Prefeitura de SP vai exigir passaporte de vacina para acesso a estabelecimentos

Passaporte de vacina
O passaporte de vacina será item obrigatório para quem quiser frequentar ambientes fechados, como restaurantes da cidade

Na manhã desta segunda-feira, 23, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), anunciou que um “passaporte de vacina” será solicitado para a entrada de pessoas em estabelecimentos. A regra, que passa a entrar em vigor no próximo dia 30, é parte de um plano da prefeitura, após o anúncio do fim da quarentena na última quarta-feira, 17, pelo estado.

O passaporte de vacina será realizado no esquema digital, a partir da instalação e cadastro no aplicativo E-Saúde, que será disponibilizado até o dia 27, sexta-feira. Edson Aparecido, secretário da Saúde da cidade, informa que quando o app estiver pronto, basta preencher a data e o local onde a vacina foi aplicada, e depois o sistema fará uma conferência de informações.

A norma deve valer principalmente para ambientes fechados, como restaurante e bares, que tem ficado cada vez mais lotados graças às medidas de flexibilização impostas pela prefeitura, mas eventos e comércios também devem entrar na lista.

“A pessoa baixa o aplicativo da prefeitura e lá terá um QR Code com todas as informações: primeira dose, segunda dose, quando ela vai tomar ou deveria ter tomado. Se identificarmos que o estabelecimento não está exigindo ou que há pessoas no local que não se vacinaram, aplicaremos uma multa [no empreendimento]”

Ricardo Nunes, prefeito de SP em coletiva de imprensa (via UOL)
Prefeitura de sp vai exigir passaporte de vacina para acesso a estabelecimentos
Ao contrário do que muitos pensam, o fim da quarentena, enquanto uma explosão de variantes é eminente (Reprodução/Folha)

A prefeitura informa que quem tomou apenas a primeira dose não terá problemas em entrar nos estabelecimentos, no entanto, caso a pessoas não apresentem o passaporte de vacina ou não tiverem tomado a primeira dose, deverão ser barradas. A Vigilância Sanitária fará a fiscalização de clientes nãovacinados, com penas de multas ainda sem valores divulgados para os locais.

Quem tiver problemas para baixar o aplicativo pode ficar despreocupado, pois a regra também serve para quem apresentar o comprovante físico. A intenção é fazer com que mais pessoas se engajem na vacinação contra COVID, principalmente em um momento em que a variante Delta avança por diversas regiões do Brasil.

O secretário da saúde ainda comenta que em um primeiro momento as ações e o passaporte de vacina podem não surtir tanto efeito em comércios ou serviços de pequeno porte, e indiretamente indicou que a prefeitura almeja alcançar estabelecimentos maiores.

Prefeitura de sp vai exigir passaporte de vacina para acesso a estabelecimentos. O passaporte de vacina será item obrigatório para quem quiser frequentar ambientes fechados, como restaurantes da cidade
Epidemiologistas cogitam uma 3ª dose para idosos

Mais informações e o esclarecimentos de dúvidas restantes devem acontecer na sexta-feira, quando a prefeitura pretende lançar o aplicativo e consolidar o passaporte de vacina. Na última semana a cidade iniciou a vacinação para adolescentes de 12 a 15 anos com comorbidades.

Veja também

Fique ligado no Showmetech para mais informações sobre a cobertura vacinal em São Paulo, e aproveite para conferir como a campanha de vacinação tem evitado 99% dos casos nos EUA.

Fontes: Coronavírus Brasil, CNN

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:
Tags

1 Comentário

Clique aqui para postar um comentário