Sistema utiliza Inteligência Artificial para detectar mentiras em humanos

liar20stock20photo20broken20promise - Sistema utiliza Inteligência Artificial para detectar mentiras em humanos
Pesquisadores lançaram um novo sistema capaz de analisar imagens de vídeos em tribunais e detectar mentiras e verdades

Durante um julgamento a importância da verdade é inquestionável, e exatamente por isso qualquer pessoa que se aproximar de uma corte para fazer uma declaração deve realizar um juramento antes. Infelizmente a garantia desse juramento se estende até onde podemos confiar em uma pessoa, o que não é exatamente reconfortante. Então como evitar e identificar as mentiras?

Detectando mentiras através de micro expressões

Pensando nisso, pesquisadores da Universidade de Maryland desenvolveram um sistema que utiliza inteligência artificial para detectar traços de mentira ou enganação na expressão de pessoas em imagens de vídeos. O sistema é chamado de Deception Analysis and Reasoning Engine (DARE).

Os pesquisadores envolvidos no projeto já publicaram um estudo sobre a eficiência do sistema, que ainda está sendo analisado. O DARE usa a inteligência artificial para detectar traços de mentira e enganação em micro expressões humanas, como movimentos precisos de lábios ou das sobrancelhas. Ele também analisa a frequência de áudio da filmagem para revelar padrões vocais que indicam que a pessoa está mentindo ou não.

DARE 1200x530 720x318 - Sistema utiliza Inteligência Artificial para detectar mentiras em humanos
Como acontece a detecção de sinais e expressões na leitura do sistema

Os testes foram feitos em vídeos onde os atores deveriam contar verdades e mentiras já programadas para descobrir se o sistema seria capaz de detectar com precisão e diferenciar as mentiras das verdades.

Mas afinal, o sistema é preciso?

Segundo um dos pesquisadores, Bharat Singh, a palavra “precisão” não é a melhor palavra para descrever o DARE. O objetivo do sistema não é ter a última palavra e definir com precisão o que é verdade ou mentira, e sim servir como um auxiliar para a pessoa que deve tomar essa decisão, no caso o juiz. O DARE poderá chamar a atenção para alguns detalhes e comportamentos que uma pessoa não identifique.

O diferencial do DARE

Já existem alguns métodos comprovadamente confiáveis para detecção de mentiras, como o famoso polígrafo e o soro da verdade. O soro ainda é considerado ilegal, e o polígrafo não pode ser utilizado em um tribunal. É nesse ponto que o DARE poderá fazer a diferença.

Por utilizar vídeos, o DARE pode ser utilizado para auxiliar a análise e a tomada de decisões em julgamentos. Mas os pesquisadores deixam claro que as aplicações do projeto não são limitadas para esse tipo de situação.

Bharat Singh confirma que o objetivo do projeto não é focar em tribunais apenas, mas também em outros cenários como por exemplo agências de inteligência. Os experimentos ainda estão sendo realizados, e por enquanto DARE é apenas uma promessa, mesmo que aparente ser de fato promissora. Bharat acredita que poderemos em cerca de três ou quatro anos conseguir utilizar inteligência artificial para detectar mentiras sem falhas através da leitura de expressões humanas.

Os vídeos podem ser vistos no site de demonstração do DARE.

liar20stock20photo20broken20promise - Sistema utiliza Inteligência Artificial para detectar mentiras em humanos

Comentários do Facebook

Receba Notícias por E-mail:

Share via