Nvidia diz que crise dos chips continuará afetando seus recursos de gpu até 2022

NVIDIA diz que crise dos chips continuará afetando seus recursos de GPU até 2022

Avatar of bruno martinez
Empresa registrou aumento de 68% na receita total dos últimos três meses, mas prevê dificuldades em sua produção em 2022

Os resultados financeiros da NVIDIA no segundo trimestre deste ano foram finalmente divulgados. Uma das principais representantes da área de tecnologia, a empresa registrou recorde em sua receita em relação ao ano anterior. Porém, a questão da falta dos recursos de GPU devido à crise dos chips também foi mencionada nas projeções para o ano que vem que, por enquanto, não são muito positivas.

Receita recorde da NVIDIA

Nvidia diz que crise dos chips continuará afetando seus recursos de gpu até 2022
Todos os setores da empresa, de jogos e data center ao automotivo, tiveram alta em suas receitas gerais. A companhia, no entanto, está em alerta para a extensão da crise dos chips em 2022, que está afetando sua produção com a falta de peças essenciais para produtos como as famosas placas de vídeo da linha RTX.

Em dados divulgados para a imprensa, a NVIDIA afirmou que bateu três recordes em suas receitas, o que é um grande feitio para a companhia. A primeira informação é de US$ 6,51 bilhões de receita total, representando um aumento de 68% em relação à mesma época do ano passado. A receita gerada de jogos foi de US$ 3,06 bilhões, 85% a mais que o ano passado. Por fim, a receita de data center teve registro de US$ 2,37 bilhões, o que configura 35% de aumento sobre ano passado.

O lucro GAAP por ação diluída marcou US$ 0,94. A empresa reportou que o aumento em relação ao mesmo período em 2020 foi de incríveis 276%. Comparação com o primeiro trimestre do ano, o aumento foi de 24%. Segundo Jensen Huang, fundador e CEO da NVIDIA, “o trabalho pioneiro da NVIDIA em computação acelerada continua a promover gráficos, computação científica e IA”.

No meio corporativo, a companhia conseguiu arrecadar US$ 519 milhões, 156% a mais que no ano passado. Enquanto isso, o setor automotivo teve aumento de 37% em relação ao ano anterior, registrando US$ 152 milhões. Embora os resultados tenham se mostrado bem positivos para a empresa, o representante, que comandou a apresentação dos dados, disse que a NVIDIA teve o impacto da crise dos chips em 2022.

Falta de recursos de GPU

Nvidia diz que crise dos chips continuará afetando seus recursos de gpu até 2022
No meio da crise dos chips, que é de conhecimento público desde o 2020, a empresa justifica diminuição na produção pela alta demanda do mercado. Por outro lado, NVIDIA ainda está conseguindo manter as altas receitas.

Já conhecida pela indústria de tecnologia desde o ano passado, a chamada crise dos chips se alastrou ao redor do mundo, prejudicando companhias de grande e pequeno porte pela falta de semicondutores. Algumas empresas tiveram de fechar as portas, outras criaram alternativas para contornar a situação.

No caso da NVIDIA, a falta de suprimentos de GPU afetou diretamente sua linha de produção. Até o momento, a empresa conseguiu se sobressair, assim como outras big techs, como a Apple. Mas o CEO da corporação afirma que, somado à grande demanda do mercado, a ausência de recursos continuará afetando seus produtos e poderá se estender para 2022. Jensen usa como exemplo a RTX 3000, de arquitetura Ampere, que oferece grande performance para os gamers.

“Muito disso tem a ver com a grande demanda […] Ampere teve um começo incrível. É a arquitetura de GPU mais vendida da história de nossa empresa. E, no entanto, apenas atualizamos menos de 20% de nossa base total instalada. Portanto, há mais 80% do mercado mundial de jogos para PC que ainda não atualizamos para RTX”

Jensen Huang, fundador e CEO da NVIDIA, a respeito do impacto da crise dos chips na linha de produção da empresa.

Enquanto trabalha para evitar uma possível queda na receita nos próximos meses, a NVIDIA fez algumas projeções sobre o que espera arrecadar no ano que vem, mesmo sob o alcance da crise dos chips.

Projeções para 2022

Nvidia diz que crise dos chips continuará afetando seus recursos de gpu até 2022
NVIDIA fez cálculos para estipular resultados financeiros do ano que vem. Mesmo com a falta de suprimentos de GPU, a empresa esperar crescer ainda mais e impôs a meta de US$ 6,80 bilhões de receita total.

A perspectiva da NVIDIA para o segundo semestre do ano que vem ainda é de alta. Segundo a empresa, a expectativa é de que a receita total fique em torno de US$ 6,80 bilhões, com 2% de margem de erro para mais ou para menos. A respeito dos lucros brutos GAAP e não-GAAP, o cálculo prevê o registro de 65% e 67%, respectivamente. Espera-se também que as despesas operacionais desses dois quesitos sejam de, aproximadamente, US$ 1,96 bilhão e US$ 1,37 bilhão, respectivamente.

A NVIDIA está mirando alto para os resultados financeiros do próximo ano mesmo com falta de recursos apropriados para a entrega massiva de placas de vídeo de qualidade. Resta aguardar para o mercado conferir como a empresa conseguirá desenvolver práticas e atingir a meta a partir de janeiro do ano que vem.

Veja também

Acesse também outras notícias relacionadas no Showmetech. Entenda como a crise dos chips abriu espaço para componentes falsos no mercado.

Fonte: NVIDIA

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados