Samsung aumenta vendas de smartphones em 38% no 1º trimestre, e lidera segmento

Avatar of bruno martinez
Segmento cresceu 26% em um ano, e a Samsung aumenta vendas de smartphones impulsionada pelo grande portfólio com modelos intermediários

De acordo com o relatório divulgado pela consultoria Gartner. Inc, a Samsung aumenta vendas de smartphones em 38%no primeiro trimestre deste ano e lidera o mercado com participação de 20,3%, seguida pela Apple com 15,5% e Xiaomi com 12,9%, ocupando o segundo e terceiro lugar, respectivamente. 

As remessas globais de celulares inteligentes chegaram a 377,99 milhões de unidades, entre os meses de janeiro e março de 2021. Resultando em um crescimento de 26%, em relação ao mesmo período do ano passado. Já as vendas direcionadas ao consumidor final subiram 22% ano a ano (YoY).

As fabricantes Vivo e Oppo também alcançaram resultados significativos nas quotas do mercado mundial. As duas companhias tiveram uma participação de 10,2% no 1º trimestre. Enquanto as demais companhias alcançaram 30,9%. 

Samsung cresce vendas de smartphones
Samsung aumenta vendas de smartphones e fecha primeiro trimestre com 76,611 mil unidades vendidas

Samsung aumenta vendas de smartphones mesmo com crise de chips

Apesar da queda acentuada nas remessas globais de celulares em 2020, a Samsung aumenta vendas de smartphones apostando em estratégias para impulsionar o mercado. O lançamento antecipado dos modelos com conexão 5G, como o Galaxy S20 FE, e de modelos intermediários fizeram parte dos planos da fabricante sul-coreana para alavancar as vendas.

Assim como a Samsung, a Apple viu na rede 5G uma oportunidade para aumentar as vendas. Em 2020, a empresa lançou o iPhone 12, a primeira linha de smartphones da maçã equipados com a tecnologia. Além disso, com a queda na participação da Huawei e LG Eletronics, as chinesas Xiaomi, Oppo e Vivo também aproveitaram o aumento na demanda por celulares 5G para fisgar uma fatia do mercado.

O relatório aponta ainda que a crise causada pela escassez de chips não afetou diretamente as fabricantes de celulares, porque a lei de oferta de demanda se manteve estável durante o ano passado. Porém a previsão é que esse cenário mude nos próximos meses, o que, consequentemente, pode resultar em um aumento nos preços dos dispositivos.

Fonte: IndianexPress; Gartner

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados