

Essa “morte” do Windows Phone, que se junta a marca Lumia, encerrada em abril, e os novos caminhos que a Microsoft está seguindo deixam bem claro que a companhia irá investir em softwares para quem realmente representa alguma coisa no mercado móvel: Android e iOS.

Recentemente foi anunciado um novo Launcher para Android, e uma versão do navegador Microsoft Edge tanto para o sistema do Google quanto para o iOS. Então, esse é o movimento natural remanejar esforços para plataformas já consolidadas.

Continue lendo
Advertisement

Carioca, altamente aficionado por tecnologias que realmente funcionam, rock, Batman, livros, Netflix, academia e mais um amontoado de coisas.

Comentários
Subir