Site que revela se o cpf foi vazado pode apresentar risco

Site que revela se o CPF foi vazado pode apresentar risco

Avatar of dácio augusto
Após recente roubo de dados, site que informa se o seu CPF foi vazado pode apresentar risco adicional aos cidadãos

Muito provavelmente, seu CPF foi vazado na internet. Com o recente vazamento de dados de mais de 200 milhões de brasileiros, envolvendo informaçõescomo CPF e score de crédito, muitas pessoas estão preocupados se estão nessa lista. Embora caso elas esteja, não há muito o que ser feito além de ficar de olho em movimentações bancárias e afins, a ciência do vazamento e se os dados estão lá pode já preparar a pessoa para eventuais perigos financeiros.

Foi com esse pensamento que o site “Fui Vazado” foi criado, onde a partir da inserção de dados básicos o usuário pode ver se seu CPF foi vazado. Porém, esse site também pode apresentar riscos.

O perigo do “Fui Vazado”

Usando o site “Fui Vazado”, você pode consultar se seu CPF foi vazado junto com outras informações. De fácil acesso, o site só pede seu CPF e data de nascimento para realizar a consulta. Porém, segundo a cientista da computação Nina de la Hora, na verdade o site pode estar ajudando a comprometer os seus dados. Ao inserir o CPF e data de nascimento, o usuário confirma que estas informações são reais e automaticamente pode validar a veracidade das demais informações existentes nesse banco de dados vazados.

O site alega que sua finalidade é somente mostrar os dados vazados, sem apresentar nenhum tipo de banco de dados que salva o que o usuário digita. Porém, é bom ficar atento a esse alerta, já que a sensibilidade das informações que foram vazadas já são sérias o bastante, e o site não disponibiliza informações sobre o armazenamento e manipulação destas informações.

O que ocorre se o CPF foi vazado

Você pode ter o nome sujo na praça se o seu cpf foi vazado
o vazamento de dados pode causar dores de cabeça aos cidadãos

De acordo com investigação feita pelo Tecnoblog em parceria com a consultoria de segurança Data Breaches, o vazamento de dados do Serasa Experian publicados em fóruns na Deep Web ocorreu em 2019, compilando 223,74 milhões de CPF’s. Desde então, os dados estão a venda por até um dólar, podendo ser comprados em pacotes. Os dados vazados, conforme já mostrados aqui no Showmetech, foram os seguintes:

  • Nome, CPF, RG, título de eleitor, gênero, data de nascimento, nome do pai, nome da mãe;
  • Estado civil (casado, solteiro, divorciado, viúvo, etc.);
  • Email, telefone, endereço;
  • Escolaridade (analfabeto / fundamental / técnico / superior /pós-graduação etc.);
  • Ocupação, empregoCNPJ e razão social do empregador, número do PIS/PASEP/NIT, número do CTPS, tipo de vínculo, data de admissão, salário, horas de trabalho por semana;
  • Salário (valor, tipo, horas de trabalho por semana), Renda (valor mensal, faixa de renda) e Poder aquisitivo (nível, renda, salário);
  • Classe social (A1, A2, B1, B2, C1, C2, D, E);
  • Bolsa Família (valor, situação do benefício, status do benefício, número e nome dos dependentes, Número de Identificação Social)
  • FGTS (número do PIS / PASEP), INSS;
  • CNS (Cartão Nacional de Saúde);
  • IRPF (Imposto de Renda) e situação cadastral na Receita Federal;
  • Score de crédito (atividade de crédito, score de risco, nível de risco);
  • Devedores (nome, tipo do devedor, situação, tipo de dívida, valor e cheques sem fundo);
  • Fotos de rostos e perfil no LinkedIn;
  • Pessoa Jurídica (nome do sócio, participação, razão social, nome fantasia da empresa, CNPJ, data de entrada na sociedade);
  • Servidores públicos (descrição do cargo, lotação, exercício, renda bruta, estado, vínculo, afastamento);
  • Óbito (data de falecimento, idade, data da certidão de óbito, nome e endereço do cartório).

Quem tiver acesso a essas informações pode facilmente realizar empréstimos virtuais e fazer inscrições de pessoas em programas sociais, afetando tanta a vida financeira da pessoa como também sua reputação em lugares que precisam de crédito.

Caso seus dados foram vazados, a recomendação do Serasa é fazer um acompanhamento constante do CPF, entrando no site do Serasa e vendo os dados lá contidos. Ele lista consultas pelo seu CPF e afins, também mostrando possíveis apontamentos que podem acontecer, já preparando e alertando pessoas que uma fraude possa estar acontecendo com seus dados.

Cuidados para manter o CPF e outros dados seguros

Site que revela se o cpf foi vazado pode apresentar risco. Após recente roubo de dados, site que informa se o seu cpf foi vazado pode apresentar risco adicional aos cidadãos
Não responda mensagens de SMS solicitando dados pessoais

Listamos algumas recomendações de segurança para manter o seu CPF seguro das mãos de fraudadores:

  • Não confirme seu CPF completo por telefone. Empresas sérias pedem apenas para confirmar os três primeiros números durante atendimento;
  • Não forneça o CPF em formulários que esta informação não seja obrigatória;
  • Não responda e-mails e SMS solicitando informações pessoais;
  • Ao entregar seus documentos a terceiros — como durante uma compra em loja — não permita que o documento saia da sua vista;
  • Não divulgue sua chave PIX indiscriminadamente, como em redes sociais — principalmente se for seu número de telefone ou CPF. Não esqueça que são informações que podem ser utilizadas de má fé por terceiros.

Fonte: UOL; Serasa

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
45
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados