REVIEW: Samsung Galaxy A7 2018, um intermediário em corpo de top de linha

Samsung Galaxy A7 - Sensor de Impressão Digital
O novo Samsung A7 (2018) não pode mais ser chamado de smartphone intermediário, trazendo recursos que nem alguns topo de linha possuem, como a câmera tripla

Comecei a testar o Samsung Galaxy A7 2018 acreditando que se tratava de um smartphone intermediário (mid-range), sem funcionalidades inovadoras e com desempenho capaz de agradar apenas usuários menos exigentes. Me surpreendi.

Antigamente,  mid-range era um modelo com algumas limitações de hardware, CPU mais lenta, câmera meia boca, que engasgava nos games mas que atendia grande parte das necessidades normais de um usuário mobile. Só que de uns anos para cá, a barra foi levantada por alguns super smartphones como o Galaxy S9, da Samsung e o iPhone X, da Apple, e o tal do mid-range também subiu na escala.

Galaxy A7 2018 é um bom exemplo. Seu design é bem semelhante aos modelos top da empresa, traz três câmeras que permitem tirar fotos excelentes em qualquer ambiente e roda jogos de última geração sem qualquer problema. Obviamente, existem algumas limitações: o processador é um pouco mais lento que os modelos top (mas é de 8 núcleos), ele utiliza a porta micro-USB e não USB-C e a tela “infinita” é menos infinita que a dos irmãos mais caros. Mesmo assim, de mediano o Galaxy A7 2018 não tem nada.

A7 em resumo

Prós

  • Três câmeras trazem grande versatilidade
  • Design igualzinho ao S7 para você posar de playboy
  • Tela fantástica de Super AMOLED
  • Compatível com Samsung Pay ou Google Pay

Contras

  • Usa o ultrapassado micro-USB
  • Não é à prova d’água

Samsung Galaxy A7 por fora

Com um look semelhante ao S9, o Galaxy A7 2018 tem algumas pequenas diferenças. A traseira é de metal e vidro o que lhe dá uma cor metálica vibrante que pode não agradar quem prefere  um celular mais discreto.

O sensor de impressão digital fica no botão de liga/desliga, na lateral, abaixo dos botões de volume, o que torna seu uso bastante prático.  Logo você se acostuma a pegar o aparelho com o polegar sobre o sensor e desbloqueá-lo imediatamente. Nem precisa apertar o botão. É possível configurar o gesto de passar o dedo para cima e para baixo sobre o sensor para descer e subir os menus de notificações e configurações. Na outra lateral, apenas o slot para os cartões nano-SIM e microSD.

A traseira é totalmente limpa, com apenas um retângulo levemente saliente onde ficam as três câmeras e o LED do flash logo abaixo. Embaixo, a saída de áudio para fone de ouvido resiste bravamente, junto com outra porta velha: a micro-USB. Enquanto os modelos top trazem a USB-C, que entre outras modernidades permite o carregamento mais rápido da bateria, o Galaxy A7 2018 ainda utiliza essa conexão antiga.

Tela

Samsung A7 tela
Samsung A7 tela

Apesar da denominação “infinity display” a tela do Galaxy A7 2018 não é curva como a dos modelos top e mantém bordas pretas, incluindo o espaço para a câmera frontal na parte superior. Mas é uma senhora tela, com 6 polegadas, tecnologia Super AMOLED e resolução de 1080 x 2220 pixels. Com cores vivas que saltam aos olhos e pretos profundos ela não deixa nada a desejar em relação a smartphones mais caros. É ótima para games e para assistir vídeos. O desempenho em lugares abertos com sol é muito bom também.

Câmeras

Samsung A7 - Foco Dinâmico
Samsung A7 – Foco Dinâmico

Vamos falar de coisa boa, vamos falar da câmera tripla do Galaxy A7 2018. Não é a melhor câmera do mercado, mas é muito versátil e permite tirar fotos com qualidade profissional. São três conjuntos de lentes e  sensores : o principal faz fotos de 24MP (o suficiente para imprimir um pequeno poster, se você quiser), abertura de f/1.7 e tecnologia PDAF. Isso garante foco preciso e rápido e uma boa sensibilidade para fotos noturnas. Ela não tem estabilização ótica, apenas digital, mas mesmo assim é uma câmera digna de um smarphone top. A segunda câmera tem um sensor de profundidade e serve para criar o efeito de fundo desfocado conhecido como bokeh ou modo retrato mas que no Samsung é chamado de foco dinâmico. A terceira câmera é uma grande angular de 8MP  (f/2.4, 13mm) e 120º de campo de visão que permite tirar fotos estilo GoPro ampliando bastante o ângulo mas distorcendo a imagem.

Esse hardware todo gera um monte de opções e modos no software da câmera para você se divertir. Passando o dedo na tela você navega por nada menos que nove modos de foto e vídeo. São eles:

Panorâmico: Foto de 360º feita girando o aparelho.

Beleza:  Ajusta automaticamente a foto para melhores tons de pele, olhos e iluminação.

Foco Dinâmico: É onde você usa as duas câmeras em conjunto para desfocar uma parte da foto e ressaltar outros. O resultado pode variar muito de acordo com a imagem, deixando a foto com aspecto profissional ou a estragando completamente. Ele também deixa o disparo um pouco mais lento então não é recomendável para fotos de ação. Outra inconveniência é que as imagens ficam mais escuras. Melhor fazer suas fotos com fundo desfocados em lugares abertos.

Pro: Traz controles de ajuste manual de ISO e exposição, mas como não é possível controlar velocidade e a abertura é fixa, não é tão Pro assim.

Otimizador de cena: Ajusta automaticamente as cores, contraste e brilho da imagem de acordo com a cena. São 19 categorias: Comida, Retratos, Flores, Interiores, Animais, Paisagens, Jardim, Arvores, Céu, Montanhas, Praias, Nascer e Pôr do Sol, Aquática, Cenas de Rua, Noturnas, Cachoeira, Neve, Pássaros e Texto.

Automático: Permite escolher entre a lente normal e a grande angular que consegue colocar todo mundo na foto e pode ser utilizada para efeitos cômicos criando selfies com narigões.

Movimento Lento: Produz vídeos em câmera lenta. Suspeito de truque digital já que a câmera só filma em 30fps e para uma câmera lenta sem perda de qualidade seriam necessários 60fps.

Emoji AR: Coloca orelhinhas de coelho e outros adereços nas fotos e filmes de seus amigos. Também é possível criar um avatar My Emoji com dezenas de gifs animados com sua cara emojizada.

Timelapse : Cria filmes ultrarápidos juntando fotos tiradas com alguns segundos de intervalo.

A câmera frontal também não é de se jogar fora, com 24MP tem suas opções como Foco de Selfie, que faz autoretratos com fundo desfocado, o Emoji AR e um selfie panorâmico capaz de incluir toda uma torcida organizada em uma única imagem.

A interface do app de fotos é bem resolvida, mesmo com todas essas opções disponíveis. Para trocar entre as câmeras traseiras e a frontal basta passar o dedo na tela para cima e para baixo. Quanto aos vídeos, eles podem ser feitos em full HD (1920 x 1080) ou FHD+ (2224 x 1080).

Dificilmente você vai encontrar um smartphone com tanta versatilidade na hora de tirar fotos. Sua câmera principal não é a melhor do mercado, mas ele ganha muitos pontos com a variedade de opções que põe nas suas mãos.

“A câmera principal não é a melhor do mercado, mas ele ganha muitos pontos com a variedade de opções que põe nas suas mãos.”

Compare as imagens das câmeras principal e wide-angle

REVIEW: Samsung Galaxy A7 2018, um intermediário em corpo de top de linha 6 REVIEW: Samsung Galaxy A7 2018, um intermediário em corpo de top de linha 7 REVIEW: Samsung Galaxy A7 2018, um intermediário em corpo de top de linha 8 REVIEW: Samsung Galaxy A7 2018, um intermediário em corpo de top de linha 9 REVIEW: Samsung Galaxy A7 2018, um intermediário em corpo de top de linha 10 REVIEW: Samsung Galaxy A7 2018, um intermediário em corpo de top de linha 11

Hardware e desempenho

O Galaxy A7 2018 tem um desempenho bem próximo ao dos modelos da linha S e dificilmente você vai ter algum problema ao utilizar os aplicativos. Rodou bem jogos como Asphalt 9 e PUBG Mobile (com gráficos em Medium). Somente os que precisam de realmente todo poder de uma CPU precisam se preocupar com isso. Ou seja, se você não é um gamer hardcore, nem vai utilizar seu smartphone com um óculos de realidade virtual, pode ir de A7 sem medo.

Sistema e Recursos

O sistema operacional é o Android 8 Oreo e não o Android 9 Pie, o que é uma pena. Não há previsão de quando ele será atualizado.

Em vez de um botão, como no S9, o assistente pessoal Bixby é acionado com um swipe para a esquerda na tela inicial. Ele funciona basicamente como uma central de aplicativos permitindo que você veja seus tuítes, mensagens, fotos, toque músicas e peça um Uber em uma única tela. Também pode ser integrado a outros apps, como o da câmera, para permitir alguns truques de inteligência artificial. Você pode, por exemplo, fotografar um objeto com o Bixby acionado e ele vai procurar imagens semelhantes na internet. Divertido e útil para quem busca referências de imagens. Também é possível fotografar um texto e traduzi-lo instantaneamente, com resultados não tão bons quanto os do Tradutor do Google mas que quebram o galho. Infelizmente, o Bixby ainda não permite comandos de voz em português como os concorrentes Siri e o Assistente Google. Mesmo assim, a integração com a câmera é bastante útil e divertida.

Samsung Bixby Tradutor
Samsung Bixby Tradutor

Não tive problemas com o sensor de impressão digitais, exceto na hora de configurar minha digital. Precisei tentar três vezes até ele aprovar meu dedão, provavelmente resultado do sensor ser bem estreito. Mas, uma vez configurado, ele não errou nenhuma tentativa de desbloqueio. Com o reconhecimento facial não tive tanta sorte, simplesmente não funcionou. O Galaxy A7 2018 traz ainda a possibilidade de desbloqueio automático por localização, o que é bem prático. Você pode ter o aparelho sempre desbloqueado em casa, por exemplo.

Samsung A7 - Sensor de Impressão Digital
Samsung Galaxy A7 – Sensor de Impressão Digital

Bateria

A bateria de 3300mAh dá conta de manter o aparelho vivo por um dia inteiro de uso normal. Obviamente, se você passar algumas horas vendo vídeos no Netflix ou jogando PUBG ela se esvai bem mais rapidamente. Quando chega perto do fim, o aparelho reduz automaticamente a luz da tela e realiza outros truques para economizar energia.

Infelizmente, o Galaxy A7 2018 não tem carregamento rápido então é preciso deixá-lo na tomada por cerca de duas horas até ele carregar completamente.

Samsung Galaxy A7 (2018) embaixo
Samsung Galaxy A7 (2018) embaixo

E aí, vale a pena?

Custando R$ 2.199 (64GB) e R$ 2.499 (128GB), o Samsung A7 (2018) não é um smartphone barato. Mas, como já deu pra perceber, ele é bem parrudo e deve ficar muito ofendido ao ser chamado de intermediário.

No final das contas, o Samsung Galaxy A7 2018 se mostrou um ótimo celular para quem produz conteúdo para mídias sociais. Acredito que esse seja o público alvo do lançamento, pois as grandes possibilidades criativas  que suas câmeras proporcionam  dão uma grande vantagem para quem precisa clicar, editar e postar imagens a todo momento.

“Se você não é um gamer hardcore nem vai utilizar óculos de Realidade Virtual, pode ir de Samsung A7 sem medo”

Tabela de especificações

Tela Touchscreen Super AMOLED de 6 polegadas, com 16 milhões de cores e resolução de 1080 x 2220 pixels (411 pixels por polegada); aspecto 18.5:9
CPUExynos 7885 com oito núcleos (2 núcleos de 2.2 GHz Cortex-A73 e 6 núcleos de 1.6 GHz Cortex-A53);GPU Mali-G71
RAM4GB
Armazenamento128 GB, 4/6 GB RAM or 64 GB (expansível via cartão microSD de até 512GB; slot compartilhado com SIM )
Câmera (traseira)
Tripla com lentes de 24 MP, f/1.7, 27mm (wide), 8 MP, f/2.4, 18mm (ultrawide) e 5 MP, f/2.2, com foco PDAF sensor de profundidade, flash LED, panorama e HDR, grava vídeo a [email protected] (gyro-EIS)
Câmera (frontal)24 MP, f/2.0, 26mm (wide), HDR, [email protected]
ConectividadeDual-SIM com 4G, Wi-Fi a/b/g/n/ac (dual-band), Bluetooth 5.0 (com A2DP  e modo low-energy), GPS, A-GPS, GLONASS, BDS, NFC e Rádio FM
PortasConexão de 3,5 mm para fones de ouvido; MicroUSB
BateriaLi-Po com 3.300mAh
Dimensões159.8 x 76.8 x 7.5 mm
Peso168 gramas
CoresPreto, azul e cobre
OS
 Android 8.0 Oreo
Acelerômetro
Sim
Preço
R$ 2.199 (64GB) e R$ 2.499 (128GB)

6 Comentários

Clique aqui para postar um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Bom eu nao entendo como o a7 2016 tem o carregamento rapido eo 2018 nao tem,pois vou ficar com o meu 2016 mesmo que e otimo…o 2018 a bateria do mesmo tanto do 2016,ja era pra ter evoluido ne,ai melhoram umad coisas e tiraram outro.smartphone sem carregamento rapido eu nao qro mas nunca e tambem essa camera sem estabilidade e pessima,no meu 2016 o defeito que eu acho e so esse,as vezes a foto fica toda tremida que e isso,mas fora isso e um otimo aparelho,i o meu ta novinho ainda,voi ficar com ele mesmo

  • Comprei um e Estou Gostando muito dele! Apesar do micro USB não ser C, não vir uma capinha e não ter proteção contra água (mancadas da Samsung) e um ótimo smartphone! Acho que seu ponto mais forte são as cameras, a frontal então e ótima para selfie! Um amigo possui um S9 e até ele ficou surpreso com elas! Satisfação total com o produto! Inclusive com a interface da Samsung!

  • Péssimo! !!!! Com apenas cinco dias de uso parou de funcionar. Não liga. Tive que mandar para a assistência técnica. Totalmente decepcionada. Muito caro. Pior custo beneficio.

Receba notícias por e-mail

Receba notícias no seu e-mail
Holler Box
%d blogueiros gostam disto: