REVIEW: Huawei Watch GT, o relógio inteligente perfeito para esportistas

Foto destacada do Huawei Watch GT
Com características impressionantes, o Watch GT da Huawei possui ótimo custo-benefício. Porém, peca em algumas funções extras para se tornar totalmente smart; confira nosso review

Após embarcar no mercado brasileiro com seus smartphones, a Huawei chega com seu segmento de wearables (vestíveis inteligentes, em tradução literal) no país com o Huawei Watch GT. Seguindo os passos da Samsung, a empresa descartou a utilização do Wear OS para utilizar seu sistema próprio chamado de LiteOS. O motivo é bem simples: fazer com que a duração da bateria chegue a impressionante marca de 30 dias de uso com apenas uma carga.

Mas será que ele dura tudo isso mesmo? A Huawei nos forneceu o Watch GT para testes e você confere abaixo nossa análise completa do relógio (quase) inteligente da empresa.

Design

O Huawei Watch GT impressiona à primeira vista, com um design bem premium para o valor que lhe é cobrado. Houve uma preocupação para deixar o Watch GT bem robusto e bonito, misturando alumínio e cerâmica, dando aquela atenção aos detalhes. O aro frontal possui números cravejados em volta, deixando-o com uma aparência de relógio tradicional.

No geral, o smartwatch é muito confortável de usar, a pulseira de borracha não incomodou durante os longos períodos de utilização, o que é importante para um dispositivo feito para estar com o usuário durante todo o dia, inclusive durante o sono.

Apps do Huawei Watch GT
Tela AMOLED no Huawei Watch GT impressiona pela definição e cores vibrantes

A tela de AMOLED de 1,39 polegadas é impressionante, e arrisco a dizer que é a melhor tela presente num smartwatch esportivo até então. A resolução 454 x 454 presente aqui é maior do que a presente na maioria dos relógios da concorrência e entrega cores bem vivas e imagens bem definidas, mesmo sob a luz do sol. O touchscreen é bem responsivo e fácil de usar, mesmo com as mãos suadas ou molhadas, um fator importante para um relógio esportivo.

Há também dois botões interativos na lateral direita do smartwatch que permite que o usuário navegue pelo menu sem utilizar o touchscreen. O botão superior, funciona para ligar/desligar o relógio, ligar a tela e voltar para a tela inicial; já o botão inferior é designado para ser configurado em atalhos de sua preferência, permitindo que o usuário possa iniciar seus aplicativos mais usados de forma fácil enquanto está numa corrida, por exemplo.

Performance e sistema

Enquanto modelos prévios dos smartwatches da empresa vinham equipados com um chipset da Qualcomm, a empresa não deixa muito claro as especificações presentes no Watch GT. Contudo, a navegação pelo sistema LiteOS é extremamente fluida e muito rápida. Durante os testes, o smartwatch não travou ou levou mais que 1 segundo para abrir um aplicativo.

Particularmente, o GPS me atendeu de uma forma excepcional, sincronizando rapidamente com o smartphone e permitindo que os relatórios de corridas e caminhadas sejam acessados instantaneamente pelo usuário. Entretanto, o GPS luta um pouco para se achar nos centros comerciais com muitos prédios, fazendo a linha de caminhada ficar um pouco longe da realidade, mas nada que estrague a experiência num todo.

App fitness do Huawei Watch GT
GPS integrado no Huawei Watch GT é bem preciso e torna o relatório de atividades físicas mais detalhado

Onde o Watch GT mais se destaca, também é seu calcanhar de aquiles. O sistema é extremamente simples e carente de aplicativos por conta da falta do sistema WearOS. O sistema próprio da empresa, o LiteOS, não suporta aplicativos de terceiros, o que significa que funções como pagamentos via NFC, aplicativos de música e bloco de notas que fazem parte do ecossistema de aplicativos já disponíveis para smartwatches, passe longe daqui.

O sistema é tão simples que não é possível realizar tarefas básicas como controlar volume do smartphone, responder mensagens e fazer ligações – até mesmo as notificações de aplicativos não-nativos do smartphone conectado ao Watch GT sofrem para se ajustar na tela do relógio.

Close do Huawei Watch GT
A construção premium do Huawei Watch GT impressiona, o nível de detalhes o torna um smartwatch com um ótimo custo-benefício

Com todas essas limitações, o relógio se torna um wearable com uns toques de smartwatch feito único e exclusivamente para o público esportista, o que exclui uma boa parte de usuários que queiram um “extensão do smartphone”, de fato.

Aplicativos Fitness

O app central para o público esportista é chamado de Huawei Health, onde é mostrado relatórios detalhados sobre as atividades físicas, batimentos cardíacos e sono. O que impressiona aqui é o alto nível de detalhamento desses relatórios. A função sono é uma das mais interessantes, pois mostra com exatidão a duração do sono com a divisão de sono leve, sono pesado e sono REM, além de mostrar a quantidade de vezes que você despertou. Ao final desse relatório, ainda há uma pontuação para o sono e dicas de como melhorá-lo.

Monitoramento de batimento cardíaco do Huawei Watch GT
O monitoramento cardíaco é constante e bem preciso, a função consome pouquíssima bateria

Além disso, o Huawei Watch GT mostra gráficos de suas corridas com monitoramento cardíaco, ritmo e altitude ao longo do exercício, comparando com outros dias e mostrando seu progresso. Não só corridas, mas diversas outras atividades físicas são monitoradas com primor como caminhadas, escalada, ciclismo, natação, triatlo e muitos outros.

O usuário também não precisa se preocupar em molhar seu Watch GT, pois o relógio possui uma certificação de resistência à água em até impressionantes 50 metros de profundidade.

Bateria

Aqui é onde o Huawei Watch GT realmente se destaca com folga de seus concorrentes. A empresa afirma que o relógio aguenta até 30 dias longe das tomadas com uma única carga. Após duas semanas de utilização, a bateria caiu por volta de 57%, uma marca incrível levando em conta a tela de alta definição e o monitoramento de batimentos cardíacos contínuo.

Entretanto, para usuários mais ávidos de todas as funções que o relógio consegue proporcionar como relatórios em aplicativos fitness e GPS em constante uso, a bateria pode durar por volta de 2 semanas, o que impressiona mesmo assim.

Conclusão

É difícil não comparar o Huawei Watch GT com modelos passados e seus concorrentes, sendo nítida a regressão em certos pontos muito importantes para a composição de um smartwatch. Entretanto, para o que a empresa se propôs, o wearable é mais do que bem-vindo com as diversas opções para o público esportista pelo preço que lhe é cobrado.

Visão geral do Huawei Watch GT
O Huawei Watch GT pode não ser um smartwatch completo, mas é bem competente naquilo que se propõe

O Watch GT, além de ficar muito bonito no pulso, possui altos níveis de detalhamento para monitorar sua saúde e exercícios de forma primorosa em um produto com um acabamento bem premium. Mesmo afastando uma boa parcela do público que procura estender a experiência de um smartphone para o relógio, a Huawei mostra que o Watch GT é um ótimo custo-benefício para quem deseja possuir um produto alta qualidade.

O Huawei Watch GT pode ser encontrado no varejo pelo preço de R$ 1.349,00 nas cores verde-escuro e vermelho.

Especificações do Huawei Watch GT

ModeloHuawei Watch GT
Dimensões46,5 x 46,5 x 10,6 mm
PesoAprox. 46 gramas
TelaAMOLED 1,39 polegadas
454 x 454 pixels
GPSSim
ConectividadeBluetooth 4.2
SensoresAcelerômetro, Giroscópio, Magnetômetro, Sensor de frequência cardíaca
Sensor de luz ambiente, barômetro
BateriaAté 30 dias de uso
Resistência à águaSim, até 50 metros de profundidade
Cores da pulseiraVerde-escuro, Laranja
PreçoR$ 1.349,00
  • Design - 9/10
    9/10
  • Performance - 8.5/10
    8.5/10
  • Sistemas e aplicativos - 5/10
    5/10
  • Bateria - 10/10
    10/10
8.1/10

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe um comentário: