Nasa lançará estação espacial a túmulo aquático em 2030

NASA lançará Estação Espacial a túmulo aquático em 2030

Avatar of lucas gomes
NASA pretende aposentar a Estação Espacial Internacional, oferecendo espaço para operações comerciais do setor privado

A Estação Espacial Internacional, também conhecida pela sigla em inglês, ISS (International Space Station), será enviada a um túmulo aquático, localizado no Oceano Pacífico, em 2030. O plano se dá pelo fato do setor privado já ter seus próprios recursos para financiar destinos comerciais em órbita baixa da Terra. A ISS já abrigou mais de 200 astronautas que representam cerca de 19 países diferentes.

Tendo sido inaugurada em 2000, a Estação Especial Internacional atualmente orbita pela Terra a cerca de 420 quilômetros do planeta, e já abrigou mais de 200 astronautas que representam cerca de 19 países diferentes. Agora, haverão plataformas espaciais que serão operadas de forma comercial, a fim de substituir a utilização da ISS, oferecendo maiores possibilidades de pesquisa e colaboração científica.

Anúncio oficial via Twitter

O setor privado é técnica e financeiramente capaz de desenvolver e operar destinos comerciais em órbita baixa da Terra, com a assistência da NASA. Estamos ansiosos para compartilhar nossas lições aprendidas e a experiência de operações com o setor privado para ajudá-los a desenvolver destinos seguros, confiáveis e de bom custo-benefício no espaço

Phil McAlister, diretor de espaço comercial na sede da NASA em nota à imprensa sobre a nova decisão

Também conhecida como Área Desabitada Oceânica do Pacífico Sul ou Ponto Nemo, o túmulo aquático já comporta mais de 250 pedaços de detritos espaciais que foram depositados no local desde 1971. Vários países já utilizam este túmulo aquático para essa prática, como Japão, Estados Unidos, Rússia e alguns outros países europeus. Essa área fica localizada entre a costa leste da Nova Zelândia e o norte da Antártida. De acordo com um relatório sobre a decisão, há uma entrada atmosférica segura para a ISS.

Nasa lançará estação espacial a túmulo aquático em 2030
Localização do Ponto Nemo, o túmulo aquático de estações espaciais e outros dejetos do gênero. Reprodução: boatsnews

Enquanto a ISS não for aposentada e enviada ao Ponto Nemo, ela continuará em funcionamento, inclusive tendo seus próximos oito anos de trabalho utilizados para estudos em função de possíveis missões à Marte.

A Estação Espacial Internacional está entrando em sua terceira e mais produtiva década como uma plataforma científica inovadora em microgravidade.

Essa terceira década é um dos resultados, com base em nossa parceria global bem-sucedida para verificar tecnologias de exploração e pesquisa humana para apoiar a exploração do espaço profundo, continuar com o retorno de benefícios médicos e ambientais à humanidade e trilhar um caminho em preparação para um futuro comercial em órbita baixa da Terra.

Robyn Gates, diretor da Estação Espacial Internacional na sede da NASA sobre a Estação Espacial Internacional

A Estação Espacial Internacional é lar de diversas curiosidades científicas, como o fato do primeiro item impresso em 3D nela ter sido em 2014; o primeiro DNA sequenciado na ISS foi realizado pela astronauta Kate Rubins, em 2016; e a Estação também foi o local onde presenciamos o quinto estado da matéria, conhecido como “condensado de Bose-Einstein“, que foi produzido em 2018 pelo laboratório Cold Atom Lab.

Veja também:

Conheça a nova torre de controle da SpaceX.

Fonte: The Guardian.

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
36
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados