Fim da utopia: Snapchat começa a exibir anúncios publicitários

Com 150 milhões de usuários, o Snapchat anunciou que começará a mostrar anúncios publicitários entre as histórias
smt-Snapchat-P1
Com 150 milhões de usuários diários, o Snapchat anunciou que começará a mostrar anúncios entre as histórias compartilhadas na plataforma.

As mídias sociais se tornam a cada dia mais importante no processo de comunicação. Numa realidade em que o meio é a mensagem, informação e publicidade desenvolvem novas formas de conviverem. O Snapchat é um das redes sociais que mais crescem atualmente. Com 150 milhões de usuários diários, a empresa anunciou que começará a mostrar anúncios entre as histórias compartilhadas na plataforma.

Os anúncios serão mostrados em duas sessões do aplicativo: StoriesDiscover. A primeira gira em torno de um evento ou uma cidade e nela é exibido conteúdo enviado especificamente por usuários do Snapchat, enquanto na segunda, o conteúdo é selecionado por veículos específicos, como a CNN, MTV e Vice, e estão relacionados à notícias. Entre um snap e outro nestas sessões, os anúncios serão mostrados.

Os anúncios serão mostrados em duas sessões do Snapchat: Stories e Discover.

Apesar de (aparentemente) ter um bom plano de ações, o Snapchat parece estar um tanto cauteloso sobre quantos anúncios pretende mostrar. A empresa se recusou a fornecer maiores detalhes sobre como serão os as inserções e qual a frequência com que os anúncios serão exibidos.

Em entrevista ao portal de notícias Tech Insider, o chefe de monetização do Snapchat, Peter Sellis, não será possível pular ou fechar as propagandas, que só aparecerão entre histórias completas. “Faremos isso da maneira certa, com foco na criatividade, o que nos permitirá ser extremamente conservadores“, declarou.

O Snapchat ostenta a bandeira de ser uma plataforma de forte engajamento. Por isso mesmo, a empresa procura um formato de publicidade que funcione de acordo com as características da rede social. A Hollister, P&G, Verizon, Warner Brothers, entre outras empresas vão começar a anunciar dentro das histórias em breve.

Comentários do Facebook