Tecnologias que já permitiam o home office desde antes da quarentena

home office
Apesar da pandemia de COVID-19 ter obrigado muita gente a arranjar um jeito de trabalhar em casa, a tecnologia já permitia que alguns segmentos trabalhassem em home office desde antes desta necessidade

Com a recomendação da Organização Mundial da Saúde para as pessoas ficarem em casa para diminuir os casos de contágio de COVID-19, muitos trabalhadores estão sendo obrigados a trabalhar em regimes de home office. E, apesar de isto ser um problema para alguns segmentos, em outros este movimento já era algo natural, e já existia uma mudança gradual para este regime mesmo antes da quarentena.

Devido aos avanços da tecnologia, alguns segmentos do mercado estão prontos para manter a produtividade mesmo com a mudança para o regime de home office, e existem profissionais que já nem sabem mais o que é precisar ir para um escritório.

Criadores de conteúdo

home-office
Trabalhar em casa não é uma novidade para aqueles que produzem conteúdos para a internet

Um dos segmentos menos afetados pela pandemia certamente é o dos criadores de conteúdo. Sejam eles redatores, social media, designers, editores de vídeo ou qualquer outro cargo, o pedido por isolamento pouco afetou a rotina de quem já estava acostumado a trabalhar em home office.

Um dos motivos para isso é o fato do próprio trabalho dessas pessoas ser produzir para a internet, o que já garante que todas as ferramentas de publicação (sejam para textos ou para vídeos) já estejam online. Assim, não importa se você escreve para um blog montado em WordPress ou edita vídeos para um canal do YouTube, a possibilidade de acessar esses sites de qualquer local anula a necessidade de um escritório onde todos os funcionários da empresa devem se reunir fisicamente.

Além disso, o que não falta são ferramentas online para comunicação e organização. Por exemplo, o uso do Trello permite que uma equipe possa gerenciar suas atividades através de um local comum onde todos podem sugerir tarefas e indicar quais que já estão sendo executadas, deixando isso visível para toda a equipe, evitando que mais de uma pessoa esteja trabalhando na mesma coisa.

Já para a comunicação, soluções como o Slack ajudam bastante, pois permitem não só o envio de mensagens diretas para qualquer membro da equipe como também a criação de canais fechados, possibilitando que em um mesmo local você crie tópicos para discutir projetos que está trabalhando com seus chefes e os resultados do futebol com os colegas, de forma que nenhuma conversa se sobrepõe e atrapalha a outra.

E-sports

Comentarista vendo e-Sports no computador
Apesar de ter cancelado os grandes torneios, o COVID-19 não mudou muito a rotina de quem é um atleta de e-sports (Imagem/Reprodução: Deposit Photos)

Outro grupo que praticamente já vivia em isolamento são os atletas de modalidades de e-sports. Ainda que as novas diretrizes tenham obrigado o cancelamento de alguns dos principais campeonatos – que, em sua maioria, eram presenciais e aconteciam em arenas lotadas de espectadores – pouco muda na rotina diária dessas pessoas, que já eram acostumadas a passar dias sem sair de casa.

Isso porque a rotina desses atletas exige que eles fiquem de 8h a 12h por dia em frente ao computador, praticando no jogo em que competem para que possam se tornar cada vez melhores. Para isso, eles contam com a ajuda de treinadores (em muitos casos, que atuam de maneira remota) que os ajudam não apenas a melhorar suas habilidades de coordenação e tempo de resposta, mas também o psicológico para aguentar longas sessões de jogos e não desesperar por conta de uma derrota. Além disso, o uso de softwares especiais ajudam a analisar estatísticas desses atletas e desenvolver novas formas de melhorar o desempenho deles.

Esse tipo de rotina é possível não apenas por conta de sites como o Twitch, que permitem que esses jogadores transmitam o treinamento para milhões de pessoas ao redor do mundo e tenham uma renda mesmo quando não há campeonatos, mas também pelo uso de ferramentas como o Discord, que permite se comunicar com qualquer pessoa sem precisar sair de seus jogos.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter