“Superfície inteligente” do MIT pode melhorar sinal de Wi-Fi

image
A "superfície inteligente" é uma placa com pequenas antenas que possuem baixo custo e um grande potencial para reforçar o sinal sem fio
Anúncio
"Superfície inteligente" do MIT pode melhorar sinal de Wi-Fi

Os pesquisadores do MIT CSAIL desenvolveram uma “superfície inteligente” que pode ser uma solução para um dos grandes problemas da nossa “era sem fio”: o esforço que alguns aparelhos pequenos precisam fazer para manter um bom sinal de Wi-Fi quando há tão pouco espaço para o posicionamento de antenas. Nós aqui do Showmetech vamos te contar mais sobre essa novidade.

Uma superfície inteligente para amplificar Wi-Fi

Os cientistas criaram uma smart surface (Superfície Inteligente, em tradução livre) chamada RFocus que, segundo eles, pode funcionar tanto como espelho quanto como lente para focar os sinais de rádio nos dispositivos certos nos dois lados dessa “tela”. Isso melhora a intensidade do sinal mediano em quase 10 vezes, além de duplicar a capacidade do canal mediano em um ambiente de escritório.

Em vez de apenas algumas antenas estacionárias, o protótipo RFocus possui em torno de mais de 3.000 antenas minúsculas com software que as organiza para maximizar a recepção do sinal. Em outras palavras, o RFocus está atuando como um controlador de formação de feixe no meio, em vez de permitir que os terminais de rádio – transmissores e dispositivos clientes – gerenciem essa atividade, algo que seria difícil de implementar em dispositivos minúsculos.

O líder do projeto da "superfície inteligente", Venkat Arun, em uma sala ao lado de placas quadradas penduradas em um suporte
O líder do projeto da “superfície inteligente”, Venkat Arun, ao lado de sua criação

Porém, os ganhos tecnológicos não são a única vantagem por trás da superfície inteligente da RFocus. O preço do produto também seria um grande atrativo! A expectativa é que a matriz tenha um custo baixo, com apenas alguns centavos por antena, e consumiria pouca energia em comparação ao sistema convencional. 

Apesar da melhoria quase dez vezes maior, o RFocus na verdade não usa amplificação de sinal, o que significa que as próprias antenas não emitem energia, dessa forma gerando um gasto reduzido de energia.

Infelizmente ainda não há menção de quanto tempo se espera que o RFocus esteja disponível para ser comercializado entre empresas e usuários. A equipe não teria apenas que refinar o design, mas encontrar uma maneira de produzi-lo em grande escala – idealmente na forma de um “papel de parede fino e barato”, sem a necessidade de algum tipo de financiamento. Pelo menos já está claro para os pesquisadores a ampla gama de usos que a superfície inteligente pode ter. 

A primeira das grandes funcionalidades do RFocus está em sua capacidade de fornecer conexões mais fortes e de longo alcance para todos os tipos de tecnologia móvel, desde Wi-Fi5G de banda alta. Além disso, a superfície inteligente pode realmente mostrar seu verdadeiro potencial tecnológico quando aplicada no contexto de dispositivos de Internet das Coisas, que são muito pequenos para ter um link sem fio ou precisam de algum componente adicional para manter sinais confiáveis.

Gostou? Se tiver alguma outra novidade tecnológica sobre a qual você queira saber mais, deixe um comentário aqui na página.

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter