Quadrinista brasileiro ganha um Eisner, prêmio mais importante das HQs

Quadrinista brasileiro ganha um Eisner, prêmio mais importante das HQs 4
O quadrinista paulistano, Marcelo D'Salete, venceu uma categoria do prêmio Eisner, a maior premiação do mundo das histórias em quadrinhos.

O quadrinista paulistano, Marcelo D’Salete, venceu uma categoria do prêmio Eisner, a maior premiação do mundo das histórias em quadrinhos. Ele foi anunciado, na última sexta-feira (20), como vencedor da categoria melhor edição americana de material estrangeiro.

A obra premiada foi Cumbe, lançada no Brasil em 2014 pela editora Veneta. A HQ se baseia em relatos e documentos reais para narrar as histórias de quatro escravos durante o período colonial brasileiro.

A obra ‘Cumbe’ é parte do momento singular do quadrinho nacional, representado por inúmeros autores com uma excelente produção. Já houve outros brasileiros premiados com o Eisner e, nessa toada, certamente ainda teremos mais obras reconhecidas nacional e internacionalmente“, disse D’Salete em uma postagem no Facebook.

Cumbe venceu categoria do Eisner
Página de Cumbe. Crédito: Divulgação.

Ele produziu Cumbe com um processo de pesquisa que começou em 2004. Usando leituras  sobre o quilombo dos Palmares, o autor construiu a obra premiada e outra HQ, chamada Angola Janga e lançada em 2017 também pela editora Veneta.

O nome Cumbe é de origem quimbundo, que significa força, fogo, luz e simboliza as tentativas dos quatro escravos das histórias, que tentam, cada um à sua maneira, lutar contra a escravidão. Desde sua publicação no Brasil, Cumbe também já foi lançado nos Estados Unidos, França, Áustria, Itália e Portugal. Nos EUA, a HQ recebeu o nome Run for It e foi publicada pela Fantagraphics no ano passado, em 2017.

Prêmio Eisner 2018

Chamado até de “Oscar dos quadrinhos”, a premiação reconhece artistas do gênero em categorias como Melhor Roteirista, Melhor Artista e Roteirista, Melhor Minissérie, Melhor História para Crianças, etc. Nesse ano, o Eisner chegou a sua 30ª edição. Os ganhadores foram anunciados na última sexta-feira, durante a Comic Con de San Diego.

O prêmio é entregue anualmente, desde 1988, na SDCC. Grandes nomes dos quadrinhos como Art Spiegelmann (que ganhou, inclusive, um Pulitzer com MAUS), Frank Miller, Alan Moore e Chris Ware também já venceram a premiação.

Quadrinista brasileiro ganha um Eisner, prêmio mais importante das HQs 5
O autor e quadrinista Marcelo D’Salete. Foto: Rafael Arbex / ESTADAO

Marcelo D’Salete se uniu agora ao time de brasileiros que já foram reconhecidos no Eisner, como  como Fábio Moon, Gabriel Bá e Rafael Albuquerque.

E aí? Já leram Cumbe? Conhecem quadrinhos brasileiros? Comentem abaixo!

Receba Notícias por E-mail:

Share via