Black friday 2021: tudo o que você precisa saber para aproveitar a data

Black Friday 2021: tudo o que você precisa saber para aproveitar a data

Avatar of otávio queiroz
O Showmetech traz um pouco da história da data, como ela funciona e como aproveitar os descontos em 2021

O mês de novembro chegou e com ele vem aquela ansiedade para aproveitar a tão esperada data de descontos especiais do comércio. O evento gringo de megas promoções chegou ao Brasil e, atualmente, é uma das datas mais importantes do calendário comercial. Para você que deseja aproveitar o evento, que este ano acontece no próximo dia 26 de novembro, nós preparamos esta matéria especial com tudo que você precisa saber para aproveitar a Black Friday 2021.

Afinal, quando é a Black Friday?

Quando é a black friday?
A Black Friday acontece no próximo dia 26 de novembro no Brasil

O evento, que teve origem nos Estados Unidos, é realizado tradicionalmente um dia após o feriado local de Ação de Graças e sempre na última sexta-feira do mês de novembro. Este ano, a Black Friday 2021 será no dia 26 de novembro no Brasil. Oficialmente, a tradicional data começa na virada de quinta para sexta, à meia-noite do dia 26 de novembro. No entanto, muitos estabelecimentos comerciais e lojas online aproveitam para estender o período para a semana toda. Algumas fazem até mesmo o “Black November”, com promoções durante todo o mês.

Por não haver uma data específica, como acontece no Natal por exemplo, confusões e dúvidas em relação a data podem surgir na cabeça dos consumidores. Para ajudar, o Showmetech listou as datas da Black Friday para os próximos dez anos.

  • Black Friday 2021: 26 de novembro;
  • Black Friday 2022: 25 de novembro;
  • Black Friday 2023: 24 de novembro;
  • Black Friday 2024: 29 de novembro;
  • Black Friday 2025: 28 de novembro;
  • Black Friday 2026: 27 de novembro;
  • Black Friday 2027: 26 de novembro;
  • Black Friday 2028: 24 de novembro;
  • Black Friday 2029: 23 de novembro;
  • Black Friday 2030: 29 de novembro.
  • Black Friday 2031: 28 de novembro.

Como a Black Friday surgiu?

Como a black friday surgiu?
Black Friday se popularizou a partir dos anos 80 nos EUA

Na tradução para o português, a expressão remete a “Sexta-Feira Negra”, no sentido literal. A data surgiu nos Estados Unidos e marca a reabertura do comércio após o feriado de Ação de Graças, que acontece toda última quinta-feira do mês nos Estados Unidos. Nos Estados Unidos, a Black Friday começou a se popularizar a partir de 1980. Por aqui, a data começou a ser incorporada a partir de 2010. No referido ano, um site chamado Busca Descontos fez promoções no mesmo dia da Black Friday americana. Não demorou muito para que outras marcas entrassem na onda.

Até hoje não se sabe ao certo de onde saiu o nome “Black Friday”, mas algumas versões ganharam força nas últimas décadas. Uma delas remonta à escravidão nos EUA do século XVIII. Muitos negros que chegavam da África e eram vendidos como mercadoria ficavam enfraquecidos e doentes pelas condições indignas de trabalho e alimentação. Por esse motivo, eram supostamente vendidos a preços abaixo do mercado em feiras que aconteceriam às sextas-feiras. Essa versão, no entanto, nunca foi comprovada.

Uma outra explicação dá conta de que os comerciantes americanos precisavam esvaziar seus estoques antes do Natal e passaram a fazer grandes liquidações de preços após o feriado. Contudo, o alvoroço causado pelos descontos contribuía para um verdadeiro caos nas cidades, que registravam casos de violência e engarrafamento. Com isso, os patrulheiros da Filadélfia, cidade localizada na Pensilvânia, teriam apelidado a data de “Black Friday”.

Como a black friday surgiu?
Diversas teorias são levantadas acerca da origem do nome

Há ainda uma terceira possibilidade para a origem do nome, mas dessa vez trazendo uma conotação positiva. No país norte-americano, a palavra “black” também é usada quando uma empresa fecha as contas “no azul”, ou seja, com lucros. A data seria então uma oportunidade para os comerciantes encerrarem o mês com uma boa receita, já que o feriado de Ação de Graças era considerado fraco em vendas.

Atualmente, a Black Friday é responsável por 70% dos gastos com produtos domésticos nos EUA, sendo uma das mais importantes datas do comércio norte-americano. As filas são enormes e a popularidade da data é tanta nos EUA que embora não seja um feriado, há pessoas que tiram folga no dia do Black Friday. Além dos Estados Unidos, países como o Brasil, Reino Unido, Portugal, Austrália, Canadá e Paraguai também possuem esta data no seu calendário de vendas.

Black Friday no Brasil

Black friday no brasil
Black Friday é realizada desde 2010 no país

Como dito anteriormente, a primeira Black Friday brasileira aconteceu em 2010, apenas de forma on-line. Na data, mais de cinquenta lojas do varejo nacional participaram do evento. Em 2012, diversas críticas a data nacional começaram a ser feitas por consumidores, quando grandes lojas praticamente não deram descontos em seus produtos, comparadas com as lojas norte americanas, que despencam o preço das mercadorias.

Apesar de o evento ser uma ótima opção para os brasileiros fazerem compras a preços menores, os descontos do Black Friday no Brasil são bem menores em relação aos valores americanos. Outra crítica bastante comum são as falsas promoções e desconto realizados por algumas lojas, que costumam aumentar o preço do produto dias antes da data para poderem diminuir o valor durante a sexta-feira.

Assim como nos Estados Unidos, o Black Friday no Brasil acontece todos os anos na última sexta-feira do mês de novembro, em lojas físicas e virtuais. Qualquer empresa pode anunciar promoções no Black Friday. Por conta do aumento da procura pelo termo, muitas agências de publicidade passaram a disputar o cargo de anunciantes oficiais do evento.

Como o Black Friday acontece em uma data em que o consumidor tem mais dinheiro na conta por causa do 13º salário, a preparação do comércio brasileiro para receber o evento tem se tornado cada vez maior, com negociações antecipadas com os fornecedores, organização funcional da loja e da equipe e trabalho do departamento de marketing para atrair mais clientes.

Black friday no brasil
Apesar do sucesso dos últimos anos, data ainda levanta desconfiança de consumidores

Mesmo com a pandemia, a Black Friday do ano passado trouxe bons números aos comerciantes brasileiros. Segundo o relatório da Neotrust/Compre&Confie, os e-commerces faturaram um total de R$ 7,72 bilhões entre os dias 26 e 30 de novembro, ou seja, da véspera da Black Friday até a Cyber Monday. Esse valor representa um crescimento de 27,7% em comparação com 2019.

O levantamento da Neotrust/Compre&Confie ainda apontou que, no total, foram realizados 13,01 milhões de pedidos entre a Black Friday e a Cyber Monday, uma variação de 21,9% em relação ao ano anterior. Já o ticket médio das compras feitas no período foi 4,7% maior, atingindo o valor de R$ 592,85.

Considerando somente a véspera e o dia da Black Friday, o faturamento das lojas digitais cresceu em 31%, totalizando R$ 5,1 bilhões. O número de pedidos foi de 7,6 milhões e o ticket médio, de R$ 668,70. O dia da Black Friday sozinho, por sua vez, contabilizou R$ 3,86 bilhões de faturamento total, 5,34 milhões de pedidos e ticket médio de R$ 723,37.

Para este ano, as expectativas são ainda melhores. De acordo com a Conversion, 87,75% dos consumidores devem realizar compras na data. Em 2020, este número era de 76,50%. Entre os produtos mais cobiçados estão celulares e eletrônicos, representando 66,67% das intenções de compra. Eletrônicos e Eletrodomésticos também compõem o topo da lista, com 60,68%, seguido da categoria de Moda & Acessórios, com 40,46%.

Principais lojas e dicas na hora de comprar

Principais lojas e dicas na hora de comprar na black friday
Pesquisar preços com antecedência é uma boa alternativa para fazer um bom negócio durante a Black Friday

Todo mundo quer aproveitar os descontos e as melhores lojas para comprar na Black Friday. Contudo, há quem ainda tenha algum medo de cair em golpes e ver o produto dos sonhos se tornando um pesadelo – seja porque não foi entregue ou porque custou metade do dobro. Para garantir uma Black Friday 2021 incrível, nós listamos a seguir algumas opções de lojas confiáveis para aproveitar a data sem preocupações. Confira.

Se você não se importa de esperar um pouco mais e está disposto a importar produtos de fora do país, sites como o Aliexpress também contam com bons descontos para a data.

Seja qual for o lugar que você pensa em realizar a sua compra, é importante pesquisar os itens desejados com antecedência e ir monitorando os preços para garantir que, no final das contas, você realizou um bom negócio. Além disso, evite sites desconhecidos ou que não possuam uma boa reputação no mercado. Para isso, você pode usar ferramentas super úteis, como o Reclame Aqui e Black List” de sites do Procon-SP.

Produtos para ficar de olho na Black Friday

Produtos para ficar de olho na black friday
Confira uma lista especial do Showmetech para aproveitar a data

Durante todo o ano, o Showmetech traz lista de produtos pensando especialmente em você. Todas trazem informações detalhadas sobre produtos de diversas categoriais, que podem ser úteis para você na hora de pesquisar o que comprar.

A lista de melhores celulares para comprar em 2021, por exemplo, traz uma seleção especial com diversas faixas de preço, marcas e modelos. Um dos destaques da lista é o iPhone SE 2020, aparelho da Apple que pode ser a melhor opção dentre todos os celulares em promoção que podem surgir na Black Friday 2021. O modelo apresenta chip Apple A13 Bionic, 4 GB de RAM, armazenamento de 64 GB e tela Retina HD de 4,7 polegadas, com resolução de 750 x 1334 pixels. Ele conta ainda com uma câmera traseira de 12 MP, e câmera frontal tem 7 MP. O iPhone SE 2020 está disponível nas Americanas por R$2.795 em sua versão de 64GB e por R$3.087 em sua versão de 128GB.

Já para quem está em busca de um notebook para suas atividades pessoais e profissionais, o Showmetech tem uma lista com os melhores notebooks para estudantes em 2021. Umas das opções é o Dell Inspiron 3501-M46P. O aparelho conta com processador Intel Core i5 1035G1, de 4 núcleos e 8 threads, 8 GB de memória RAM expansível até 16 GB, 256 GB de armazenamento interno SSD M.2 PCIe NVMe, tela LED de 15 polegadas HD com webcam integrada. O Dell Inspiron 3501-M46P está disponível no Submarino por R$ 4.091.

Mas se você está em busca de um bom fone de ouvido para ouvir os seus artistas favoritos em grande estilo, nós temos uma lista com os melhores fones de ouvido com cancelamento de ruídos em 2021. Dentre as opções está o Galaxy Buds Pro. O fone é capaz de filtrar até 99% dos sons externos utilizando os microfones que estão alocados nos dispositivos. Ao total, este dispositivo funciona por até 28 horas: 20 horas do estojo e 8 horas de reprodução. Com o cancelamento de ruído ligado, são 13 horas de estojo e 5 de reprodução. Você encontra o Galaxy Buds Pro por R$ 1.282 na Amazon.

Agora que você sabe a história da Black Friday, como ela funciona e como aproveitar os descontos, conta pra gente o que você pretende adquirir nesse ano nos comentários! Boas compras!

Veja também:

Além dos produtos acima, nós separamos algumas listas e informações que podem te ajudar durante as compras na próxima Black Friday. Confira:

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
17
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados