O Mecanismo, série da Netflix sobre a Lava Jato, estreia em março

Escândalos e o maior esquema de corrupção da história de um país. Ficção? Não, apenas a realidade política do Brasil que agora virou série da Netflix, chamado de O Mecanismo.

Políticos fazendo acordos cada vez mais sombrios por debaixo dos panos. Escândalos que explodiram na mídia. A maior operação contra corrupção já feita no Brasil. Essa história, que mostra que a realidade é mais estranha e muito mais louca que a ficção, se transformou na série O Mecanismo.

Produção brasileira, a série da Netflix criada por José Padilha e estrelada por Selton Mello e Elena Soarez, trata sobre a Operação Lava Jato.

O Mecanismo foi anunciado em 2016, quando tinha previsão para 2017. A série, apesar de ter atrasado um pouquinho, ganhou seu trailer oficial na semana passada e teve estreia confirmada pelo serviço de streaming para o dia 23 de março.

O cenário político brasileiro tem se provado cada vez mais como uma série: com reviravoltas, personagens icônicos e cômicos, além de ter sido mais imprevisível que qualquer final já escrito por algum roteirista.

Muitos sugeriram que a Netflix fizesse um spin-off de House of Cards que se passasse no Brasil. Bom, até a conta oficial da saga de Frank Underwood reconheceu que seria muito difícil manter o nível dos acontecimentos na política brasileira.

Ao invés de realizar o sonho dos fãs e fazer, de fato, o spin-off, a Netflix usou o “roteiro pronto” do caso da Lava Jato. Afinal, ninguém previu isso acontecer mesmo. E talvez nenhum roteirista teria chegado aí.

Será que vão envolver a operação Carne Fraca também? Daria uma ótima segunda temporada.

Netflix à brasileira

Imagem da primeira temporada de Narcos.

Que a Netflix está dominando o mundo não é nenhum segredo, muito menos que ela está investindo em produções em países diferentes para atingir um público ainda maior.

A primeira produção latino-americana, Narcos, conta com brasileiros tanto na direção e trilha sonora quanto no elenco. A música tema, Tuyo, foi escrita por Rodrigo Amarante, que ficou conhecido por integrar a banda Los Hermanos.

A intro da série, inclusive, recebeu até remix do DJ Alok sob o nome de Fuego. A música já totaliza mais de 58 milhões de plays no Spotify.

Já no elenco, Wagner Moura arrasou no papel de Pablo Escobar. Principalmente se lembrarmos que o ator não sabia uma palavra de espanhol e teve que aprender a língua do zero para interpretar o polêmico traficante.

Cena de 3%.
O elenco brasileiro na primeira temporada de 3%.

Em 2016, a Netflix estreou a primeira série totalmente brasileira: 3%. A história conta sobre duas cidades, uma extremamente pobre e uma extremamente rica (Maralto).

Quem vive no Lado de Cá, sonha em poder ir ao Maralto, mas isso só pode ocorrer se eles conseguirem completar O Processo, que determina quem é merecedor de viver no lado mais rico. Toda vez que O Processo é disputado, apenas 3% dos concorrentes conseguem passar para o lado de lá.

A série distópica fez sucesso, principalmente no exterior, o que garantiu a confirmação da segunda temporada, prevista para este ano.

Confira o teaser:

Comentários do Facebook