Saiba tudo sobre a Wi-Fi 6: o próximo passo na tecnologia wireless

H105756 F00000 X211 2000x0 1
A Wi-Fi 6 promete aumentar as velocidades de conexão e permitir um ambiente de rede mais estável para vários dispositivos

Apesar de acharmos que a tecnologia Wi-Fi é algo muito recente, saiba que ela existe desde a definição do seu padrão (IEEE 802.11) em 1989. De lá para cá, ela ganhou melhorias e modificações que adaptavam a tecnologia para suportar velocidades de transmissão de dados mais altas e outros recursos essenciais para a garantia de uma conexão sem fio de qualidade.

Agora, a Wi-Fi como a conhecemos está prestes a se tornar muito mais rápida! Porém, a próxima geração de Wi-Fi, conhecida como Wi-Fi 6 (IEEE 802.11ax), não é apenas mais veloz, mas repleta de nuances e vários benefícios que iremos perceber ao longo dos próximos anos.

Com previsão de lançamento ainda para 2020, existe uma boa chance de seu próximo laptop ou smartphone ser compatível com a nova Wi-Fi 6. Neste artigo iremos conhecer todos os detalhes dessa tecnologia que promete aprimorar a forma como nos conectamos digitalmente.

O que é a Wi-Fi 6?

A Wi-Fi 6 se trata da próxima geração da Wi-Fi. Ela ainda possui basicamente a mesma funcionalidade — conectar você à Internet — mas com a vantagem de possuir diversas tecnologias adicionais para fazer esse processo de forma mais eficiente, aumentando a velocidade de conexão no processo.

A Wi-Fi 6 poderá suportar velocidades de conexão de até incríveis 9.6 Gbps! Para se ter uma ideia, a geração atual da Wi-Fi 5 somente permite velocidades até 3.5 Gbps. Porém é importante lembrar que ambos esses limites são apenas teóricos, pois dificilmente sua conexão conseguiria alcançar esses níveis de velocidade.

Porém, o fato deste protocolo ter um limite de velocidade teórico muito maior que seu antecessor ainda é muito importante. Além disso, esses 9.6 Gbps não precisam ir para apenas uma máquina. Essa velocidade de conexão pode ser dividida entre toda uma rede de dispositivos, o que significa mais potencial de velocidade para cada aparelho.

O propósito da Wi-Fi 6

Ao invés de aumentar a velocidade de conexão de cada dispositivo, o verdadeiro objetivo da Wi-Fi 6 é melhorar a condição da rede quando muitos aparelhos estão conectados ao mesmo tempo.

Essa é uma vantagem que surge em um momento muito oportuno. Quando a Wi-Fi 5 foi lançada, nos Estados Unidos, por exemplo, cada residência tinha em média cinco aparelhos Wi-Fi. Atualmente, as estimativas apontam que esse número subiu para nove aparelhos, em média, com uma previsão de alcançar os cinquenta nos próximos anos!

O problema é que essa quantidade de aparelhos acaba custando muito no desempenho da rede. Seu roteador somente é capaz de se comunicar com uma quantidade limitada de aparelhos de uma vez só, então, quanto mais dispositivos estiverem requisitando a Wi-Fi, mais a capacidade da rede será limitada.

Esquema da Wi-Fi 6 com vários dispoisitivos conectados
A Wi-Fi 6 vai permitir que mais aparelhos estejam conectados na mesma rede e irá manter as velocidades de conexão estáveis

A Wi-Fi 6 introduz algumas novas tecnologias que ajudam a resolver os problemas que surgem ao colocar dúzias de aparelhos Wi-Fi em uma única rede. Ela permite que os roteadores se comuniquem com mais dispositivos simultaneamente, enviar dados para múltiplos dispositivos no mesmo sinal broadcast (para vários ao mesmo tempo), e ainda permite que os aparelhos Wi-Fi programem quando irão se comunicar com o roteador. Juntos, esses recursos devem manter as conexões estáveis mesmo que mais aparelhos entrem na rede e requisitem dados.

A velocidade da Wi-Fi 6

Infelizmente não é possível determinar com precisão o quão rápida a Wi-Fi 6 será. Em um primeiro, as conexões não serão significativamente mais rápidas. Por exemplo, um laptop conectado a um roteador — ambos compatíveis com o padrão 80.11ax — pode fornecer uma conexão somente um pouco mais rápida quando comparado a um mesmo cenário em uma rede Wi-Fi 5.

Porém, essa história muda de contexto quando começamos a adicionar mais dispositivos na rede. Enquanto os roteadores atuais podem começar a ficar sobrecarregados com as requisições dos vários dispositivos, os roteadores Wi-Fi 6 são feitos para manter de forma mais efetiva todos esses aparelhos atualizados com os dados que eles precisam.

A velocidade de conexão de cada dispositivo não será necessariamente mais rápida do que aquela medida em uma rede atual, mas com o novo protocolo existem chances maiores de eles manterem as velocidades estáveis em ambientes muito disputados. 

Imagine o quão útil a infra-estrutura da Wi-Fi 6 será em uma casa onde uma pessoa está assistindo ao Netflix, e existem vários outros smart gadgets como travas eletrônicas, sensores de temperatura e interruptores de luz que estejam utilizando a mesma rede. As velocidades máximas de conexão desses aparelhos não serão aumentadas, mas elas se manterão de forma estável.

O que faz a Wi-Fi 6 mais rápida?

Existem duas tecnologias importantes que são responsáveis pelas altas velocidades das conexões Wi-Fi 6: MU-MIMO e OFDMA. A primeira, que significa “multi-user, multiple input, multiple output” (“vários usuários, várias entradas, várias saídas”, em inglês) já é utilizada nos roteadores atuais, porém a Wi-Fi 6 vai além.

Esta tecnologia permite que o roteador se comunique com múltiplos dispositivos ao mesmo tempo, ao invés de transmitir dados para apenas um aparelho, e depois para outro, e assim por diante. Atualmente, a MU-MIMO permite que os roteadores se comunicam com até quatro aparelhos ao mesmo tempo. A diferença é que a Wi-Fi 6 irá permitir que esse número suba para oito aparelhos simultâneos.

A outra nova tecnologia, a OFDMA, significa “orthogonal frequency division multiple access” (“Divisão ortogonal de frequência para acesso múltiplo”, em inglês) e permite que uma transmissão entregue dados para múltiplos dispositivos de uma só vez. Ela será utilizada na prática para tirar o máximo de proveito de cada transmissão de dados na Wi-Fi 6, enviando todos os dados possíveis para todos os aparelhos em apenas uma transmissão.

Os novos aparelhos compatíveis com a Wi-Fi 6

Como cada geração de Wi-Fi necessita de hardware novo (e não apenas atualizações de software), você vai precisar adquirir novos dispositivos — smartphones, notebooks, roteadores — para poder desfrutar dos benefícios da Wi-Fi 6.

Neste artigo iremos focar especificamente nos novos roteadores que em breve estarão disponíveis no mercado. Dentre as diversas empresas de tecnologia que estão investindo pesado na nova tecnologia da Wi-Fi 6 temos a D-Link e a TP-Link.

D-Link DIR-X6060

Roteador DIR-X6060 da D-Link
O DIR-X6060 é um roteador topo de linha da D-Link compatível com a nova Wi-Fi 6

O Roteador Wi-Fi 6 DIR-X6060 da D-Link tira o máximo de proveito da infra-estrutura da Wi-Fi 6 e fornece velocidades de conexão para sua rede 4x mais rápida ao utilizar a tecnologia 4×4 MU-MIMO, além de ser feito sob medida para casas inteligentes. O roteador é capaz de alcançar impressionantes 6 Gbps! Com 8 antenas superpotentes, ele ainda é compatível com controles de voz para o Google Assistente a Alexa.

O D-Link DIR-X6060 pode ser adquirido a partir de R$ 3.999,00 no Submarino.

TP-Link Archer AX10

TP-Link Archer AX10
Com um preço mais acessível, o roteador Archer AX10 da TP-Link oferece vários benefícios para usuários da Wi-Fi 6

Equipado com a tecnologia Wi-Fi 6, o Archer AX10 da TP-Link fornece velocidades de conexão mais rápidas e menor congestionamento de rede. O roteador pode alcançar velocidades de até 1.5 Gbps (1201 Mbps usando 5 GHz e 300 Mbps em 2.4 GHz). Com esse roteador você pode conectar múltiplos dispositivos em sua rede e aproveitar toda a capacidade desse dispositivo que conta com um processador de três núcleos e fornece uma cobertura de rede muito mais confiável.

Você pode obter o Archer AX10 a partir de R$ 989,00 na Loja do Showmetech

TP-Link Archer AX6000

Archer AX6000 da TP-Link
O roteador Archer AX6000 da TP-Link é um dispositivo Wi-Fi 6 de alto desempenho

Já o Archer AX6000 é um roteador Wi-Fi 6 da TP-Link muito mais potente, com um processador Quad-Core Broadcom, de 1,8 GHz, além de três coprocessadores de 1 GB de memória RAM. O Archer AX6000 também é um roteador dual-band e funciona tanto nas frequências de 2,4 GHz e 5 GHz.

O roteador pode alcançar 1 Gbps na primeira banda e chegar até incríveis 5 Gbps na segunda. Outra grande novidade desse modelo é a tecnologia BSS Color, que diminui a interferência de outros roteadores em um ambiente aberto, dessa forma garantindo uma conexão bastante estável.

TP-Link Archer AX11000

Roteador Archer AX11000
O roteador Archer AX11000 da TP-Link é voltado para o público gamer

Por fim, o último modelo da TP-Link é voltado para o público gamer. O Archer AX11000 pode alcançar a incrível marca de 11 Gbps de velocidade! A alta performance é garantida pela tecnologia OFDMA, um recurso que aumenta a média da taxa de transferência. Além disso, ele possui uma funcionalidade chamada Game Accelerator, que otimiza o fluxo dos jogos.

O Archer AX11000 possui os mesmos componentes de processador e memória que o AX6000, mas a diferença é que ele tem ainda mais 512 MB de armazenamento flash e utiliza a faixa de 5 GHz exclusivamente para os games. O melhor de tudo? O modelo tem um game center, capaz de otimizar a alocação de banda e criar um túnel VPN para manter sua rede anônima e segura.

A Wi-Fi 6 está apenas começando

Ainda é cedo, mas dispositivos compatíveis com a Wi-Fi 6 estão aos poucos aparecendo no mercado. Por exemplo, os roteadores da D-Link e da TP-Link citados nesse artigo já podem ser adquiridos, porém é preciso ter em mente que eles são dispositivos de alto custo e de topo de linha. 

A Wi-Fi 6 também está chegando ao mundo dos smartphones. Um dos processadores mais recentes da Qualcomm, o Snapdragon 855, inclui suporte para a Wi-Fi 6 e pretende estar presente na próxima linha de modelos de smartphones topo de linha. Por exemplo, o Samsung Galaxy S10 é um dos primeiro telefones com o novo processador, sendo compatível com a próxima geração de Wi-Fi.

A previsão é de que, muito em breve, a Wi-Fi 6 se tornará o padrão mundial na comunicação Wireless. Lançado no segundo semestre de 2019 pela Wi-Fi Alliance, o programa de certificação Wi-Fi 6 garante compatibilidade entre todos os dispositivos Wi-Fi. Os aparelhos não irão precisar passar por essa certificação, mas isso já significa que a Wi-Fi 6 veio para ficar.

Fontes: Qualcomm; TP-Link

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter