Procon-sp notifica facebook por queda de servidores da rede social

Procon-SP notifica Facebook por queda de servidores da rede social

Avatar of fernando gomes
A justificativa é de que o acontecimento na última segunda-feira (4) prejudicou as vendas de vários comerciantes que usam diariamenteas plataformas da empresa

Após o acontecimento caótico na última segunda-feira (4), o Procon-SP notifica Facebook e exige explicações acerca da queda dos servidores que deixaram as principais redes sociais de domínio da empresa fora do ar no mundo inteiro.

Facebook deve dar explicações ao Procon-SP

O Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo diz que diversos usuários de São Paulo foram prejudicados durante as seis horas de inatividade, visto que eles utilizam essas plataformas diariamente para trabalhar e comercializar produtos. O órgão busca saber detalhes da pane no sistema do Facebook, bem como entender as providências que a empresa tomou para retomar seus sites. Além disso, ele exige a contabilização de quantas pessoas foram afetadas pelo apagão virtual em todo o estado de São Paulo.

Procon-sp notifica facebook por queda de servidores da rede social
Facebook pode pagar mais de R$ 10 milhões de multa ao Procon-SP, caso não comprovada a responsabilidade externa pela queda de seus servidores.

A investigação poderá resultar em uma multa de mais de R$ 10 milhões, se confirmada a infração ao Código de Defesa do Consumidor por falta de comprometimento com os cidadãos. Para evitar isso, o Facebook precisaria confirmar em 72 horas que a queda dos servidores foi algo fora do alcance, causada por eventos externos.

O Procon-SP pretende identificar as causas da pane geral e punir as empresas com multas superiores a 10 milhões, salvo se houver justificativa de evento fortuito, externo e incontrolável, e assim fixar responsabilidades para futuras ações individuais reparatórias

Fernando Capez, diretor-executivo do Procon-SP

O representante do órgão público diz ainda que os muitos usuários que foram prejudicados devem esperar a resposta da empresa sobre o parecer e reitera a responsabilidade do Facebook em respeitar a comercialização através de suas plataformas, priorizando o consumidor.

A queda dos servidores do Facebook

O mundo presenciou a saída do ar do Facebook, WhatsApp e Instagram na última segunda-feira (4). Por volta das 12h30, as redes pararam de funcionar e não estavam visíveis para busca. O resultado foi uma pane geral em outros aplicativos e sites também, incluindo plataformas de streaming, portais de notícias e ainda bancos digitais. O Facebook havia avisado em nota que teria ocorrido um problema com a conexão de redes, responsável por manter os sites ativos na internet, mas que já estava resolvendo a situação. A companhia ainda acrescentou que não havia encontrado nenhum problema em relação à exposição ou violação de dados pessoais de seus usuários. Tal informação contradiz com o escândalo exposto também na segunda a respeito da venda de dados da rede para hackers.

Veja também:

Acesse também outras notícias relacionadas no Showmetech. Veja a implementação de um recurso no Twitter para a abordagem de assuntos polêmicos na plataforma.

Fonte: Procon-SP.

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados