Round 6. Créditos: netflix/divulgação

Round 6 na vida real | Showmetech TRIO

Avatar of lucas gomes
Além do Round 6 na vida real, você também verá notícias sobre a relação de Assassin’s Creed Unite com Notre-Dame e a primeira prótese ocular em 3D. Confira!

No nosso trio semanal de notícias da vez, falaremos sobre a adaptação de um dos maiores sucessos da Netflix para o público do YouTube, além de desmentir uma crença popular sobre a reconstrução de Notre-Dame com o auxílio de modelos 3D da Ubisoft (spoiler: não aconteceu) e a primeira prótese ocular impressa em 3D. Sem mais delongas, vamos às notícias!

Round 6 na vida real (sem as mortes)

Sucesso de audiência desde sua estreia em setembro deste ano, Round 6 — ou Squid Game, em seu nome original — é um seriado com suspense, ação e pitadas de comédia que vem tomando vários espectadores da Netflix. O enredo do seriado trata de um jogo no qual vários competidores devem brincar em jogos infantis para concorrer a um grande prêmio em dinheiro: o problema é que quem for eliminado nos jogos acaba morrendo.

Thumb do vídeo sobre o round 6 na vida real. Reprodução: youtube/mrbeast
Thumb do vídeo sobre o Round 6 na vida real. Reprodução: YouTube/MrBeast

O youtuber MrBeast foi o responsável por fazer essa adaptação do seriado para a vida real. Juntando 456 pessoas para a realização dos jogos, o produtor de conteúdo fez um vídeo compilando os jogos, postado no seu próprio canal do YouTube, que atualmente está com 113 milhões de visualizações.

Proposta e construção

No seriado, as pessoas estão competindo — com risco de morte envolvido — por alguns milhões de reais, chegando a ultrapassar o valor de R$ 200 milhões. Já na versão de MrBeast, o prêmio final foi de US$ 456.000, algo em torno de R$ 2.500.000.

Todos os cenários vistos no seriado foram reproduzidos da maneira mais fiel possível, incluindo as vielas, a ponte quebradiça e a plataforma para o cabo de guerra. Tudo começou a ser produzido em meados de outubro, levando cerca de um mês para a conclusão das montagens e início do programa. De acordo com informações do próprio youtuber, a produção do Round 6 na vida real custou mais de US$ 3,5 milhões. Pelo menos a Batatinha Frita 1, 2, 3 dessa vez foi mais amigável, hein?

Notre-Dame e sua reconstrução

Notre-dame de paris em chamas em 2019. Fonte: euronews
Notre-Dame de Paris em chamas em 2019. Fonte: Euronews

Em abril de 2019, a antiga e famosa catedral de Notre-Dame, em Paris, sofreu um incêndio que acabou afetando o teto, rosáceas e agulha, resultando em diversos danos à estrutura. Pouco tempo depois, especulou-se sobre um possível uso de um modelo da catedral em 3D, advindo do game Assassin’s Creed Unity, de 2014. O rumor, no entanto, revelou não corresponder à verdade.

A Notre-Dame que existiu durante a Revolução Francesa seria irreconhecível para nós hoje. As gárgulas originais foram removidas por volta de 1726. Os vitrais da nave foram substituídos por vidros brancos — para iluminar melhor o interior — na década de 1750.

Round 6 na vida real | showmetech trio. Além do round 6 na vida real, você também verá notícias sobre a relação de assassin's creed unite com notre-dame e a primeira prótese ocular em 3d. Confira!
Round 6 na vida real | Showmetech TRIO

Adicionamos coisas como cabos e incenso ao segundo nível da Notre-Dame para que os jogadores possam se mover com mais facilidade quando estiverem acima do solo.

Caroline Miousse, artista sênior no desenvolvimento de Assassin’s Creed Unity, sobre as adaptações feitas pela Ubisoft em relação à catedral de Notre-Dame de Paris

A Ubisoft, empresa responsável pelo jogo, afirmou ter doado € 500,000 para ajudar na reconstrução, bem como afirmou que ficariam muito gratos se pudessem ajudar de outras maneiras, caso necessário. Ou seja, infelizmente a reprodução de Notre-Dame do jogo não poderia ser utilizado de forma idônea para a reconstrução da catedral.

Qual o nível de similaridade, então?

Bom, por mais que a catedral de Notre-Dame de Paris em Assassin’s Creed Unity seja bastante semelhante ao que a construção fora, na época, ainda assim não é uma réplica idêntica. Esse é um dos primeiros fatores apontados para que o modelo do jogo não possa ter sido usado como base para a reconstrução do edifício.

Cena do jogo assassin's creed unity se passando dentro da catedral de notre-dame, em paris. Reprodução: ubisoft montreal/ubisoft via polygon
Cena do jogo Assassin’s Creed Unity se passando dentro da catedral de Notre-Dame, em Paris. Reprodução: Ubisoft Montreal/Ubisoft via Polygon

Essas adaptações da catedral para o jogo são levadas em consideração principalmente pela proposta do jogo, que trata de muito parkour mas também assassinatos e furtividade, incluindo nivelamentos diferentes, um obstáculo ou outro que não existiam de fato em Notre-Dame, entre outros detalhes estéticos, como estátuas e vitrais.

Isso acabou me dando a oportunidade de criar algo novo a partir de um ponto de partida que as pessoas conhecem e compreendem. Foi um desafio muito interessante e me diverti muito com ele.

Caroline Miousse, artista sênior no desenvolvimento de Assassin’s Creed Unity, sobre as dificuldades em reproduzir a catedral de Notre-Dame e ao mesmo tempo respeitar os direitos de respaldo intelectual que envolvem a estrutura

Outro aspecto deve ser levado em consideração: direitos autorais. Apesar da alta similaridade da realidade como jogo, nenhuma das esculturas vistas dentro de Assassin’s Creed Unity é idêntica ao que há na catedral. Muito disso se dá pelas leis francesas sobre direitos autorais.

Reprodução: getyourguide
Reprodução: getyourguide

O exemplo perfeito para isso é o da Torre Eiffel, pela qual foi construída em 1889, porém, foi apenas cem anos depois que o monumento recebeu suas famosas luzes, presentes até os dias atuais. Entretanto, para reproduções da Torre Eiffel iluminada em outras mídias, é necessário solicitação de licença, pois esta está sob proteção intelectual. Intrigante, não é?

Modelos profissionais por historiadores

Apesar da versão bastante similar em Assassin’s Creed Unity, a reconstrução da catedral de Notre-Dame ainda precisa de um modelo ainda mais preciso e fiel, por isso alguns outros setores de artes e história também estão envolvidos no projeto. O historiador da arte Andrew Tallon já passou alguns anos, antes do incêndio, escaneando a estrutura para projetar sua versão da catedral, que tem mais chances de ser usada em sua reconstrução.

Modelo da catedral de notre-dame feita por historiadores em possíveis consultas para sua reconstrução. Reprodução: youtube/cnrs
Modelo da catedral de Notre-Dame feito pela equipe de Andrew Tallon. Reprodução: YouTube/CNRS

E antes dele, outro historiador chamado Stephan Albrecht também já fazia esse tipo de rastreamento para que ele, com sua equipe, pudessem fazer o seu próprio modelo da catedral. É muito difícil fazer um procedimento dessa magnitude, mas com toda essa ajuda, com certeza Notre-Dame será novamente referência em engenharia e arquitetura.

Interferências na reprodução dentro do jogo

A torre da agulha original da catedral de Notre-Dame foi construída em madeira e, quando a revolução começou, estava em péssimas condições. Depois de inúmeras tentativas de descobrir o que estava acontecendo de errado, ela foi finalmente demolida na década de 1790, algo que provavelmente aconteceu dentro do período de tempo em que o jogo Assassin’s Creed Unity se passa.

A torre e sua espiral, que tanto traz identidade e representação à catedral de notre-dame. Reprodução: ubisoft montreal/ubisoft via polygon
A torre e sua agulha (a sessão pontuda), que é parte indissociável da identidade da catedral de Notre-Dame de Paris. Reprodução: Ubisoft Montreal/Ubisoft via Polygon

A agulha é uma das grandes mudanças imediatamente perceptíveis. Você vê a agulha na catedral de Notre-Dame e pode reconhecê-la imediatamente, e parte disso é devido à sua enorme torre.

Caroline Miousse, artista sênior no desenvolvimento de Assassin’s Creed Unity, sobre suas percepções do jogo em relação à catedral real.

Como trata-se de uma catedral que há séculos representa muita espiritualidade e história, uma das grandes inspirações para Caroline Miousse foi justamente a parte emocional que gira em torno da catedral de Notre-Dame. A artista tentou transparecer muito do que pode ser sentido por quem já frequentou o local em sua reprodução virtual em Assassin’s Creed Unity, característica que, por mais que seja um jogo de ação, está altamente presente na catedral.

O diretor de arte do game, Mohamed Gambouz, endossou a afirmação da artista dizendo que, mesmo se tratando de um jogo, até mesmo esses detalhes que não podem ser exatamente retratados também devem ser considerados para uma fiel reprodução.

Posso recriar cada pequeno detalhe de Notre Dame, mas também quero falar com as pessoas que estiveram lá para que eu possa saber como é a sensação. Eu precisava manter o sentimento e as emoções, ao mesmo tempo que me certificava de que ainda eram reconhecíveis.

Caroline Miousse, artista sênior no desenvolvimento de Assassin’s Creed Unity, sobre uma de suas inspirações para a concepção da catedral de Notre-Dame: a parte emocional que ronda o local.

Olho protético impresso em 3D

As impressoras 3D estão dominando a área da tecnologia como um todo, principalmente no que tange a arquitetura e arte, mas as inovações não param por aí. Recentemente, um paciente foi submetido a um procedimento de adaptação a uma prótese de olho concebida através de uma impressora 3D. Semelhante a qualquer outra prótese ocular, essa é inovadora quando nos referimos à rapidez na entrega: o que antes demoraria cerca de um mês e meio para ser entregue, com essa nova tecnologia agora é possível ter olhos protéticos em duas a três semanas.

O paciente em questão, steve varze, usando o modelo de olho protético impresso em 3d. Reprodução: interesting  engineering
O paciente em questão, Steve Varze, usando o modelo de olho protético impresso em 3D. Reprodução: Interesting Engineering

Steve Varze teve seu novo olho protético em 3D entregue pelo Moorfields Eye Hospital, situado em Londres, através do serviço público de saúde. O procedimento, que costuma demorar duas horas para a modelagem e encaixe do olho mais todos os acabemos aos pacientes, agora é resumido para meia hora com o novo modelo de prótese impresso em 3D.

Benefícios e o futuro

Como visto, a maior vantagem sobre esses modelos de olhos protéticos em 3D é justamente o tempo de sua construção e a também redução de tempo sobre o procedimento de encaixe do olho no paciente.

Esperamos que o próximo ensaio clínico nos forneça evidências robustas sobre o valor desta nova tecnologia, mostrando a diferença que ela faz para os pacientes. Ele claramente tem o potencial de reduzir as listas de espera.

Professor Mandeep Sagoo, atuante no setor de oftalmologia do Moorfields Eye Hospital, sobre os grandes benefícios a cerca dos olhos protéticos impressos em 3D.

O professor Mandeep Sagoo, de oftalmologia de Moorfields Eye Hospital diz estar empolgado com o resultado apresentado e que tem bastante esperança de que no futuro esse modelo possa servir de base para um possível modelo completamente digital. Próteses oculares ajudam milhões de pessoas no mundo, e com essa nova tecnologia, a facilidade em entregar uma qualidade de vida melhor está cada vez mais próxima.

Veja também:

Confira o nosso último Showmetech TRIO, que fala, entre outros assuntos, sobre um robô marítimo muito similar ao Wall-E, confira!

Fonte: Mashable, Polygon e Interesting Engineering.

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados