Trabalho flexível é a próxima grande tendência do mercado, aponta Microsoft

Avatar of bruno martinez
Depois de um ano operando remotamente, Microsoft divulga relatório com sete tendências do trabalho flexível que os líderes precisam ficar atentos

A Microsoft divulgou, recentemente, o Índice de Tendências de Trabalho 2021. O relatório aponta sete tendências do mercado de trabalho flexível que os líderes precisam conhecer para alcançar sucesso ao adotar o modelo híbrido, regime de trabalho que alterna entre atividades presenciais e home office

O documento traz algumas informações bem relevantes. Cerca de 73% dos colaboradores querem continuar com o modelo de trabalho flexível. E pelo menos dois terços dos líderes cogitam remodelar os espaços físicos para atender a demanda do modelo híbrido. Além disso, o estudo mostrou que as publicações de vagas remotas no LinkedIn aumentaram cinco vezes mais durante a pandemia. 

Trabalho flexível e as mudanças que os líderes devem ficar atentos 

Depois de um ano marcado por atividades remotas, devido à pandemia de COVID-19, a Microsoft já anunciou a retomada das atividades presenciais nas unidades de Seattle e Redmond, nos Estados Unidos. Porém a pandemia acabou mudando o mercado. A big tech acredita que o trabalho flexível veio para ficar e pretende desenvolver uma estratégia para adotar o regime híbrido para todos os funcionários. 

No relatório, a Microsoft identificou cinco estratégias e mudanças que podem auxiliar as lideranças na adoção do trabalho flexível, levando em consideração as tendências do mercado.

  • Criar um plano para orientar os funcionários sobre a rotina de trabalho flexível.
  • Investir em mudanças no escritório presencial para motivar os colaboradores a continuarem interessados pela rotina presencial e, ao mesmo tempo, investir em tecnologia a fim de manter a qualidade do trabalho remoto.
  • Combater o esgotamento digital, propondo pausas, redução da carga horária e uma cultura de equilíbrio.
  • Priorizar o capital social e uma cultura de apoio.
  • Repensar a experiência do funcionário para atrair os melhores e mais diversos talentos para a equipe.

Quais as principais tendências apontadas pelo estudo

A pesquisa analisou diversos dados de produtividade do Microsoft 365 e LinkedIn e contou com a participação de mais de 30 mil colaboradores voluntários, de 31 países. Depois dos impactos da pandemia no mercado, o relatório aponta que o trabalho flexível é inevitável, sendo uma tendência que veio para ficar. Também mostra que os líderes precisam melhorar o contato com os colaboradores. 

Microsoft trabalho flexível
Mais da metade dos colaboradores são a favor do regime de trabalho híbrido

Outra tendência apontada no estudo é que a alta produtividade está camuflando a exaustão dos funcionários. Segundo o documento, 54% dos entrevistados se sentem esgotados. Sendo que um a cada cinco entrevistados disseram que os superiores não se preocupam com o equilíbrio entre a vida profissional e particular dos colaboradores. Já a geração Z foi a que mais passou por dificuldades no último ano. 

Outra tendência que os líderes precisam ficar atentos é como as equipes estão se comunicando. Segundo a Microsoft, o trabalho remoto acabou diminuindo as redes de contato, limitando as interações dos funcionários com os times mais próximos. Mas a análise sugere que o trabalho flexível pode ajudar a diminuir esse isolamento entre as equipes. 

Isolamento trabalho digital
Equipes estão mais isoladas no regime trabalho digital

Segundo a pesquisa, a pandemia acabou contribuindo para criar interações mais humanas. As pessoas acabaram mostrando mais suas vulnerabilidades diante dos colegas de trabalho, mas isso não foi visto como algo negativo. Para a Microsoft “essas interações podem ajudar a promover um local de trabalho onde as pessoas se sintam mais confortáveis ??para serem elas mesmas”. 

Fechando a lista de tendências, a big tech acredita que a adoção do trabalho flexível vai fazer com que os funcionários consigam expandir suas carreira, além de permitir que a empresa consiga atrair mais talentos e criar novas oportunidades.

Os resultados do Índice de Tendências do Trabalho podem ajudar muito os líderes que desejam adotar o regime de trabalho flexível. A pesquisa completa pode ser conferida no site da Microsoft.

Fonte: Microsoft [1] e [2], ZDNet

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados