Pesquisa visual será a tecnologia de e-commerce preferida dos millennials

Pesquisa visual será a tecnologia de e-commerce preferida dos millennials 5
A pesquisa visual tem tudo para reinventar a maneira como consumimos produtos online

Existem duas verdades absolutas sobres os millennials: eles são a primeira geração que cresceu, absorveu e dominou o mundo digital no qual estamos inseridos hoje, e são também o público que mais compra atualmente, além de serem os mais ávidos por novidades. Então, por que não aliar o melhor destes dois mundos?

Mudanças começam com anúncios importantes

millennials
Em prática, o Google Lens vai permitir rápidas pesquisas que resultam em rápido consumo, já que direciona o usuário aos principais sites de compra. 

Em setembro de 2018, o Snapchat anunciou, em parceria com a Amazon, que estava testando uma nova ferramenta capaz de permitir aos usuários tirar fotos de um produto ou código de barras e encaminhá-los à página do produto na Amazon para mais informações ou para realizar a compra.

Paralelamente, na semana do seu vigésimo aniversário, o Google deu inicio a integração das pesquisas do site com o Google Lens, seu aplicativo de reconhecimento de imagem guiado por inteligência artificial.

A iniciativa auxilia os usuários a encontrar informações visuais e melhorar as pesquisas orientadas a imagens específicas, além de auxiliar na compra de produtos ou na busca por inspiração para produção de novos conteúdos.

Semelhante ao que fez o Snapchat, a tecnologia do Google Lens inclui a capacidade de analisar imagens e detectar objetos presentes nas imagens que, no futuro, levarão os usuários a páginas de produtos relevantes. Pinterest, E-bay e Bing também já têm tecnologias parecidas.

Um mercado novo para os millennials

Pesquisa visual será a tecnologia de e-commerce preferida dos millennials 6
Segundo estudo, millennials vêem com bons olhos a integração da pesquisa visual e definitivamente consumiriam fazendo uso da tecnologia. 

Esse conceito de ”tirar uma foto e poder comprar o produto online” é especialmente benéfico para e-commerces, possibilitando um novo canal de marketing, aproveitando-se diretamente do tempo de navegação online dos millennials.

O mais importante, no entanto, é que há uma interesse suficiente por essa tecnologia entre esse público-alvo. Um relatório pela eMarketer explora as possibilidades da pesquisa visual. A pergunta principal era: quais novas tecnologias você se sente confortável em usar como parte de sua experiência de compra digital?

Responderam à pesquisa millennials do Reino Unido e dos EUA, bem como algumas pessoas mais velhas. Entre os mais jovens, a maioria (62%) escolheu a “capacidade de pesquisar por imagem” como um fator determinante nas compras futuras.

Outros 58% disseram que prefeririam o conteúdo “clique aqui para comprar” em imagens, vídeos, posts em redes sociais. Outras opções incluíam realidade aumentada, através da opção “experimentar antes de comprar”, escolhida por pouco mais de um terço (37%) de jovens millennials. Menos de um terço (29%) dessa geração escolheu o bate-papo ao vivo com ‘assistentes digitais’. Autonomia é a chave. 

Para o coordenador da REVIEWBOX – startup focada em avaliações de produtos – no Brasil, Lucas Coppi, pesquisas como esta são muito bem-vindas já que os millennials são a bola da vez:

“Eles têm poder de compra e são nativos digitais, ou seja, cresceram em um ambiente digital e se sentem confortáveis realizando a maioria de suas tarefas online. As marcas precisam aproveitar isso e incentivar esse consumo de maneira criativa.”

Enquanto a pesquisa visual ainda permanece irrelevante quando comparada ao total de pesquisas, relatórios como este mostram que aplicações reais e práticas desta tecnologia estão em sintonia com os consumidores e têm a possibilidade de colocar muitos e-commerces à frente dos concorrentes. 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe uma resposta

Receba notícias por e-mail