Nestflix, a Netflix Fake | Showmetech TRIO

No trio de hoje, temos a Nestflix, site para séries fictícias, Ling, a influencer artificial da China e o aumento de temperatura na superfície terrestre

Olá, fãs de tecnologia! É dia de mais um Showmetech TRIO, nossa seleção das três últimas grandes notícias do mundo tecnológico, resumidas para você todas as segundas-feiras.

Vamos começar com a Nestflix, site lançado pela webdesigner Lynn Fisher que disponibiliza, em uma interface semelhante à da plataforma de streaming vermelhinha, informações sobre séries fictícias, que só existem dentro de outros programas de TV e filmes. E a China começa a testar os Influencers IA, feitos para serem perfeitos e evitar envolvimento em escândalos, apresentando mais segurança para as diversas marcas que quiserem anunciar. Por fim, comentamos a notícia de que julho de 2021 foi o mês mais quente registrado na história, segundo o NOAA (National Oceanic and Atmospheric Administration). Com 0.93 graus Celsius a mais que o recorde anterior, o reflexo do aquecimento global fica cada vez mais claro.

Nestflix, a Netflix Fake

Página principal da nestflix, com já algumas das séries fictícias registradas nela.
Página principal da Nestflix, com já algumas das séries fictícias registradas nela.

Você já se viu assistindo Bojack Horseman e quis ver Horsin’ Around, a série fictícia dos anos 90 que deixou Bojack rico? E se existisse um serviço de streaming com essas produções? Esse é o conceito da Nestflix. O projeto, feito pela webdesigner Lynn Fisher, simula uma interface de streaming, mostrando várias produções que só existem nos universos de séries e filmes. Comichão e Coçadinha, por exemplo, a famosa paródia de Tom e Jerry que existe nos Simpsons, tem sua própria página no site. 

É importante ressaltar, porém, que o site é mais um conceito, já que nem existem episódios reais desses programas. O Nestflix também só aceita séries que tiveram pelo menos alguma cena mostrada. Se o programa só foi citado por nome, como vários exemplos do clássico Seinfeld, ele não irá entrar na plataforma. 

Lynn Fisher também tem outros trabalhos na cultura pop, como uma lista de todas as comidas citadas na série The Good Place.

Influencers em IA da China

Ling, a influencer ia da china.
Ling, a influencer IA da China.

A internet trouxe muitas formas novas para os usuários interagirem e até mesmo ganhar dinheiro e fama. Os influencers, por exemplo, usam de sua influência e alcance em redes sociais para fazer anúncios das mais diversas marcas. Muitos, porém, acabam se envolvendo em diversas polêmicas, o que pode pegar mal para os anunciantes.

A China, no entanto, já tem ferramentas para combater isso, produzindo influencers feitos por inteligência artificial. Criada em maio deste ano pela startup Shanghai Xmov Information Technology, a influencer Ling promete paz para os anunciantes, já que ela é uma IA feita para ser totalmente “perfeita”.

Ela pode aparecer em anúncios nas mais diversas redes sociais, do Instagram ao TikTok. Porém, toda essa perfeição vem com o preço de causar certa estranheza ao público geral, já que esse tipo de marketing começou com modelos menos polidos, como Lil’ Miquela.

Lil' miquela ficou famosa, entre outras coisas, pelo "vale da estranheza", fenômeno que traz uma sensação de que algo está errado e não é um rosto humano real
Lil’ Miquela ficou famosa, entre outras coisas, pelo “vale da estranheza”, fenômeno que traz uma sensação de que algo está errado e não é um rosto humano real

Ling não é o primeiro exemplo de influencer virtual utilizado para impulsionar marcas. Aqui no Brasil, mesmo, temos a Lu do Magalu, que foi de assistente virtual da gigante do varejo a garota-propaganda, fazendo diversas participações em campanhas de marketing. Algumas de suas interações mais atuais acabaram causando polêmicas ou críticas de usuários, falando sobre o “quão artificial ela é”.

Julho de 2021: o mês mais quente da história

Julho de 2021 contou com um aumento de temperatura da superfície terrestre de 0,93 graus celsius.
Julho de 2021 contou com um aumento de temperatura da superfície terrestre de 0,93 graus celsius.

E as consequências do Aquecimento Global começam a ser sentidas de forma cada vez mais forte no planeta Terra. A National Oceanic and Atmospheric Administration, ou NOAA, anunciou que a temperatura da superfície terrestre foi 0,93 graus Celsius maior do que a média, tornando o mês de Julho de 2021 o mais quente da história desde que começamos a registrar temperaturas, há 142 anos.

Segundo Rick Spinrad, administrador da NOAA, estar em primeiro lugar nesse ranking é horrível. O aumento é uma consequência clara da poluição e do constante uso de combustíveis fósseis, que vão piorando as temperaturas no mundo. Embora Julho tenha sido o mês mais quente da história no geral, em certas regiões específicas do planeta o problema se acentuou, como no Sudeste do Canadá, uma região historicamente mais fria, que sofreu com incêndios florestais, derretimento de asfalto e levou muitos ao hospital após desmaios.

Na Europa, o dia mais quente ficou em 11 de Agosto, quando a Itália viu o termômetro chegar a 48,8 graus Celsius. As mudanças climáticas também valem para temperaturas inversas, já que o Brasil tem passado por um inverno atipicamente frio, incluindo até mesmo neve em diversos estados e sensação de até -25 graus Celsius na região sul.

E aí, o que achou das notícias de hoje? Aqui, no Showmetech, falamos muito mais sobre os assuntos aqui abordados, como a presença da Lu do Magalu na dança dos famosos neste ano. Continue de olho aqui para não perder nenhuma notícia!

Veja também:

Fonte: The Verge | Mashable | Insider | Clima ao Vivo

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário