Spotify está mudando o jeito que os artistas dão os nomes das músicas

spotify phone logo 2017 billboard 1548 - Spotify está mudando o jeito que os artistas dão os nomes das músicas
O serviço de streaming tem um papel determinante na indústria musical, que está influenciando os hits no topo do ranking da Billboard

O Spotify é, para pessoas amantes da música como eu, um grande facilitador na hora de ouvir as músicas novas que são lançadas diariamente, conhecer artistas de estilo parecido com os seus favoritos, montar playlists das mais variadas e ainda baixá-las no celular.

Mas os serviços de streaming de música podem estar afetando não apenas quem consome música, mas também quem a faz.

Estudo publicado no Medium, a ideia é exatamente essa: ver como o Spotify afeta a produção musical no mundo desde que foi lançado, em 2009.

Spotify - Spotify está mudando o jeito que os artistas dão os nomes das músicas

Para medir esse efeito, Michael Tauberg analisa o ranking Hot 100 da Billboard, responsável por listar as músicas que estão fazendo mais sucesso no momento. Ele é atualizado a cada semana.

O estudo é feito com dois tempos: as eras pré (2000 até 2008) e pós Spotify (2009 até 2017).

Ao analisar os tipos de música e artistas que fizeram mais sucesso na Billboard nos últimos 9 anos, podemos ver mudanças enormes no mundo da música.

Sucesso antes e depois do Spotify

Anteriormente, esse sucesso listado no Hot 100 era medido através de vendas e transmissões na rádio.

Com a introdução dos serviços de streaming, essa fórmula acabou se expandindo para 35-45% de vendas, 30-40% de transmissões na rádio e 20-30% no streaming.

Hot 100 - Spotify está mudando o jeito que os artistas dão os nomes das músicas

Com a introdução do Spotify e outros serviços de streaming, é possível ver o conceito de Chris Anderson que a internet tem alguns nomes fortes de sucesso, mas que isso não diminui o número de outras coisas que estejam fazendo sucesso simultaneamente, embora não com tanta força.

Isso se mostra através do número de músicas que passaram a integrar o Hot 100: na era pré Spotify, eram 3092 músicas. Agora, esse número subiu 27% e apresenta 3933 músicas no ranking.

O streaming ajudou no aumento de música que consumimos, já que agora temos um catálogo muito maior exposto de um jeito mais simples.

Mudança no jeito que os artistas dão os nomes das músicas

Agora, vamos ao tamanho dos nomes de uma música.

Era de se esperar que o tamanho do nome de uma música ou disco não tem relação com seu sucesso, mas o estudo mostra outra coisa.

spotify icon ios - Spotify está mudando o jeito que os artistas dão os nomes das músicas

Músicas com uma palavra eram poucas no pré-Spotify, em torno de 2113. Já na era pós, esse número aumentou 19%, chegando a 2512 músicas de sucesso nomeadas por apenas uma palavra.

O aumento também se dá em músicas com títulos formados por três palavras e com mais de dez palavras, surgindo títulos compostos por até quatorze, enquanto títulos de 4 a 7 palavras passaram a ser menos recorrentes.

Concluindo

Nas palavras do autor, se o streaming se tornar ainda mais dominante no consumo de música, essas tendências devem continuar.

Mais músicas, mais artistas dominando no topo, mais músicas com títulos específicos, assim como mais músicas com apenas uma palavra de título.

Comentários do Facebook

Receba Notícias por E-mail:

Share via