O que os filmes de ação têm em comum e que pode arruiná-los? Entenda

dede - O que os filmes de ação têm em comum e que pode arruiná-los? Entenda
Macguffin representa um elemento essencial para a geração de conflito em um filme, mas que se utilizado de forma leviana pode se tornar um erro grave

A indústria de filmes, principalmente do gênero de ação, vem se tornando cada vez mais ampla, principalmente depois que os grandes filmes de super heróis se tornaram tão bem recebidos. Um longa de ação pode ser marcado por uma história cativante e um roteiro criativo ou como um fracasso quando a trama central não convence e nem atrai o grande público.

Existe, de fato, um elemento sempre presente na maioria desses enredos que pode significar a vitória ou a derrota de um filme, chamado de MacGuffin. Ele foi popularizado por Alfred Hitchcock em 1939, e segundo o diretor e produtor um MacGuffin é algo com o que os personagens na tela se preocupam, mas o público não.

maxresdefault 5 720x405 - O que os filmes de ação têm em comum e que pode arruiná-los? Entenda
Alfred Hitchcock apresentou o conceito de um MacGuffin em 1939

Como funciona um MacGuffin?

Em resumo, um MacGuffin é aquela coisa pela qual dos heróis estão lutando, ou estão procurando. Exemplos disso são: o anel em Senhor dos Anéis, a arca da aliança em Os caçadores da Arca Perdida, ou o tesseract em Vingadores, e agora, mais recentemente, as caixas maternas do filme Liga da Justiça.

dw 720x456 - O que os filmes de ação têm em comum e que pode arruiná-los? Entenda
As caixas maternas são utilizadas como elemento de MacGuffin no filme

Existe um motivo para que esse elemento seja utilizado com tanta frequência em filmes de heróis, espiões e ação em geral. Um MacGuffin é uma forma eficaz de introduzir um conflito em uma história, adicionar um objeto poderoso o suficiente para que os personagens se mobilizem em obtê-lo, ou resgatá-lo. Porém muitas vezes esse conflito acaba se tornando um tanto vazio.

O conflito é necessário, o objetivo do herói também, mas é possível que quanto mais ênfase o enredo coloque no MacGuffin em si, mais fraca a história se torne.

Como um MacGuffin pode influenciar no sucesso de um filme?

O uso dessa técnica parece ser banalizado, mas muitas vezes pode ser um dos principais fatores de sucesso de uma produção. Existem alguns exemplos clássicos disso, como por exemplo Star Wars, de 1977. George Lucas deixou claro que sua intenção foi a de que o público também se importasse com o seu MacGuffin, tanto quanto os personagens do filme, e uma forma eficaz de atingir isso foi mesclá-lo com um personagem que o público pudesse se afeiçoar, como o R2-D2.

70928 - O que os filmes de ação têm em comum e que pode arruiná-los? Entenda
O robozinho é considerado por muitos o melhor MacGuffin da história

Embora o MacGuffin do filme seja os planos da estrela da morte, ele estava ligado intrinsecamente com o pequeno robô, e embora ninguém realmente se importasse com o destino do plano, o grande público se importava com o destino de R2-D2. A técnica foi repetida no recente Star Wars: O despertar da Força, dessa vez utilizando o BB-8.

Uma outra forma de utilizar o MacGuffin positivamente é não dar tanto destaque a ele. O que importa de verdade é o desenvolvimento da trama, no final das contas. Em Pulp Fiction: Tempo de Violência, a maleta misteriosa é realmente tão misteriosa que o público sequer consegue ver o que tem dentro dela. Ou seja, o filme reconhece que o objeto pelo qual os personagens estão lutando não é tão importante quanto a forma como isso acontece.

Para entender mais sobre os MacGuffins dos filmes, como eles podem estragar ou elevar os enredos, confira o vídeo “How MacGuffins Can Ruin Movies” no Youtube. Nele é possível ver com mais detalhes como a técnica funciona, além de dicas de como utiliza-la de forma precisa.

dede - O que os filmes de ação têm em comum e que pode arruiná-los? Entenda

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe seu comentário:

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Receba Notícias por E-mail:

Share via