Nintendo switch

Review: Nintendo Switch é pura diversão

Avatar of bruno martinez
O Nintendo Switch é um dos consoles mais populares dos últimos anos. Venha com a gente ver os motivos para tamanho sucesso.
Review: nintendo switch é puro potencial
O Nintendo Switch é o que você quiser

O Nintendo Switch é um grande sucesso. Ao ser lançado junto de Legend Of Zelda: Breath of The Wild lá em 2017, ele se tornou um dos melhores lançamentos que a Big N já teve na história. Hoje, 3 anos depois de seu lançamento, ele se consolida como talvez o maior sucesso da história da Nintendo, e é o primeiro videogame a liderar durante 24 meses a lista de mais vendidos dos EUA.

A grande novidade de 2020 para nós, brasileiros, em relação ao Switch é que ele chegou oficialmente ao nosso país. Será que vale a pena comprar o Nintendo Switch, porém, com o lançamento do Playstation 5 e do Xbox Series? Tentaremos responder essa pergunta nesta análise.

Do começo

O Nintendo Switch é inovador. Ele acaba com a linha entre um device para casa e um videogame portátil. É possível levar Zelda para qualquer lugar e ter a experiência completa de um console. É possível jogá-lo na TV ou no “tablet” em apenas um clique, sem comprometer a experiência de maneira alguma.

O Switch é o maior sucesso da Nintendo desde o Wii, que observa os acertos do passado e conquista novos públicos a partir disso. Apesar da maré de azar que ela teve com o Wii U, a Big N sempre foi genial, ainda mais se olharmos nos últimos dez anos. Um videogame portátil com duas telas (DS) e um console com sensores precisos (Wii) foram enormes sucessos e venderam juntos 100 milhões de unidades, tornando-os dois dos maiores hardwares de videogames vendidos de todos os tempos.

Junto disso, personagens exclusivos da empresa como Mario, Zelda e Metroid tornam toda a experiência de jogar um console da Nintendo especial.

Claro, apenas boas intenções não tornam as vendas de um aparelho em algo grande. Com o Wii U, de 2012, a Nintendo foi tão mal, que nem Super Smash Bros e Mario Kart 8 conseguiram salvar o console. Não só a Big N se deixou na mão, como os desenvolvedores de terceiros abandonaram o projeto Wii U – porém, agora, isso não ocorre com o Nintendo Switch. Cada vez mais desenvolvedoras mostram apoio a Nintendo, com jogos como Doom Eternal e boa parte da franquia Final Fantasy disponíveis no console.

Design

Review: nintendo switch é puro potencial
Precisa dizer alguma coisa?

O Switch é lindo. Diferente do seu antecessor, tudo nele parece sólido e bem estruturado. Não me leve a mal, mas se pensarmos no Gamepad do Wii U e compararmos com o do Nintendo Switch, além de percebermos uma evolução absurda, é possível sentir que o novo console é um produto que você quer deixar em frente da TV.

Os Joy-Con contam com várias opções de cores, porém é mais comum encontrar duas variações: preto e azul e vermelho neon. Em ambas as opções, o Switch ganha um visual único que é agradável de ver e ver os outros jogarem. A tela dele é de 6,2 polegadas, para um míope como eu, se ela fosse um pouco maior, é provável que ajudaria, mas para a maioria das pessoas é um tamanho bom.

Hardware e Software

Review: nintendo switch é puro potencial
Eu consigo ouvir a música do Link daqui

O Nintendo Switch tem um processador customizado Nvidia Tegra SoC. Embora bem atrás dos seus competidores na época de seu lançamento (Xbox One e Playstation 4) e extremamente mais fraco se comparado com a geração de consoles lançada em 2020 (PlayStation 5 e Xbox Series), o poder gráfico nunca foi um problema para Nintendo. Eu, particularmente, sempre fiz o paralelo da Nintendo com a Apple.

As especificações técnicas sozinhas não importam tanto, mas sim como o console/smartphone funciona. Se o software trabalha bem com o hardware, qual o problema de ter “menos força” que o concorrente? Quando pensamos em Legend Of Zelda e outros exclusivos da Nintendo que foram lançados nos últimos 3 anos, eles rodam perfeitamente no Switch. Os gráficos são bonitos, os jogos não travam e a experiência de um videogame da Nintendo está presente.

Vale a pena lembrar: o Nintendo Switch é um console para jogar jogos e só, embora o Youtube tenha sido lançado para ele. Além da plataforma de vídeos do Google, nada está disponível para ele até hoje. O que nós consideramos falta de capricho, a Big N entende como “foco no que há de principal no produto”. De fato, a experiência de usar o Switch é única, mas não poder assistir nem O Gambito da Rainha nele é uma escolha um tanto estranha nos tempos atuais.

Memória interna

O Switch vem com 32GB de memória interna, mas na verdade, apenas 25GB estão disponíveis, o que é absurdo para quem pretende comprar jogos pela Nintendo eShop. Só o Zelda ocupa 13GB, o que já leva embora metade do armazenamento interno. Ou seja, é muito necessário que você compre um cartão SD para seus outros jogos, se focar em mídia digital. Gastando um dinheiro a mais, um memory card de 128GB deve ser o suficiente para a maioria dos jogadores, já que poucos jogos passam dos 13GB citados no Zelda.

Jogos

Review: nintendo switch é pura diversão. O nintendo switch é um dos consoles mais populares dos últimos anos. Venha com a gente ver os motivos para tamanho sucesso.

O console não vem com nenhum jogo junto com ele, o que é uma pena, pois além de desembolsar R$2.500 com o videogame, ainda é preciso desembolsar mais com o cartão de memória e com jogos. Até mesmo o básico 1-2 Switch, jogo showcase do console, custa u$50. Muito mais do que realmente vale.

Nesses três anos de vida do console, muitos títulos foram lançados que foram recebidos pela crítica de forma espetacular. Em 2017, ano do lançamento, tivemos Breath of The Wild e Super Mario Odyssey. Em 2018, Pokémon Let’s Go e Super Smash Bros. Ultimate comandaram a lista de mais vendidos, enquanto 2019 Fire Emblem Three Houses e Luigi’s Mansion 3 foram lançados para alegria de todos.

2020 foi um ano mais parado para o console, muito por causa da pandemia, mas seu lançamento de março, Animal Crossing New Horizons, se tornou um dos jogos mais comentados do ano. 

Fora dos exclusivos, todos os Resident Evil lançados para PlayStation 3 e Xbox 360 estão disponíveis, dando a oportunidade de você matar zumbis de forma portátil. Clássicos da Sega, como Sonic 2, ganharam versões atualizadas para o console da Nintendo, que contam com funções que você não encontra em nenhuma outra versão. A Capcom também disponibilizou todos os jogos da franquia Mega Man, inclusive o título mais novo, Mega Man 11, para o console.

Para os amantes de RPG, The Elder Scrolls V: Skyrim está disponível também. Já pensou explorar as montanhas geladas do jogo num ônibus? Você pode com o Nintendo Switch.

Joy-Con

Review: nintendo switch é puro potencial
Dois Joy-Cons vem na caixa do console.

Os controles do Switch são um upgrade dos controles do Wii. Da mesma maneira que eles revolucionaram pelo sensor de movimentos (e toda aquela coisa legal do Wii Sports), o Joy-Con é tudo o que você quiser e um pouco mais. O primeiro ponto positivo para ele vem pelo fato de valer por dois.

Dentro da caixa vem dois Joy-Con que ou grudam na lateral do Switch, ou você usar em uma base ou você dá um lado para um amigo e o outro você usa. Essas são as três maneiras de jogar com o controle da Nintendo.

Eles também possuem leitor de NFC para Amiibo, sensor de movimento e uma tecnologia de som e vibração que você sente como se estivesse contando cubos de gelo caindo em um copo. É genial. O jogo 1-2 Switch continua sendo a melhor forma de mostrar as funcionalidades dos controles, fazendo uso muito bem aplicado da vibração e de seus sensores de movimento.

Os Joy-Con infelizmente vem mostrando durante esses anos no mercado um problema chamado de “drift”, onde mesmo sem mexer no analógico o videogame entende que a alavanca está sendo pressionada levemente. O problema foi muito sério durante os anos iniciais do console, mas agora com o Switch oficialmente no Brasil você pode mandar ele para assistência técnica sem custos, mesmo se o seu Switch não foi comprado originalmente aqui.

Considerações finais

Review: nintendo switch é puro potencial
Não coloque esse cartucho na boca

Embora o Playstation 5 e o Xbox Series estejam lançados, o Nintendo Switch ainda conta com algo que nenhum deles jamais terá: os exclusivos da Nintendo, que sempre são alguns dos jogos mais adorados pela crítica universalmente. Junte a isso a portabilidade que o console é capaz e você tem um aparelho que com certeza vale a pena.

Para o público brasileiro, as coisas melhoraram bastante também. O console pode ser encontrado oficialmente em lojas brasileiras, como a Amazon, pelo preço de R$2.925,08 em até 12 vezes, e muitas lojas contam com jogos no formato de gift cards, na média de preço de R$250,00. Também recentemente, uma loja digital da Nintendo ficou disponível para os donos do console, com mais de 100 títulos disponíveis.

Especificações técnicas

  • 6.2-polegadas, 720p LCD touchscreen
  • Processador: Nvidia Tegra SoC
  • 32GB de armazenamento interno, expansível por cartão microSD
  • 802.11ac Wi-Fi
  • Bluetooth 4.1
  • Porta USB-C no tablet
  • Duas portas USB 2.0 e uma porta USB 3.0 no dock
  • HDMI
  • 4,310 mAh bateria de ion-lítio que dura até seis horas
  • 9.41 x 4.02 x 0.55 polegadas (tablet)
  • Preço: $299.99

O que você achou do Nintendo Switch? Pretende comprar um? Deixe o seu comentário aqui embaixo!

Fontes: The Verge e Wired

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados