Rumor: Samsung pode abandonar o Android e usar somente Tizen

Tizen aparelhos
A Samsung estaria planejando abandonar o Android e utilizar o seu próprio sistema, o Tizen, em todos os seus dispositivos.

tizen-iceberg.0.0

A atual maior fabricante de smartphones Android, a coreana Samsung estaria planejando abandonar o sistema operacional do Google, e utilizar o seu próprio, o Tizen, em todos os seus dispositivos, inclusive smartphones, em um futuro bem próximo.

Vale lembrar que a Samsung já utiliza o Tizen em algumas de suas Smart TVs e smartwatches, como o Gear S2, e caso isso se concretize, a parceria de anos entre ela e Google chegaria ao fim.

A informação foi obtida pelo jornal Korea Times, em uma conversa com um executivo da coreana. Segundo o jornal, o executivo teria dito que “se você não tem o seu próprio ecossistema (de software), então você não tem futuro”, nos levando a crer que ela vai investir em seu sistema próprio para criar um ecossistema que unifique todos os seus produtos.

Tizen será o sistema que vai unificar todos os produtos da Samsung

Esta geladeira da Samsung tem uma tela de 21,5 polegadas e roda Tizen
Esta geladeira da Samsung tem uma tela de 21,5 polegadas e roda Tizen

A Samsung fabrica atualmente uma infinidade de produtos, entre smartphones, dispositivos vestíveis, geladeiras, ar condicionado, e muitos outros, e eles estão cada vez mais inteligentes, então, apesar de se tratar de um rumor, esse posicionamento faria todo o sentido.

Galaxy S7 com TouchWiz
Galaxy S7 com TouchWiz

Em seus smartphones, a empresa usa o TouchWiz, uma interface personalizada que modifica a aparência do Android, e adiciona outros recursos ao sistema do Google.

Mudando o sistema de seus aparelhos para o Tizen, e mantendo a TouchWiz, a coreana entregaria a mesma identidade visual que seus usuários já estão acostumados a ver. Com isso, o impacto não seria tão grande, já que o Tizen consegue executar aplicativos do Android.

Se este rumor se tornar real, o duopólio entre Apple e Google vai ganhar um concorrente de peso, já que o Windows Phone, que tinha algum potencial, perde cada vez mais presença de mercado.

Você acha que a Samsung deve abandonar o Android e focar no seu próprio sistema?

Fonte: Korea Times

3 Comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • A Google meio que pode ter previsto isso quando criou o Google Play Services. Geralmente é ele que dificulta a ida de aplicativos dela ou mesmo outros de terceiros para as plataformas que incluíram suporte a aplicativos desenvolvidos para o Android.

    Não sei como ela poderia resolver isso, se seria possível incluir este serviço no Tizen, se a Google concordaria, e por ai vai. Se for possível, poderiam levar até a PlayStore e para o usuário nada mudaria a primeira vista. O impacto viria na performance, segurança e recursos internos do SO.

    Mas chuto que ele deva funcionar de forma limitada, rodando os aplicativos em uma espécie de modo de compatibilidade, e isso não permitirá que os usuários tenham todos os aplicativos da plataforma da Google. Podem ter vários, mas não ter todos não é a mesma coisa. Para os usuários, essa mudança poderia soar como um contra mais que considerável.

    Acho que mesmo que o Android não seja dela, ele é aberto ao ponto dela conseguir interligar outros sistemas a ele. Se ela quiser ter um ecossistema, que ela construa algo que se comunique bem com o “seu” Android (com o amado TouchWiz). Em dispositivos próprios, sem grande necessidade de se rodar todos os apps da PlayStore, por outro lado, ela pode apostar no Tizen. Mas de resto, acho que seria um tiro na “testa”.

Receba Notícias por E-mail:

Quer receber notícias no seu e-mail?
Holler Box
Share via