Início » MOBILE » Android » Review: Samsung Galaxy Note 8.0 (GT-N5100)
Android Geral REVIEWS Tablets & e-Readers

Review: Samsung Galaxy Note 8.0 (GT-N5100)

imagem note8 001 - Review: Samsung Galaxy Note 8.0 (GT-N5100)
Review do Galaxy Note 8.0, tablet da Samsung que veio para mostrar que existe sim uma forma confortável e precisa de utilizar uma caneta stylus em um tablet.

imagem note8 001 720x568 - Review: Samsung Galaxy Note 8.0 (GT-N5100)

Anunciado em fevereiro de 2013 e oficialmente lançado em 5 de abril, o Samsung Galaxy Note 8.0 chegou no Brasil em julho do mesmo ano.

O Galaxy Note 8.0 veio para mostrar que existe, sim, uma forma confortável e precisa de utilizar uma caneta stylus em um tablet. Pela primeira vez (pelo menos na minha opinião), um tablet com Android se mostra superior a qualquer outro do mercado em sua categoria.

Design, construção do aparelho e “pegada”

O Galaxy Note 8.0 segue o mesmo padrão dos demais aparelhos da linha Galaxy da Samsung, especialmente dos smartphones, inclusive, diferente do Galaxy Note 10.1 ele se apresenta otimizado para ser utilizado por padrão a posição portrait.

O Galaxy Note 8.0 possui 203.1 x 135.9 x 7.95 mm, chega a ser mais fino que muitos smartphones o que torna este tablet bastante leve, variando entre 340g o modelo mais leve, apenas com WiFi e 347g o modelo mais pesado com o 4G/LTE, 3G e WiFi.

Como todo aparelho da linha Galaxy, a carcaça é totalmente de plástico (a Samsung podia rever isso). Na parte frontal, o aparelho apresenta o auricular, os sensores, a câmera frontal, o botão físico (home) e os botões virtuais (menu e back).

Não existe uma “tampa” traseira, porém existe duas portas pequenas para a inserção do SIMcard e para o cartões de memória microSD. Na parte traseira se apresenta ainda uma câmera e o dock da S-Pen.

O Galaxy Note 8.0 está disponível apenas na versão branca.

Tela

A tela traz um diferencial com relação a maioria dos aparelhos da linha Galaxy que é utilizar um display Super Clear LCD WXGA TFT no lugar do famoso AMOLED comum nos outros aparelhos da linha, porém, no uso diário, você entende o motivo de se ter optado por um display com cores menos saturadas, priorizando as cores mais frias e os tons mais claros uma vez que o uso ideal para este tablet ao meu ver é como um caderno digital e como um leitor de artigos, livros e afins, funções que acabam sendo desconfortáveis para a vista ao se priorizar os tons quentes e saturadas.

Apesar de não utilizar um display AMOLED as cores não apresentam a sensação de serem tão “lavadas” como os usuários acostumados com as telas LED da Samsung sentiram ao testar as telas IPS.

O display tem 8 polegadas e apresenta uma resolução de 1.200 x 800 pixels, 16 milhões de cores, porém manteve a mesma densidade do Galaxy Note II apesar de suportar até 189ppi.

Sistema Operacional

O sistema operacional que vem no Galaxy Note 8.0 aqui no Brasil é o Android 4.1.2, porém a versão 4.2.2 já está disponível para outros países e muito provavelmente este aparelho receberá ainda o Android 4.3 ou mesmo o 4.4 KitKat.

Launcher

O launcher é o TouchWiz Nature UI, que é também o padrão de todos aparelhos da Samsung que utilizam o Sistema Operacional Android, exceto os que fizeram parte da linha Nexus.

imagem note8 002 720x384 - Review: Samsung Galaxy Note 8.0 (GT-N5100)
O visual do TouchWiz UI no Galaxy Note 8.0

Eu sinceramente não consigo me adaptar a este launcher por ser muito pesado, lento e pouco fluido. Felizmente existem launchers alternativos que corrigem estes problemas e deixam o seu tablet com uma agilidade e fluidez melhor, próximas à de um aparelho utilizando o Android AOSP como os launchers Apex e Nova que vocês podem conferir aqui, inclusive o Apex já traz o visual do novo Android 4.4 KitKat.

imagem note8 003 720x384 - Review: Samsung Galaxy Note 8.0 (GT-N5100)
Laucher Nova Prime rodando no Galaxy Note 8.0

Som

O som não surpreende, mas também não decepciona.

Conectividade e Comunicação

A versão que venho utilizando é o modelo 3G que apresenta suporte à conexão nas redes de dados GPRS Class 12 (32-42 kbps), EDGE HSDPA 21 Mbps e HSUPA 5.76 Mbps, funcionalidades WiFi 802.11 a/b/g/n e compartilhamento (Roteador) de ponto de acesso WiFi, DLNA, micro USB 2.0 com suporte a MHL e Bluetooth 4.0 com A2DP.

Existe a versão que apresenta apenas a conexão WiFi 802.11 a/b/g/n e a versão 4G/LTE que além das conexões do 3G e do WiFi é compatível com as frequências (800, 850, 900, 1.800, 2.100 e 2.600 MHz), mas a versão 4G/LTE não foi lançada no Brasil.

O Galaxy Note 8.0 possui GPS (com aprimoramento de informação por aGPS) e suporte ao sistema GLONASS de posicionamento global. GPS para mim é essencial em um tablet e como todo Android o Galaxy Note 8.0 é sensacional para se utilizar em campo já que apresenta uma precisão excelente mesmo estando off-line.

Câmera

O Galaxy Note 8.0 traz uma câmera traseira de 5MP (2.592 x 1.944 pixels) e uma frontal de 1.3MP.

Uma câmera frontal em um tablet é bem útil para a comunicação, já a traseira deve servir mais como uma opção de backup ou para ser utilizada como scanner e os 5MP dão conta do recado.

A câmera traz ainda os recursos de geo-tagging, touch focus, detecção de face e estabilização de imagem.

A câmera filma (camcorder) em HD (720p) a 30fps, mas vou ser sincero, nem experimentei.

Capacidade de Armazenamento

O Galaxy Note 8.0 apresenta duas opções de armazenamento, de 16 ou 32 GB, porém não encontrei aparelhos com 32 GB à venda no Brasil. No modelo de 16 GB, apenas 9.9 GB estão disponíveis para o usuário, o restante está destinado para o gigante e pesado sistema operacional TouchWiz que é o Android customizado pela Samsung.

O tablet aceita ainda cartões de memória micros e microSDXC com capacidade de até 64 GB.

Bateria

A bateria não removível de Li-Ion 4.600 mAh me surpreendeu muito, mesmo com uso intenso durante os testes durou mais de um dia com facilidade.

Estou usando este tablet há mais de dois meses e no dia-a-dia, jogando um pouco, navegando no 3G, lendo livros e ouvindo musicas por streaming, tenho recarregado a bateria dia sim, dia não.

Performance Geral

O aparelho que é equipado com o processador Samsung Exynos 4412 Quad SoC 1.6 GHz quad-core Cortex-A9, GPU Mali-400MP e possui 2 GB de RAM.

Fiz testes de benchmark no AnTuTu Benchmark, Quadrant Standard Edition, CF-Bench e Vellamo Mobile Benchmark e os resultados foram muito bons, ficando o aparelho atrás apenas dos modelos lançados após ele.

imagem note8 006 antutu quadrant - Review: Samsung Galaxy Note 8.0 (GT-N5100)

imagem note8 005 cf bench - Review: Samsung Galaxy Note 8.0 (GT-N5100)

imagem note8 004 bench vellamo 720x384 - Review: Samsung Galaxy Note 8.0 (GT-N5100)

Multitarefas

Não é novidade e a Samsung está de parabéns com o multitarefa.

imagem note8 007 multitarefas 720x384 - Review: Samsung Galaxy Note 8.0 (GT-N5100)

Utilizei a função multitarefas para estudar, com um livro e um aplicativo de note aberto e achei sensacional. Utilizei também com o GPS, com o mapa e uma caderneta abertos e para as minhas necessidades de trabalho se tornou a melhor opção do mercado.

Testes com jogos

A experiência com jogos no Galaxy Note 8.0 foi boa de uma forma geral, apenas em alguns jogos a densidade de tela fez parecer que a tela do jogo foi esticada para caber na tela de 8 polegadas, porém não senti problemas de lentidão ou lag em jogos que exigem mais do processamento, em especial do processamento gráfico como o Asphalt 8 apesar desta função não ser o forte do aparelho.

imagem note8 008 games 720x384 - Review: Samsung Galaxy Note 8.0 (GT-N5100)

Os jogos que tenho utilizado no Galaxy Note 8.0 além do Asphalt 8 são:  QONQR do qual sou Beta Tester, o Ingress, o Candy Crush, o Clash of Clans e Angry Birds Go!

Testes de leitura e estudo

Assim como em outros aparelhos da linha Galaxy, o tablet traz a opção de Modo de Leitura nos toggles da tela de notificações que otimiza a iluminação e a saturação da tela para a leitura em aplicativos como o Readers Hub da Samsung e o Play Livros do Google. Realmente funciona, a leitura é super confortável, não tive a menor dificuldade e pela primeira vez estou lendo um livro na íntegra em um tablet.

Outro ponto interessante é o uso do tablet para estudar. Se o seu documento, livro, apostila ou qualquer outro material de estudo estiver digitalizado, você pode inclusive utilizar a canetinha (S-Pen) para ir grifando, marcando, escrevendo, comentando, criando lembretes, referências, etc. algo que até então eu julgava ser impossível em um tablet.

Utilizando a função multitarefas, mantendo o livro e uma caderneta abertos simultaneamente me permitiu ler e fazer minhas anotações substituindo um livro e um caderno ao mesmo tempo.

Testes com a S-Pen

O desempenho da S-Pen é muito bom, a resposta é super rápida e a mesma apresenta vários níves de reconhecimento de pressão.

Quem já utilizou um Galaxy Note II sabe que é possível utilizar o gadget como caderneta de anotações manuscritas mas a escrita até então não era confortável, porém o Galaxy Note 8.0 revoluciona neste quesito, a escrita é super confortável e precisa, me senti literalmente utilizando um caderno digital.

Eu pessoalmente utilizo o APP Bamboo Paper da Wacom como caderno digital e o próprio S-Note da Samsung.

A S-Pen também é super útil para fazer desenhos, inclusive a Autodesk criou uma versão do seu APP SketchBook otimizada para o uso neste aparelho. Fazer tratamento de imagens com a S-Pen também é fantástico. A Samsung disponibiliza no aparelho entre os seus APPs proprietários o Paper Artist que é bem legal também. Outro aplicativo que se passa a ser utilizável em um gadget móvel é o Adobe Photoshop Touch.

Com relação ao design, a S-Pen recebeu muitas críticas dizendo ser difícil por conta dos chanfros e formato, além de colocar e retirar do dock. Realmente, no início, se você não é usuário de nenhum Galaxy Note, você perde alguns milésimos de segundos nestas atividades mas logo se acostuma.

O teclado do Galaxy Note 8.0, como para os Galaxy Note anterior, traz ainda a função de reconhecimento de escrita que é muito precisa e conta com predição de palavras tão boa quanto para o teclado virtual. O interessante é que o usuário não precisa aprender da forma que o aparelho reconhece mas sim o aparelho que acaba aprendendo a forma que o usuário escreve.

Versões

– Samsung Galaxy Note 8.0 WiFi GT-N5110 pode ser encontrado, em média, por R$ 999,00 no Extra, Casas Bahia, Ponto Frio e outras redes de varejo.

– Samsung Galaxy Note 8.0 3G & WiFi GT-N5100 pode ser encontrado por preços que variam de R$ 1.170,00 a R$ 2.300,00 na Fast Shop, Extra e outras redes de varejo.

– Samsung Galaxy Note 8.0 4G/LTE, 3G e WiFi GT-N5120 (não lançada no Brasil)

Conclusão

Galaxy Note 8.0 é o melhor tablet que já tive em mãos, desde tablets com Android, iOSWindows Phone, é um verdadeiro caderno digital.

Comentários do Facebook