MIUI 7 é anunciada oficialmente e estará disponível para o Redmi 2

Miui 7 5
A Xiaomi anunciou a nova versão de sua camada de personalização do Android, a MIUI 7. A novidade estará disponível para todos os dispositivos da fabricante.

Miui-7
A Xiaomi realizou um evento ontem para anunciar a nova geração do Redmi Note e, conforme o esperado, aproveitou a ocasião para lançar a MIUI 7, baseada no Android 5.1 Lollipop.

A companhia aprimorou os seus temas, que sempre foram uma característica marcante da MIUI. Agora haverão 5 temas oficiais, que mudam a cor predominante da interface. Outra mudança na aparência está relacionada ao recebimento de chamadas. Será possível definir um vídeo como toque, substituindo o ringtone tradicional.

A galeria de fotos também ganhou novidades. O aplicativo agora terá um algoritmo de reconhecimento facial, que irá classificar imagens com base nos rostos das pessoas. Ele agrupará em pastas as fotos com o mesmo rosto e é capaz de reconhecer rostos de humanos e animais.

A MIUI 7 conta com um modo “Crianças“, algo parecido com um controle parente. Quando ativado, os adultos poderão controlar o conteúdo que é acessado pelos filhos no dispositivo. No entanto, a função não cria um novo perfil, mas apenas uma interface infantil.
Miui7-pink
A empresa apresentou também o Mi Roaming, um app exclusivo onde o usuário poderá comprar pacotes de dados de roaming personalizados para viagens internacionais.

Por fim, foram feitos melhorias no desempenho e no consumo de energia. A companhia prometeu melhorias em até 30% na resposta dos comandos e até 25% de economia de bateria, já que foram feitos alguns cortes em recursos que consumiam muita energia.

Desde que a MIUI foi lançada, em agosto de 2010, já foram lançadas 249 versões. A ROM possui hoje 150 milhões de usuários em todo o mundo.

Os primeiros dispositivos que receberão o update serão: Redmi 2, Mi 2S, Mi 2A, Mi 3, 4 Mi, Mi Note e Redmi, começando já nessa sexta-feira (14) no mercado chinês e globalmente a partir do dia 19.

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

4 Comentários

Clique aqui para postar um comentário

  • Tem muita gente, lá da China é claro, dizendo que o MIUI 7 no Redmi 2 está ainda com a versão do Kitkat, só que com as novidades que haviam prometido antes. Ou seja, ainda será um sistema rodando 32bits… Sei não em, se for assim, muita gente vai ficar desapontada!

    • Sinceramente, não faz diferença se ainda for o KitKat ou mudar pro Lollipop, a interface é praticamente a mesma e a MIUI já roda nativamente em 64bit mesmo por cima do KK

      • Está certo, pelo que li no site da MI, estão falando que o sistema KK deles é totalmente modificado pela MIUI que tem recursos que acionam o 64bits… Agora, o Lollipop é mais estável e seguro, a questão é se o KK dá conta realmente do recado.

        • A questão se ainda for realmente o KitKat é a compatibilidade a longo prazo de aplicativos mais novos que requerem o Lollipop rodando nativamente, só que esse longo prazo que eu me refiro é de pelo menos uns 2-3 anos para o KK se tornar realmente obsoleto (como o ICS). Os apps mais usados pela maioria das pessoas, ainda vai ser compatível com o KK tranquilamente pelos próximos anos, veja o WhatsApp por exemplo que ainda funciona no Gingerbread. Em termos de estabilidade, eu tenho um Redmi 2 e um Nexus 5, e ambos são fluídos, estáveis, e incrivelmente eu presencio mais crashes de app no Nexus do que no Redmi.