Snapdragon 25+

Snapdragon W5+ promete dobrar a bateria de relógios inteligentes

Avatar of bruno martinez
Novos processadores Snapdragon W5+ e W5 Gen1 foram mostrados pela Qualcomm, prometendo menor gasto de energia e o dobro de desempenho

A Qualcomm anunciou nesta semana as novas plataformas Snapdragon W5+ e Snapdragon W5 Gen 1, focadas em dispositivos wearables e que, segundo a empresa, tem foco na vida útil prolongada da bateria desses aparelhos. Confira os detalhes a seguir:

As novas plataformas Snapdragon W5+ e Snapdragon W5 Gen1

Snapdragon
Os detalhes das novas plataformas da Qualcomm. (Imagem: Reprodução/Qualcomm)

As novas plataformas foram projetadas, segundo a Qualcomm, para diminuir o consumo de energia dos dispositivos que a utilizarem em relação à modelos anteriores. Isso é feito através de uma redução de 50% no consumo da bateria pela nova arquitetura — e mesmo assim, com um desempenho duas vezes superior ao das plataformas anteriores.

A plataforma também é 30% menor do que as gerações anteriores, permitindo que os fabricantes de wearables tenham mais espaço para desenvolver modelos diferentes de dispositivos. Além disso, com o processador de 4nm com sistema on-chip e o coprocessador integrado de 22nm, ela incorpora uma série de inovações de plataforma, incluindo nova arquitetura Bluetooth 5.3, conexões Wi-FI, GNSS e de Áudio com baixo consumo energético e funções como Deep Sleep e Hibernate — permitindo maior precisão na detecção de atividades relacionadas ao sono.

“As novas plataformas de wearables representam nosso salto mais avançado até o momento. Construídas para wearables de próxima geração, essas plataformas abordam as necessidades mais urgentes dos consumidores, fornecendo energia ultra-baixa, desempenho inovador e embalagens altamente integradas. 

Pankaj Kedia, senior director, product marketing, e global head de Smart Wearables da Qualcomm Technologies.

Disponibilidade das novidades está próxima

Snapdragon
W5 normal será focado em dispositivos mais segmentados. (Imagem: Divulgação/Qualcomm)

Embora revelado essa semana, a disponibilidade das plataformas está próxima — com a Oppo já anunciando que o Oppo Watch 3 utilizará o chipset, sendo lançado em agosto — algo diferente do que aconteceu no Snapdragon Wear 4100, que foi mostrado em 2020 mas só dois relógios o utilizavam em 2021.

De qualquer forma, é possível que a plataforma também veja maior utilização graças a integração mais fluida com o sistema Wear OS 3, fazendo com que o chip se torne a escolha principal das fabricantes para dispositivos que utilizarão esse software.

Por fim, frisamos que as novas plataformas contam com funções e especificações semelhantes, mas o Snapdragon W5 é mais focado em wearables de segmentos específicos, como smartbands e afins. Já o Snapdragon W5+ é focado em smartwatches.

Veja também

Xiaomi 12S Ultra chega com câmera Leica de 50 MP e Snapdragon 8+ Gen1

Fonte: The Verge

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados