SMT comenta: como contornamos a baixa autonomia de bateria dos nossos gadgets

bateria1 - SMT comenta: como contornamos a baixa autonomia de bateria dos nossos gadgets
Autores e colaboradores do Showmetech comentam suas técnicas para não ficarem sem bateria durante o dia.

Banner - SMT comenta: como contornamos a baixa autonomia de bateria dos nossos gadgets

Estamos cada vez mais dependentes dos nossos gadgets, que a cada dia possuem telas maiores e com resoluções mais altas, processadores com vários núcleos, etc. Eles também tornaram-se consumidores vorazes de energia das baterias, que nem sempre conseguem aguentar um dia inteiro de uso.

Então, como é possível viver em paz com seus aparelhos sem ter que deixá-los ligados na tomada o tempo todo? Os autores e colaboradores do ShowMeTech comentam suas experiências de uso e dão dicas de economia para que você coloque um fim nessa história e não corra riscos de ficar na mão quando precisar do smartphone ou tablet.

Confira o perfil de uso de cada um:

 Samsung Galaxy III 2.0 270x300 - SMT comenta: como contornamos a baixa autonomia de bateria dos nossos gadgets

Rodrigo Zaratin

Aparelho: Samsung Galaxy SIII (bateria de 4200mAh) Android 4.2.2 (CyanogenMod10.1).
Intensidade de uso do aparelho: Alta
Aplicativos e recursos mais utilizados: Facebook, Twitter e e-mail. Alto uso de conexão 3G e wi-fi eventualmente
Média de horas que o aparelho leva para descarregar completamente: 18 horas.

Anda sempre com carregador e cabo USB. Além disso, utiliza uma bateria extra da Hyperion (U$ 29,00 no eBay).

Jansen Albuquerque

Aparelho: Samsung Galaxy SIII (bateria de 2100mAh), Android 4.2.1.
Intensidade de uso do aparelho: Alta
Aplicativos e recursos mais utilizados: WhatsApp e redes sociais intensamente, sendo as principais o Facebook, o Google+ e o Twitter.
Média de horas que o aparelho leva para descarregar completamente: 12 horas.

Em dias que sabe que vai demorar para ir pra casa, deixa o aparelho ligado em um cabo USB ao utilizar um computador. Normalmente carrega o aparelho assim que chega em casa.

Diego Toda

Aparelho: Samsung Galaxy SIII (bateria de 2300mAh), Android 4.2.1.
Intensidade de uso do aparelho: Alta
Aplicativos e recursos mais utilizados: wi-fi (em casa) e 3G – sempre ligados. Dropbox, Facebook, navegação web, Pulse e Youtube.
Média de horas que o aparelho leva para descarregar completamente: 13 horas.

Possui duas baterias extras (que custaram em torno de U$8,00), carregador de baterias portátil (U$6,00), carregadores de parede em casa e no trabalho, além do carregador veicular.

 
 

samsung galaxy s iv mobile phone large 1 - SMT comenta: como contornamos a baixa autonomia de bateria dos nossos gadgets

Bruno Martinez

Aparelho: Samsung Galaxy S4 (bateria de 2600mAh) Android 4.2.2 (TouchWiz).
Intensidade de uso do aparelho: Alta
Aplicativos e recursos mais utilizados: Facebook, Chrome, Whatsapp e e-mail. Alto uso de conexão 3G e wi-fi eventualmente.
Média de horas que o aparelho leva para descarregar completamente: 6 horas.

Anda sempre com carregador e cabo USB. Para ganhar um pouquinho mais de autonomia, desliga todas as notificações de aplicativos, deixando apenas ativos Gmail e WhatsApp. Ainda assim, aguarda a chegada de uma nova bateria, porque a que vem no aparelho é muito pequena para o seu nível de consumo.

 

 

Samsung Galaxy Note 300x270 - SMT comenta: como contornamos a baixa autonomia de bateria dos nossos gadgets

Raphael Soares

Aparelho: Samsung Galaxy Note (bateria de 2500mAh).
Intensidade de uso do aparelho: Alta.
Aplicativos e recursos mais utilizados: Email, navegação web e bluetooth, além de 3G.

Não consegue definir uma média de tempo de descarga da bateria, pois o aparelho está sempre conectado no USB. E é assim que ele contorna a baixa durabilidade de bateria.

Henrique Silvério

Aparelho: Samsung Galaxy Note [modelo coreano – SGH-E160l] (bateria de 1750mAh), Android 4.2.2
Intensidade de uso do aparelho: Alta
Aplicativos e recursos mais utilizados: WhatsApp, navegação web, Facebook, Youtube, GPS e wi-fi.
Média de horas que o aparelho leva para descarregar completamente: 8 horas.

Além de desativar as conexões desnecessárias no momento, diminui o brilho da tela quando necessário.

Bráulio Mecchi

Aparelho: Samsung Galaxy Note (bateria de 2500mAh).
Intensidade de uso do aparelho: Alta.
Aplicativos e recursos mais utilizados: GPS, CarHome, e-mail, player de música, agenda de compromissos, contatos e telefonemas.
Média de horas que o aparelho leva para descarregar completamente: 14 horas.

Possui um carregador veicular e mantém o aparelho no cabo USB conectado ao laptop no trabalho. Se vai passar longos períodos em ambientes externos sem nenhum tipo de fonte de energia, desativa o máximo de funções, como 3G, wi-fi e bluetooth. Procura usar o GPS apenas quando necessário, além de ligar o economizador de bateria do aparelho e evita telefonemas em viva voz (onde a tela do smartphone fica acessa – consumindo mais energia). Ainda não possui, mas tem interesse em comprar uma bateria extra de encaixe.

 
 

xperia zl black 1240x840 839aae2f96333f561942b533408ee4cb 275x300 - SMT comenta: como contornamos a baixa autonomia de bateria dos nossos gadgets

Leandro Marino

Aparelho: Sony Xperia ZQ (Non-removable Li-Ion 2370 mAh battery) Android 4.1.2 Stock
Intensidade do uso do aparelho: Alta
Aplicativos e recursos mais utilizados: Gmail, Gtalk. Whatsapp, Chrome, Water your body, Rdio, Songza.
Média de horas que o aparelho leva para descarregar completamente: entre 12 e 14 horas.

Até a hora do almoço costuma deixar a bateria descarregando sem se preocupar. Assim que retorna, liga o aparelho no carregador e não tira mais. Salvo nos casos em que precisa muito de bateria, costuma deixar tudo ligado, GPS, wi-fi e bluetooth (tem um fone de ouvido que usa durante todo o expediente). Todas as notificações ficam ligadas o dia inteiro. Como o aparelho é LTE (4G) costuma apenas deixar como WCDMA ou GSM, pois a cobertura de LTE onde trabalha e onde mora ainda é bem pequena e a procura por rede o tempo todo aumenta consideravelmente o gasto de bateria. 

Rodrigo Gosling

Aparelho: Sony Xperia ZQ (Non-removable Li-Ion 2370 mAh battery) Android 4.1.2 Stock
Intensidade de uso do aparelho: Média
Aplicativos e recursos mais utilizados: Conexões wi-fi, 4G e 3G, WhatsApp, Facebook, Flipboard, e-mail, Calendário, Pocket, Google Keep e Hangouts.
Média de horas que o aparelho leva para descarregar completamente: entre 10 e 12 horas.

Deixa o modo Stamina ligado o tempo todo. Este modo desliga notificações push quando a tela está apagada. Quando sabe que vai ficar longe de fonte de energia por muito tempo, diminui o brilho da tela e deixa somente conexões 3G e 2G ligadas. Além disso, sempre que está em frente ao computador, mantêm o aparelho ligado à porta USB.

 

 

LG Nexus 4 205x300 - SMT comenta: como contornamos a baixa autonomia de bateria dos nossos gadgets

Vanderlei Ventura

Aparelho: LG Nexus 4 (bateria de 2100mAh) Android 4.2.2 (Stock).
Intensidade de uso do aparelho: Alta
Aplicativos e recursos mais utilizados: Twitter, Facebook, Google Reader, leitura e HQs e eBooks.
Média de horas que o aparelho leva para descarregar completamente: 10 horas.

Leva sempre um cabo USB consigo e diminui o brilho da tela sempre que bateria está acabando.

Rodrigo Maia-Nogueira

Aparelho: LG Nexus 4 (bateria de 2.100mAh) Android 4.2.2 (Stock).
Intensidade de uso do aparelho: Alta
Aplicativos e recursos mais utilizados: Facebook, Twitter, Gmail, Whatsapp, Waze, Evernote, Candy Crush e Ingress. Alto uso de conexão 3G e wi-fi eventualmente.
Média de horas que o aparelho leva para descarregar completamente: 12 a 14 horas.

Anda sempre com carregador veicular, carregador de parede e cabo USB. Além disso, utiliza uma bateria externa, que aumenta a autonomia em 30%. Recentemente, tem utilizado o Snapdragon BatteryGuru (beta) para gerenciar o uso da bateria.

Elea Proença

Aparelho: LG Nexus 4 (bateria de 2.100mAh) Android 4.2.2 (Stock).
Intensidade de uso do aparelho: Alta
Aplicativos e recursos mais utilizados: Gmail, Plume, Chrome, PowerAMP, Whatsapp, Candy Crush
Média de horas que o aparelho leva para descarregar completamente: 12 a 14 horas.

Deixa o aparelho ligado na porta USB do computador sempre que possível. Se está de carro, o aparelho vai carregando e ainda utiliza uma bateria de emergência de 6600mAh, que tem duas portas USB, uma de 1A e outra de 2.1A. Link da bateria.

Para gerenciar a bateria no smartphone, utiliza o Juice Defender, que liga a conexão de dados a cada 15 min.

 

 

Galaxy Tab 2 7 horz - SMT comenta: como contornamos a baixa autonomia de bateria dos nossos gadgets

Bárbara Costa

Aparelhos: Samsung Galaxy Tab 2 (7′) (bateria de 4000mAh), Android 4.2.2 e Motorola Razr D3 (bateria de 2000 mAh) Android 4.1.

Samsung Galaxy Tab 2
Intensidade de uso do aparelho: Alta
Aplicativos e recursos mais utilizados: Plume, Gmail, WhatsApp, o player de música Fusion e os games Where’s My Water?, Lança-Puffle e Candy Crush Saga.
Média de horas que o aparelho leva para descarregar completamente: 14 horas.

Motorola Razr D3
Intensidade de uso do aparelho: Baixa
Aplicativos e recursos mais utilizados: Instagram, Cinegram, Rando e Keek
Média de horas que o aparelho leva para descarregar completamente: 14 horas.

Utiliza o tablet até a mensagem de bateria fraca ser exibida (em 15%) e então já conecta o carregador.

 

 

HTC One Black 300x244 - SMT comenta: como contornamos a baixa autonomia de bateria dos nossos gadgets

Hugo Carlos

Aparelho: HTC One X (bateria de 1800mAh), Android 4.1.2
Intensidade de uso do aparelho: Média
Aplicativos e recursos mais utilizados: Google Reader, Twitter e gmail. Passa 80% do tempo de uso em rede wi-fi e 20% em rede 3G.
Média de horas que o aparelho leva para descarregar completamente: 13 horas.

Sempre liga o modo de economia de energia quando a bateria fica nos seus 20% de carga restantes e dá carga extra na bateria quando sabe que vai demorar mais do que 13 horas para chegar em casa.

 

 

Samsung Galaxy SII 270x300 - SMT comenta: como contornamos a baixa autonomia de bateria dos nossos gadgets

Marcus Pereira

Aparelho: Samsung Galaxy SII (bateria de 1650mAh), Android 4.2.2 (CyanogenMod 10.1)
Intensidade de uso do aparelho: Alta
Aplicativos e recursos mais utilizados: WhatsApp, Gmail, Google Keep, Instagram, Skype, Google Play Music, Google Chrome, Muamba Tracker Pro, Flipboard, Nook e Twitter. Utilizo conexão wi-fi quando estou em casa e em locais que consigo me conectar e 3G nos outros momentos.
Média de horas que o aparelho leva para descarregar completamente: 15 horas.

Utilizo o Silence para desativar algumas funções automaticamente (como conexões wi-fi e 3G) em certos horários e deixo o brilho da tela no modo automático, além de sempre plugar o aparelho no USB quando uma porta estiver disponível. Comprei recentemente uma bateria extra e um carregador externo, que me custaram aproximadamente R$30,00 na DealExtreme (mas ainda não chegaram).

 

 

LG Optimus 2X 162x300 - SMT comenta: como contornamos a baixa autonomia de bateria dos nossos gadgets

Lucas Xavier

Aparelho: LG Optimus 2X (1500mAh), Android 4.2.2 (CyanogenMod 10.1).
Intensidade de uso do aparelho: Alta
Aplicativos e recursos mais utilizados: WhatsApp, Instagram, Google+ e Facebook.
Média de horas que o aparelho leva para descarregar completamente: 18 horas.

Sempre que pode, mantém o aparelho plugado no cabo USB ou no carregador.

 

 

iPhone 4 300x300 - SMT comenta: como contornamos a baixa autonomia de bateria dos nossos gadgets

Gleuber Sobrinho

Aparelho: Apple iPhone 5(bateria de 1440mAh), iOS 6.1.
Intensidade de uso do aparelho: Alta
Aplicativos e recursos mais utilizados: wi-fi, e-mail, navegação web, redes sociais, calendário, mapas com GPS ativado.
Média de horas que o aparelho leva para descarregar completamente: 15 horas.

Além de manter o aparelho sempre na tomada no trabalho, possui uma capa com bateria extra que carrega antecipadamente e utiliza em situações de emergência (e que custa cerca de U$20,00 também na DealExtreme).

 

Nokia Lumia 800 300x215 - SMT comenta: como contornamos a baixa autonomia de bateria dos nossos gadgets

 

Glauco Vital

Aparelho: Nokia Lumia 800 (bateria de 1450mAh), Windows Phone 7.8
Intensidade de uso do aparelho: Moderado
Aplicativos e recursos mais utilizados: 3G durante o dia, wi-fi a noite. WhatsApp, câmera, e-mail e ligações.
Média de horas que o aparelho leva para descarregar completamente: 15 horas.

 
 

Chegamos a conclusão de que…

A grande maioria é adepta de manter os gadgets sempre plugados na energia – seja pelo carregador ou pelo cabo USB e a loja favorita da galera para comprar baterias externas e acessórios que fornecem carga extra é a chinesa DealExtreme. Já a grande dica é, além de manter o software do seu aparelho atualizado, desabilitar conexões e recursos desnecessários, seja manualmente ou automaticamente (utilizando o Silence, por exemplo). Outras formas de se gerenciar melhor a bateria podem ser encontradas neste post.

E você? Quais dessas técnicas utiliza? Tem alguma dica interessante para estender o tempo útil da bateria? Comente!

bateria1 - SMT comenta: como contornamos a baixa autonomia de bateria dos nossos gadgets

8 Comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Opa, eu faço parte da minoria que só carrego meu Razr i na calada da noite! Só pra constar, 1h30m diárias de GPS, radardroid e bluetooth (carro) além de 3G ligado direto. Em média 3h de tela ativa , ele leva 18h para descarregar completo, nesse uso!

  • Todo mundo tem Samsung aí rsrsr

    O meu não faço tanto uso diário dele, uso mais ou menos 3h de GPS por dia (Waze) por que trabalho em atendimento externo, 1h de Music Player, ás vezes fica durante o dia ligado no 3G e Wi-Fi quando chego em casa. E quase sempre assisto um filme com o brilho máximo ou algum jogo (20 min). Geralmente ele fica fora da tomada por 16h.

    Motorola RAZR D1.

    • Também possuo um Motorola Razr D1 XT916 (Dual-Chip sem TV) e estou satisfeitíssimo com a autonomia da bateria, me aguenta o dia inteiro sem problemas, e olha que ultimamente estou deixando o GPS ligado durante o dia inteiro pra tentar “aproveitar” melhor o Google Now.

  • O melhor é compra uma bateria de backup com um case pra ela…carrega no bolso de boua, acabou uma coloca a outra, depois carrega uma no smart e outra em carregador externo e seja feliz para sempre

Receba Notícias por E-mail:

Share via