Review – Samsung Galaxy J5 Pro

IMG 20180104 150731762 HDR - Review - Samsung Galaxy J5 Pro
Veja o que nós achamos do Galaxy J5 Pro, o celular intermediário da Samsung. Será que vale a pena? Confira!

Introdução

O Galaxy J5 Pro faz parte da linha de smartphones intermediários da Samsung. Ele fica justamente no meio termo entre o básico e o intermediário, já que traz uma tela Super AMOLED de 5,2 polegadas, um processador fabricado pela própria gigante sul-coreana, no caso o Exynos 7870 e 32 GB de espaço interno.

Levando em consideração que os celulares intermediários são os mais vendidos no Brasil, decidimos analisar este aparelho. Será que ele vale a pena ser comprado? É uma boa aquisição para quem não deseja gastar muito em um smartphone? Descubra nos próximos parágrafos de nosso review.

Design

A linha J é conhecida por ser mais barata e, por isso, usar plástico na composição de sua carcaça. Mas isso não ocorre com o Galaxy J5 Pro. Ele tem corpo totalmente de metal, o que com certeza confere um ar de sofisticação e robustez ao aparelho. À primeira vista o smartphone com certeza agradará aos olhos da maioria dos usuários.

A parte traseira se estende até as laterais, resultando numa curvatura bem elegante. Ainda na traseira, vemos duas linhas na parte inferior e superior, que são as antenas. Mas o desenho delas se tornou harmonioso com o design geral.

IMG 20180104 150258005 LL 720x405 - Review - Samsung Galaxy J5 Pro

Ele possui uma tela de 5,2 polegadas e, por isso, temos aqui um celular de dimensões não muito grandes. Ele cabe confortavelmente até em mãos menores, o que deixa a pegada e usabilidade bem confortáveis. Porém, por ter o corpo todo de metal e lateais curvadas, ele é bastante escorregadio. Portanto, se você não for usar uma capinha, trate de segurar o Galaxy J5 Pro com bastante firmeza.

Na lateral esquerda ficam quase todos os botões. Lá encontramos os dois botões de volume e os dois slots. O menor serve para encaixar o SIM card e o maior para colocar mais um SIM Card e um cartão de memória de até 256 GB. Na lateral direita fica o botão de Liga/Desliga e a saída de áudio. Eu, em alguns momentos, tampei a saída de áudio com o dedo, especialmente quando segurava o celular na horizontal.

Portanto, o design do aparelho é bem satisfatório e não me decepcionou em nada.

Tela

A tela é outro fator que não decepciona. Estamos falando aqui de um painel Super AMOLED de 5,2 polegadas. Talvez a única ressalva fique por conta da resolução, que é de 1280 x 780 pixels, ou seja, HD. Aqui seria interessante termos uma tela Full HD, já que celulares na mesma faixa de preço, como a linha Moto G, da Motorola, já traz aparelhos com telas Full HD.

IMG 20180104 150212038 720x405 - Review - Samsung Galaxy J5 Pro

Quanto ao resto não tenho nenhuma reclamação. As cores são vibrantes, o ângulo de visão é amplo e ela tem um ótimo brilho. Mesmo sob o sol do meio dia é possível enxergar tudo o que está na tela sem problemas. Além disso, a Samsung incluiu também um sensor de luminosidade, assim o brilho muda automaticamente. Essa característica não está presente em outros aparelhos da linha, como o Galaxy J5 Prime, que também já resenhamos aqui.

Portanto, mais um ponto positivo para a Samsung.

Desempenho

Vamos falar agora do desempenho do Galaxy J5 Pro. Talvez esse seja o ponto mais crucial do aparelho. Ele conta com um processador octa-core Exynos 7870 com clock de 1,6 GHz, processador gráfico Mali-T830 MP2 e 2 GB de RAM e 32 GB de armazenamento interno.

É um conjunto de hardware aceitável para os padrões atuais mas que, na prática, me deu um pouco de raiva. Nos primeiros dias usando o aparelho não tive maores problemas. Os aplicativos abriam com rapidez, as animações eram fluídas e a execução das tarefas era bem satisfatória.

IMG 20180104 150507836 HDR 720x405 - Review - Samsung Galaxy J5 Pro

Porém, com algumas poucas semanas de uso o celular já começou a engasgar. O problema mais comum que notei foi a demora em abrir os aplicativos. Levava uns 3-5 segundos para abrir o Instagram, por exemplo. O app do Facebook então, nem se fala, demorava mais ainda. A abertura da câmera também se mostrou lenta e a alternância entre os aplicativos constantemente costumava resultar em leves travadas mas que irritavam.

Sendo assim, percebi que os 2 GB de RAM são insuficientes. Ou a Samsung melhora o gerenciamento de RAM via software ou os usuários vão ter que ter bastante paciência para usar o Galaxy J5 Pro. Uma outra solução teria sido colocar 3 GB de memória, mas isso não é mais possível.

Portanto, o desempenho deste aparelho não me agradou muito e me fez passar bons momentos de raiva.

Software

Galaxy J5 Pro já vem com o Android 7.0 Nougat de fábrica. Este é um dos primeiros smartphones da linha J a já vir com a sétima versão do Android. Sendo assim, já encontramos nele a interface renovada da TouchWiz, que é a interface de usuário da Samsung.

Ou seja, para acessar a gaveta de apps, por exemplo, basta arrastar o dedo de baixo para cima em qualquer canto da tela, os ícones são os mesmos do Galaxy S8 e os menus de configuração estão mais organizados.

IMG 20180104 150939487 HDR 720x405 - Review - Samsung Galaxy J5 Pro

Sim, ainda temos alguns aplicativos próprios da Samsung pré-instalados, como é o caso do gravador de voz, o navegador de Internet e o Health. Vem no pacote também o Flipboard, o Opera Max, o pacote Microsoft Office e os apps do Google, que são obrigatórios.

Mas uma das coisas que eu mais gostei no software da Samsung foi o Dual Messenger. É possível colocar duas instâncias do WhatsApp e do Facebook Messenger, por exemplo. Isso facilita a vida de quem tem um número pessoal e outro comercial, por exemplo. Há também a Pasta Segura, que salva arquivos e aplicativos em uma pasta com forte criptografia.

Câmeras

Confesso que não esperava muito das câmeras, mas pelo menos a traseira me surpreendeu. Ela tem 13 MP  e lente com abertura f/1,7. Isso significa que a lente é mais aberta e pode captar mais luz. Na época que estava testando o Galaxy J7 Pro fiz uma viagem para Natal e as fotos que fiz lá ficaram bem boas. Abaixo você pode conferir uma galeria com algumas fotos que tirei com o aparelho e que não passaram por edição alguma.

Logicamente que se você for olhar os detalhes perceberá uma falta de nitidez, perda de definição em alguns pontos, especialmente quando a foto tem áreas muito claras ou muito escuras. Mas isso só é perceptível para os olhares mais atentos. Para quem só quer postar as fotos nas redes sociais, a câmera se sai muito bem.

Em boas condições de iluminação, as fotos realmente saem muito boas. E mesmo em ambientes com pouca luz temos pouquíssimo ruído. Essa é o resultado de um bom processamento de imagem com uma lente mais aberta, capaz de capturar mais luz. A saturação não está tão forte também, o que contribui para deixar as imagens mais realistas.

Quanto à câmera frontal, ela também tem 13 MP e uma lente com abertura f/1,9. Ela é um pouquinho mais escura que a câmera traseira, mas nada que comprometa. As selfies ficam boas. A única coisa que achei ruim foi que as luzes saem um pouco estouradas. Então, se eu já sou branco, em algumas fotos saía ainda mais branco, como se tivesse uma luz diretamente no meu rosto. Confira abaixo algumas fotos que eu fiz com o aparelho:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Bateria

A bateria do Galaxy J5 Pro é de 3.000 mAh e, pelo menos para o meu uso, foi suficiente. Tirava ela do carregador com 100% às 6 horas da manhã e só voltava a carregar à noite, por volta das 11 horas da noite. A bateria sempre chegava numa média de 20% às 11 horas. Em minha opinião, é uma autonomia bem satisfatória.

Ele leva cerca de 2h20min para ir de 0 a 100%. Assim, se você precisar de uma carga rápida, conseguirá umas boas horas de uso mesmo se colocar para carregar por poucos minutos.

Conclusão

Assim, ao final dos meus testes com o Galaxy J5 Pro, senti que é um celular bem consistente e que melhora um pouco a linha Galaxy J. O acabamento em metal realmente deixa o aparelho mais bonito e mais sofisticado. O software também não deixa a desejar e a interface renovada é bem bonita e fácil de usar.

O que mais me surpreendeu foi a câmera traseira, que conseguiu me entregar ótimas fotos. A bateria também é um ponto que certamente não vai decepcionar o usuário.

IMG 20180104 150824841 HDR 720x405 - Review - Samsung Galaxy J5 Pro

A maior ressalva que eu tenho para com esse aparelho realmente é o seu desempenho, que, mesmo para um celular intermediário, ficou bem abaixo do que eu esperava. Digamos que ele é um intermediário com desempenho de celular básico, de entrada. A Samsung devia ter colocado aqui 3 GB de Memória RAM ao invés de apenas 2 GB. A tela, apesar de ser boa, bem que poderia ser Full HD.

Assim, só sugiro a compra do Galaxy J5 Pro se você gostar do ecossistema da Samsung e conseguir encontrá-lo por cerca de R$ 900. Acima disso, é possível comprar celulares com desempenho melhor, como o Moto G5S Plus.

Comentários do Facebook

Receba Notícias por E-mail:

Share via