Por onde anda o Popcorn Time?

Esse serviço de streaming ilegal de mídia foi um dos mais populares da Internet, mas agora está quase sumido da rede

Lembra do Popcorn Time? Se você é, ou já foi um usuário ativo de serviços de streaming como Netflix, Amazon Prime Video e Globoplay, por exemplo, sabe que, antes da popularização dos meios legais, o Popcorn Time era a escolha de muitas pessoas que não queriam ou podiam pagar por serviços de assinatura para assistir seus filmes e séries preferidos.

Mas agora, com a rápida ascensão dos serviços de streaming e o conteúdo fácil e de alta qualidade, o Popcorn Time foi perdendo espaço e hoje em dia quase não se fala mais em rodinhas de conversas. Por onde será que anda o Popcorn Time? Neste artigo vamos conhecer a história e o destino do programa.

História

O Popcorn Time foi desenvolvido – segundo seus próprios criadores – “em poucas semanas” por um grupo de Buenos Aires, Argentina, que elegeu “Pochoclín” (derivado do “pochoclo”, que significa pipoca no jargão de Buenos Aires) como seu mascote.

O grupo acreditava que a pirataria era um problema de serviço criado por uma indústria que retrata a inovação como uma ameaça à sua antiga receita de coleta de valor e também argumentou que os provedores de streaming recebiam muitas restrições e eram forçados a fornecer serviços inconsistentes entre os países.

O pacote de pipoca simpático virou o mascote do Popcorn Time
O pacote de pipoca simpático virou o mascote do Popcorn Time

Disponibilizado para Linux, MacOS, Windows e Android, o código-fonte e o instalador executável do programa ficou disponível em seu site para qualquer usuário acessar, baixar e instalar o serviço em sua máquina; o projeto foi concebido para ser software livre. Os colaboradores também localizaram o programa em 44 idiomas.

Em questão de algumas semanas após seu lançamento, o Popcorn Time se tornou o serviço de streaming não-oficial de mídia mais popular da Internet, com usuários espalhados ao redor do globo e uma grande biblioteca de filmes e séries que aumentava cada vez mais graças as contribuições de sua comunidade de participantes.

Legalidade

A legalidade dos vários clientes do Popcorn Time combinou com a de todos os outros clientes do BitTorrent, além dos problemas adicionais que se aplicam a sites como o The Pirate Bay e o próprio YTS, devido à ligação explícita ao conteúdo do filme.

No Reino Unido, em abril de 2015, foi dada uma ordem judicial aos ISPs (provedores de Internet) para bloquear URLs que fornecessem o software do Popcorn Time (PTAS) ou “fontes de informações de atualização” (SUI), ou seja, indicadores para sites de indexação de torrents. O tribunal considerou que, ao contrário dos casos anteriores relativos aos sites de indexação, nem os sites que fornecem o PTAS nem o SUI poderiam “comunicar um trabalho ao público”, uma vez que nenhum continha informações específicas sobre qualquer trabalho específico.

Seja no seu computador ou smartphone, o Popcorn era acessível de diversas plataformas
Seja no seu computador ou smartphone, o Popcorn era acessível de diversas plataformas

Considerou ser completamente provável que tanto os provedores do PTAS quanto a SUI pudessem ser considerados “autorizadores de atos de violação” por parte dos usuários, mas não era esse o caso que os reclamantes haviam levantado na audiência. Em vez disso, alegaram que os provedores haviam autorizado atos de infração por sites de hospedagem de conteúdo, mas essa afirmação não havia sido feita.

O juiz, no entanto, descobriu que os fornecedores do Popcorn Time “sabiam claramente e pretendiam” que o aplicativo fosse o meio-chave que adquire e induz o usuário a acessar o site host e, portanto, faz com que as comunicações infratoras ocorram; e com base nisso tinha um projeto comum com os operadores dos sites hospedados e, portanto, compartilhava uma responsabilidade conjunta pelas infrações aos direitos autorais (tortura conjunta). Era apropriado ordenar que os ISPs bloqueassem os sites, conforme previsto na seção 97A do Copyright Designs and Patents Act, de 1988.

Em 20 de maio de 2015, o governo de Israel bloqueou todo o acesso aos downloads oficiais do Popcorn Time, após uma ação judicial de seus maiores fornecedores de cabo e satélite por violação de direitos autorais. Embora os sites de download estivessem bloqueados, os usuários de internet que ainda possuíam uma cópia do arquivo de instalação e / ou do programa não foram afetados, e havia outros sites de compartilhamento que distribuíam arquivos de instalação. Menos de um mês depois, o governo reverteu a proibição.

Mesmo com os constantes problemas coma justiça, mais conteúdo de mídia era adicionado ao catálogo do Popcorn Time
Mesmo com os constantes problemas coma justiça, mais conteúdo de mídia era adicionado ao catálogo do Popcorn Time

Em 17 de agosto de 2015, o site dinamarquês popcorntime.dk foi fechado pela polícia dinamarquesa e duas prisões foram feitas. O caso causou polêmica, uma vez que o site não é afiliado com as equipes de desenvolvedores do Popcorn Time, mas apenas distribuiu informações sobre o serviço.

Tal como acontece com outros clientes BitTorrent, os endereços IP dos usuários do aplicativo original ou de seus garfos podem ser facilmente determinados por terceiros. No início de 2015, muitos usuários alemães de Popcorn Time receberam pedidos de indenização de € 815. A alta quantia foi justificada pelo fato de que o aplicativo não só baixa, mas também distribui filmes, um fato que nem todos os usuários sabiam.

Descontinuação

Mas mesmo envolto em tantas polêmicas, o Popcorn Time continuava firme e forte, graças a ajuda da comunidade de usuários. Isso até 14 de março de 2014, quando o site original do Popcorn Time e o repositório GitHub foram removidos abruptamente, com os desenvolvedores afirmando que, apesar da inesperada cobertura da mídia que o software atraiu, eles simplesmente queriam seguir em frente. Segundo eles:

“Nossa experiência nos colocou portas de debates intermináveis sobre violação de direitos autorais e direitos autorais, ameaças legais e a maquinaria obscura que nos faz sentir em perigo por fazer o que amamos. E isso não é uma batalha na qual queremos um lugar “.

Mais tarde foi revelado pelos vazamentos da Sony que a MPAA realmente impediu que os desenvolvedores originais do Popcorn Time continuassem a trabalhar no programa. Na época, a MPAA considerou ter “conseguido uma grande vitória em fechar os principais desenvolvedores do Popcorn Time” através de uma ação que exigia colaboração em três continentes, com o objetivo de evitar que o Popcorn Time se tornasse uma “grande ameaça à pirataria”.

Muitos dizem que a MPAA foi a grande responsável pela "morte" do Popcorn Time
Muitos dizem que a MPAA foi a grande responsável pela “morte” do Popcorn Time

Os desenvolvedores afirmaram que a maioria de seus usuários era de fora dos Estados Unidos e que estava instalados em todos os países da Terra. Mesmo os dois que não têm acesso à Internet possuem usuários que se arriscam com multas, processos judiciais e quaisquer conseqüências que possam vir apenas para poder assistir a um filme recente no conforto de seu lar.

O Legado do Popcorn Time

Depois que os desenvolvedores originais descontinuaram o programa, outras equipes bifurcaram o código-fonte original do Popcorn Time e continuaram o desenvolvimento de forma independente. Esses grupos continuaram usando o nome “Popcorn Time”, mas além do projeto, essas “variantes” do programa não estão associados aos desenvolvedores do aplicativo original.

Muitas das variantes do Popcorn Time contém software malicioso que pode prejudicar a máquina do usuário
Muitas das variantes do Popcorn Time contém software malicioso que pode prejudicar a máquina do usuário

Apesar disso, os desenvolvedores do Popcorn Time original tinham membros que se juntaram ao projeto Popcorn Time, e endossaram essa iniciativa como o sucessor do velho programa. Versões estáveis ainda podem ser obtidas na Internet, porém o serviço não recebe mais tanto suporte como antigamente e não garante uma boa experiência ao usuário.

Porém, mesmo que o Popcorn Time já esteja “respirando por aparelhos” na Internet, é inegável a importância que o serviço e programa tiveram para o futuro do streaming. O Popcorn Time evidenciou a necessidade desse tipo de aplicativo para o consumo de mídia “on the go”. Apesar de utilizar de meios ilegais para oferecer conteúdo de filmes e séries para seus usuários, a alta demanda mostrou a outras empresas e serviços que oferecer pacotes com planos acessíveis poderia ser uma boa estratégia de negócios.

O Popcorn Time foi o incentivo que programas legais de streaming como o Netflix pudessem crescer
O Popcorn Time foi o incentivo que programas legais de streaming como o Netflix pudessem crescer

Foi assim que vimos o florescer do Netflix e o nascimento de outros tantos serviços de streaming atuais como Amazon Prime Video, HBO Go, Globoplay, entre outros. Além disso, a alta concorrência estimula cada vez mais uma quantidade maior de serviços e catálogos de mídia mais variados, atendendo a todos os tipos de usuários.

É interessante notar que mesmo com o declínio de serviços de compartilhamento ilegais de filmes e séries e a ascensão dos serviços legalizados com preços acessíveis, o streaming “pirata” ainda não tenha morrido. O Stremio é um sucessor espiritual do Popcorn Time que está acessível para quase todas as plataformas (Windows, Linux, Mac, Android, iOS) e conta com um catálogo muito extenso de conteúdo de mídia.

O Stremio é o sucessor espiritual do Popcorn Time, disponível em diversas plataformas
O Stremio é o sucessor espiritual do Popcorn Time, disponível em diversas plataformas

O grande diferencial do Stremio em relação ao Popcorn Time original é que, ao invés de contar com uma base de dados única que busca por usuários que possuam o conteúdo que você deseja transmitir, o programa possui diversos complementos que podem ser instalados e customizados.

Claro que, da mesma forma que o Popcorn Time, o Stremio também sofre com problemas de legalidade do compartilhamento e transmissão de conteúdo de mídia, portanto nunca é demais lembrar que pirataria é crime! Sendo assim, priorize sempre por serviços legais que ofereçam o conteúdo que você busca.

Graças a grande variedade de aplicativos e plataformas de streaming legais que existem atualmente, não existem motivos para recorrer ao mundo da ilegalidade. A menos que você deseje se incomodar judicialmente ou correr o risco de danificar sua máquina ou dispositivo com software malicioso – um perigo ainda presente nos programas de streaming pirata.

Mesmo com opções ilegais, atualmente não faltam plataformas legítimas em que você pode assistir seus filmes e séries sem preocupações e por um preço acessível
Mesmo com opções ilegais, atualmente não faltam plataformas legítimas em que você pode assistir seus filmes e séries sem preocupações e por um preço acessível

Evoluindo rapidamente, passamos de consumidores de mídias físicas para mídias digitais e agora parece que o streaming chegou para dominar o mercado do entretenimento. Devemos tal revolução à criação de programas independentes como o Popcorn Time, que incentivaram a indústria de mídia a buscarem novas opções de consumo para seus usuários.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe um comentário: