Samsung aposta forte nos celulares dobráveis em 2021

Samsung aposta forte nos celulares dobráveis em 2021. Empresa pretende trazer celulares dobráveis em 2021 mais baratos e com melhorias consideráveis em relação aos modelos anteriores, firmando a liderança nesse mercado
Empresa pretende trazer celulares dobráveis em 2021 mais baratos e com melhorias consideráveis em relação aos modelos anteriores, firmando a liderança nesse mercado

Uma das tecnologias mais faladas de smartphones nos últimos tempos são os celulares dobráveis, e a Samsung aparentemente pretende em 2021 investir bem mais forte neles. Para terminar 2020, o presidente da Samsung Electronics TM Roh disponibilizou parte dos planos da gigante dos eletrônicos para 2021, e nesses planos ficou claro que a empresa está investindo pesado nos celulares dobráveis.


Continuando com nossa tradição em ser pioneiros nas tecnologias mobile, iremos expandir nossas ofertas de celulares dobráveis para que essa categoria se torne mais acessível para todos.

TM Roh, presidente da Samsung Eletronics

Esses planos podem ser considerados uma grande mudança de abordagem, já que embora a Samsung estivesse expandindo seus produtos nessa frente, ainda lidava com o começo complicado do Galaxy Fold de 2019, cujo lançamento foi postergado e embora mostrasse bastante potencial, na época não justificava seu preço enorme.

Planos dobráveis

Celulares dobráveis em 2021
O Galaxy Z Flip introduziu uma camada de vidro ultra-fino na tela, melhorando a durabilidade.

Segundo analistas de mercado, a Samsung tem motivos bem coerentes para querer investir com força agora nos celulares dobráveis. É aparente que a empresa está tendo mais sucesso nessa frente de produtos do que seus competidores, como a Motorola, criando uma oportunidade de ser uma categoria onde a Samsung domina completamente se ela continuar se destacando antes das outras empresas se encaixarem bem nessa tecnologia.

A principal estratégia para a Samsung conseguir se manter dominante quanto aos celulares dobráveis em 2021 é partir dos modelos atuais e ir fazer melhorias incrementais. Por exemplo, os primeiros celulares dobráveis — inclusive o Galaxy Fold — contavam com displays de plástico em vez de vidro por conta da maleabilidade, porém essa característica não só diminuía a durabilidade do aparelho como também fazia ele passar uma sensação não-premium que, para um aparelho dessa faixa de preço, era longe do ideal. A partir do Galaxy Z Flip, a empresa colocou uma camada de vidro ultra-fino nos displays da linha dobrável (Galaxy Z Fold2 também incluso), melhorando a durabilidade e a sensação do produto exponencialmente.

Outro detalhe que a Samsung vem melhorando na linha é a otimização do próprio formato do aparelho, que sai do fator de “dobrar” para apresentar soluções inteligentes para a tela dobrável. A empresa introduziu o modo Flex em seus celulares dobráveis com esse pensamento, onde parte da tela pode ficar num ângulo de 90 graus e aplicativos como jogos usarem uma parte para mostrar o jogo em si e a outra mostrar os controles, assim como o YouTube que deixa o vídeo em uma das partes e os comentários, inscrições e afins em outra.

O Galaxy Z Fold2, em especial, usa essa característica de forma bem melhor, com até três aplicativos podendo funcionar simultaneamente em sua tela de 7,6 polegadas, e com a possibilidade de configurar três aplicativos para que sejam executados sempre juntos.

Preços de celulares dobráveis em 2021 devem cair

Com a promessa da intensificação dos esforços da Samsung na linha dobrável, TM Roh disse que aparelhos mais acessíveis também estarão disponíveis. Atualmente, o Galaxy Z Flip pode ser encontrado em lojas brasileiras por cerca de R$5.000, e o Galaxy Z Fold2 tem preço de R$13.999, sendo um investimento enorme e muitas vezes bem longe da realidade de muitos consumidores.

Abaixar o preço dos celulares dobráveis, podendo assim atrair mais usuários, é um dos principais objetivos para a popularização da tecnologia e para a Samsung dominar esse formato. Porém, mesmo com lançamentos mais acessíveis, a previsão é que eles continuem sendo celulares de nicho comparado aos iPhone Pro ou Galaxy S20, sendo produtos não voltados para serem os mais vendidos do ano ou afins.

No final de dezembro de 2020, alguns vazamentos sobre os próximos dobráveis da Samsung, como o Z Fold3 e o Z Flip2, apareceram. Basta esperar para confirmar a veracidade.

Fonte: TomsGuide

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário