Polícia de São Paulo compra de 11 mil tablets Android

i MXT 5
De acordo com o site Tecnoblog, a Polícia Militar do Estado de São Paulo finalizou a compra de 11 mil tablets que prestarão seus serviços para “modernizar” as operações da corporação. O modelo, escolhido através de licitação, foi o brasileiro i-MXT, primeiro modelo da classe desenvolvido no país e que será instalado na frota do corpo de bombeiros, polícia ambiental, polícia rodoviária e policiamento urbano. Veja abaixo descritivo apresentado pela MXT...
Anúncio
Polícia de São Paulo compra de 11 mil tablets Android

Polícia de São Paulo compra de 11 mil tablets Android

De acordo com o site Tecnoblog, a Polícia Militar do Estado de São Paulo finalizou a compra de 11 mil tablets que prestarão seus serviços para “modernizar” as operações da corporação. O modelo, escolhido através de licitação, foi o brasileiro i-MXT, primeiro modelo da classe desenvolvido no país e que será instalado na frota do corpo de bombeiros, polícia ambiental, polícia rodoviária e policiamento urbano. Veja abaixo descritivo apresentado pela MXT:

“Multifuncionalidade é o conceito que melhor define o i-MXT, um Tablet projetado sob normas automotivas que pode ser utilizado embarcado, em qualquer atividade de campo, em aplicações industriais ou que exijam extrema robustez.

O i-MXT utiliza sistema operacional Android 2.2 o que possibilita a customização e integração de processos pelo fácil desenvolvimento e implementação de aplicativos.

Possui interfaces como Ethernet, Wifi, Bluetooth, Modem 3G, transceptor 2.4 Ghz (Zigbee), GPS de alta sensibilidade, A-GPS, infravermelho, RS232, RS485, CAN 2.0, HDMI, One Wire, saída de áudio e entrada de microfone, receptor de TV digital, câmeras frontal e traseira, USB’s, entre outros periféricos, que viabilizam conectar uma grande variedade de dispositivos como impressora, leitor de códigos de barras, leitor de cartão de crédito, etc.

Além da configuração básica, o i-MXT possui como diferencial opcionais que podem ser integrados ao hardware, entre em contato para que possamos analisar seu projeto.”

Segundo o coronel Alfredo Deak Júnior, o uso do equipamento deverá “levar conhecimento ao policial na viatura”. Afirma ainda que “Um policial pode levantar informações sobre um crime e atualizar e as informações no sistema, que ela ficará disponível a todos demais policiais imediatamente”.

O governo do estado investiu R$ 4 milhões na compra dos aparelhos, que têm valor unitário de R$ 2.100 para os modelos disponíveis na cidade de São Paulo e R$ 2.200 para os aparelhos destinados ao interior. No ano passado eles já haviam anunciado a compra de outros equipamentos como aparelhos de GPS, iPhones e celulares BlackBerry.

Para mais informações, visite o site da MXT.

Fonte: Tecnoblog.

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

1 Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter