Review Moto X4: o competente intermediário premium da Motorola

Review Moto X4: o competente mas confuso intermediário premium da Motorola
Aparelho oferece câmera traseira dupla, boa bateria, hardware bem construído e peço competitivo, mas confronta com os próprios irmãos.

A linha Moto X foi a primeira top de linha da Motorola com Android puro. O modelo trouxe tudo que já impactava no Moto G, mas numa versão mais parruda. Porém, a empresa decidiu aposentar a série para a Z. Após anos de hiato o Moto X4 é lançado, agora como intermediário. Será que ele conseguiu manter a herança de ótimo custo-benefício que carrega?

Corpo renovado

Review Moto X4: o competente mas confuso intermediário premium da MotorolaApós tantos anos sumido, o Moto X4 deu um salto de design em relação aos antecessores. O corpo está mais fino (7,99 mm), leve (163 g) e com traseira de vidro (com um belo reflexo em S). Diferente do Z2 Play, o Moto X4 é bem mais confortável para uso. Outra boa novidade é ser o único modelo entre os irmãos com certificado IP68, que garante proteção contra água e poeira.

Review Moto X4: o competente mas confuso intermediário premium da Motorola

O resto do design segue o conceito dessa geração Moto. O leitor biométrico permanece abaixo da tela, bastante grande para ler a digital. O logo “Moto” fica no topo da tela, perto do único alto-falante, câmera à direita e flash à direita. Botões físicos na borda direita. A câmera traseira está no centro superior e produz um “calombo”, criticado por muitos, mas a Lenovo não desapega.

Tela diminuiu e a resolução também

Review Moto X4: o competente mas confuso intermediário premium da Motorola

O Moto X4 não só ganhou com esse rebaixamento de categoria top de linha para intermediário. O último lançamento, Moto X Force (2015), tinha tela de 5,4 polegadas, painel AMOLED e resolução 1440 x 2560; resultando 541 ppi. O Moto X4 tem uma tela menor de 5,2 polegadas, o que pode agradar alguns, mas o painel regrediu para IPS LCD e a resolução para o padrão 1080 x 1920; com queda para 424 ppi. Seguindo essa comparação, o Moto X4 ficaria entre o Play (5,5” 401 ppi) e Style (5,7” e 520 ppi), ambos de 2015.

Assim, o Moto X4 não pode ser exatamente destacado por sua tela. Ela é padrão, sem nada que impressione. No modo padrão as cores são equilibradas, já no modo intensidade elas ficam saturadas demais. O brilho pode chegar a um alto nível e o vidro não reflete tanto, o que é perfeito para ler mesmo sob a luz do sol. Felizmente a tela tem blacklight, portanto, o preto é bem escuro. Por mais padrão que seja a tela do X4, ela pode não se destacar, porém também não chega a decepcionar.

Android com cara de puro

Review Moto X4: o competente mas confuso intermediário premium da Motorola

Quando a Motorola foi comprada pela Lenovo, os aparelhos da marca deixaram de usar o Android realmente puro. Para não desagradar o público, a versão dos smartphones possuem poucas alterações. É o que encontramos no Moto X4, as mudanças são sutis: o widget de relógio, algumas ferramentas proprietárias (telefone e câmera) e poucos apps pré-instalados.

Os aplicativos pré-instalados mais ajudam que atrapalham, felizmente. O destaque é o app Moto, que dá ao smartphone vários truques. Ele tem uma seção de sugestão de trajeto para casa/trabalho, dá dica de quais arquivos duplicados excluir, quais apps suspender para economizar bateria e objetos identificados na câmera.

Os recursos do app Moto são muitos úteis. O Moto Key é um gerenciador de senhas, como o LastPass, que salva o usuário e senha para o login ser feito depois apenas com a digital. O mesmo recurso ainda permite fazer login num PC com Windows usando a autenticação biométrica. Ainda há mais features, como os gestos pelo leitor de digital, ativar a lanterna ao balançar o smartphone, ativar a câmera ao girar o aparelho, reduzir o tamanho da tela, fazer screenshot tocando no display e mais. Além disso, é possível encontrar mais recursos para tela e uma assistente de voz própria da Motorola.

Um smartphone, três câmeras

Review Moto X4: o competente mas confuso intermediário premium da Motorola

O Moto X4 já possui um sistema de câmera dupla traseira. Enquanto uma tela tem 12 MP, a outra possui 8 MP. O modelo encontra um concorrente, o Zenfone 4, com câmera dupla semelhante. Apesar da Asus fazer toda uma propaganda focada na qualidade da câmera, a Motorola apresentou resultados melhores.

Review Moto X4: o competente mas confuso intermediário premium da Motorola

É possível notar como o Moto X4 consegue apresentar a iluminação ideal e cores fortes. Porém, às vezes há exageros de detalhes que não existem e cores saturadas demais. Ainda é possível notar um pequeno efeito de aberração cromática na lateral, o que não deveria acontecer.

Review Moto X4: o competente mas confuso intermediário premium da Motorola

Como câmera dupla, o Moto X4 tem o recurso de desfoque, no modo retrato. Porém, assim como acontece no Moto G5S, o desfoque não funciona bem. Às vezes ele não desfoca o objeto ou pessoa em questão ou o entorno não é bem feito. Outra dificuldade é a demora para mudar o foco.

A câmera grande angular consegue agradar mais e não apresenta problemas como os concorrentes. As imagens são tiradas com brilho equilibrado, as cores não são apagadas e o nível de detalhes ainda é satisfatório.

Review Moto X4: o competente mas confuso intermediário premium da Motorola

Enquanto a câmera frontal, ela tem 16 MP mas não teve um bom desempenho nos testes. Os primeiros modelos do X4 saíram com um problema de foco da câmera frontal, por isso era necessário afastar bastante o rosto para que saísse nítido. O problema foi corrigido nos lotes posteriores. Exceto por essa falha, a câmera frontal apresenta uma boa qualidade de nitidez, cor e balanço de brilho, além de apresentar um bom flash.

Potência e bateria ok, mas pouco armazenamento

Como smartphone intermediário, o Moto X4 apresenta uma estrutura de hardware decente. Um Snapdragon 630 aliado a 3 GB de RAM. É o ideal para suportar tarefas diárias com desempenho de sobra, mas não é o bastante para rodar jogos com máxima qualidade. Contudo, é garantido uma potência muito boa para o cotidiano, sempre ágil e consistente.

A bateria tem 3.000 mAh, que é o padrão. Por apresentar um processador de gasto energético eficiente, a duração pode ser satisfatória. Em nossos testes o Moto X4 aguentou bem o dia, a ponto de chegar em casa a noite com alguma carga. Com a tela ininterruptamente ligada, foram 5 horas de uso até descarregar. O modelo ainda suporta o TurboPower, assim é possível ir de 0% a 100% em cerca de uma hora e meia.

A maior falha do Moto X4 está no armazenamento interno de somente 32 GB. Poderia ser o bastante se o sistema, considerado Android quase puro, não consumisse 15 GB. Portanto, ao ligar pela primeira vez o smartphone o usuário já se encontra limitado a 17 GB, os quais se esgotam rapidamente. Felizmente o Moto X4 tem suporte a cartão de memória.

Um bom celular, mas que poderia ser mais

Review Moto X4: o competente mas confuso intermediário premium da MotorolaComo celular intermediário, o Moto X4 é um tanto confuso. A queda de top de linha foi feita sem muito equilíbrio. Isso não acontece pelo aparelho em si, mas pela linha Moto. O Moto X4 acaba competindo contra seus próprios irmãos, G5S Plus e Z2 Play. A diferença de preço é pequena, e o X4 tem mudanças em relação aos dois. Seu preço pode variar entre R$ 1.099,00 a R$ 1.400,00 em lojas como Magazine Luiza, Shoptime e Lojas Americanas.

Para quem quiser um celular de boa câmera dupla, belo design em vidro, resistência IP68 e processador competente, o Moto X4 pode ser bastante considerável. Entretanto, por um pouco menos, o Z2 Play oferece 1 GB a mais de RAM, dobro de armazenamento e painel AMOLED, além de suporte ao Snaps. Por fim, fica à Motorola a tarefa e trazer um refinamento maior ao próximo Moto X, que seja mais definido e maiores diferenciais.

Qual você prefere: Moto X4 ou Moto Z2 Play? Comente abaixo!

Moto X4
  • Design - 9.5/10
    9.5/10
  • Tela - 8/10
    8/10
  • Bateria - 9.5/10
    9.5/10
  • Câmeras - 9/10
    9/10
  • Armazenamento - 8/10
    8/10
8.8/10

Resumo

Para quem quiser um celular de boa câmera dupla, belo design em vidro, resistência IP68 e processador competente, o Moto X4 pode ser bastante considerável.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe um comentário: