OnlyFans revoga política e volta a permitir conteúdo sexualmente explícito

Onlyfans revoga política que proíbe conteúdo sexualmente explícito
Em menos de dez dias de sua posição, o OnlyFans permanecerá permitindo criadores de conteúdo com material adulto. Entenda o caso

A internet foi pega de surpresa há poucos dias quando a plataforma de interação OnlyFans, bastante conhecida por comportar criadores de conteúdo que fazem conteúdo pornográfico, afirmou que instalaria uma nova política que proibiria esse material. Em outra nota, enviada hoje de manhã, o OnlyFans revoga política e permanecerá com esse tipo de conteúdo, que acaba compondo boa parte de seu movimento.

Há quase dez dias, em 19 de agosto, o OnlyFans havia feito um comunicado em que dizia que a partir de primeiro de outubro, uma nova política seria estabelecida: não seriam mais permitidos conteúdos sexualmente explícitos em sua plataforma. Essa medida foi tomada após investidores e provedores de pagamento do site fazerem certa pressão em relação a esse tipo de conteúdo.

Onlyfans revoga política que proíbe conteúdo sexualmente explícito
Alívio aos criadores de conteúdo e alegria dos consumidores: OnlyFans revoga política sobre conteúdo sexualmente explícito

Entretanto, hoje a plataforma, via Twitter, voltou atrás da decisão e afirmou que apoiará todos os criadores de conteúdo em sua plataforma, suspendendo a política que seria instaurada (tradução logo abaixo):

Obrigado a todos por fazerem suas vozes serem ouvidas.

Obtivemos as garantias necessárias para apoiar nossa comunidade diversificada de criadores e suspendemos a mudança de política planejada para 1º de outubro.

OnlyFans significa inclusão e continuaremos a fornecer um lar para todos os criadores.

Tradução do tweet

Outro motivo que levou a mudança na decisão foi o fato dos criadores de conteúdo adulto precisarem fazer algo em relação a isso, ou seja, deixaram o OnlyFans e procuraram outros sites ou plataformas que fossem compatíveis com o material sexualmente explícito que produzem. O site, fundado em 2016, ainda conta com 130 milhões de usuários cadastrados e 2 milhões de criadores de conteúdo.

Onlyfans revogou sua política
Ao acessar as respostas do tweet acima, é possível encontrar pessoas criticando uma falta de estabilidade na posição do site e também criadores de conteúdo divulgando suas páginas

Ainda sobre a reação dos criadores de conteúdo e usuários do site que consomem o material sexual, muitos responderam ao tweet em que o OnlyFans revoga política pedindo uma posição mais séria e concreta sobre essa situação. Não somente isso, outros criadores de conteúdo aproveitam da oportunidade para divulgar suas páginas, uma vez que seu conteúdo vai poder permanecer na plataforma normalmente — agora, inclusive, com o próprio apoio do OnlyFans.

Veja também:

Você sabia que a Apple implementará um sistema no iPhone para combater o abuso sexual infantil?

Fonte: Variety.

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário