Philips lança lâmpada ‘Li-Fi’; internet sem fio transmitida pela luz

Lâmpada LED com conexão de internet sem fio.

Já imaginou uma lâmpada LED com modens internos que transmitem conexão de internet sem fio numa velocidade de até 30mb/s? É isso que promete o Li-Fi, uma tecnologia que transmite internet pela luz e foi anunciada esta semana pela Philips, durante um evento em Frankfurt, na Alemanha.

A novidade já havia sido lançada pela empresa, mas ainda não havia feito um teste real das novas lâmpadas com conexão sem fio. A empresa francesa Icade fará o primeiro teste real da tecnologia em seu escritório em Paris.

Como funciona a Philips Li-Fi?

A internet é propagada com ondas de luz da lâmpada LED, ao invés do tradicional uso de ondas de rádio dos modens Wi-Fi. A empresa informou que a nova tecnologia promete ser ainda mais estável do já tradicional Wi-Fi utilizado hoje em dia. Já sua velocidade, alcançou impressionantes 30 Mb/s nos primeiros testes realizados pela companhia.

As novas lâmpadas trazem modens específicos que conseguem adaptar a emissão das luzes de LED. Um dos pontos negativos, é que para a internet poder funcionar, a luminária deve estar ligada, mesmo que com pouca luz.

Além disso, um pendrive ou key com emissores infravermelhos precisam estar conectado a uma entrada USB do notebook, PC ou tablet para que haja uma conexão. O dongle Philips Li-Fi reconhece a luz que é emitida pela lâmpada LED e libera o acesso ao usuário, tornando o processo ainda mais seguro.

Confira o vídeo:

A nova tecnologia chega para atender melhor a era da Internet das Coisas ou IoT, onde todos os aparelhos de escritórios necessitam de uma internet com maior estabilidade, suporte a sistemas de redundância e com mais camadas de segurança.

A segurança também é maior nessa nova tecnologia com uma camada a mais que o normal Wi-Fi, já que as ondas de luz não ultrapassam paredes e o usuário precisa ter o dongle ou a USB Key para poder conectar à banda emitida pela lâmpada LED.

“Enquanto as frequências de rádio estão se tornando cada vez mais congestionadas, o espectro de luz visível é um recurso inexplorado com uma grande largura de banda adequada para a conexão simultânea estável, o que pode atender uma vasta gama de dispositivos da Internet das Coisas. Sendo uma empresa de iluminação, garantimos que nossos clientes se beneficiem da luz eficiente em energia de melhor qualidade, juntamente com conectividade de última geração” – acrescentou Olivia Qiu, CIO da Philips Lighting.

Apesar de promissora, a tecnologia ainda não tem preço divulgado, mas especialistas acreditam que o valor seja cinco ou seis vezes mais cara que uma lâmpada LED comum. E claro, que a Li-Fi inicialmente é recomendado somente para empresas que trabalham com transações de valores, criptomoedas, prédios governamentais ou  escritórios com grandes espaços, onde modens Wi-Fi não consigam atender todo o ambiente.

Leia também:

Nova embaixadora global da ASUS é a Mulher-Maravilha

Philips Li Fi - Philips lança lâmpada 'Li-Fi'; internet sem fio transmitida pela luz

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe seu comentário:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba Notícias por E-mail:

Share via