Tudo o que você precisa saber sobre o Wi-Fi 6

Wi-Fi 6
Wi-Fi 6 esse é o nome comercial do padrão 802.11ax, sexta geração das redes Wi-Fi. Confira todas as informações sobre essa nova tecnologia que chegará ao mercado em 2019

A  WFA (Wi-Fi alliance), organização responsável pela padronização dos protocolos Wi-Fi, anunciou medidas que visam simplificar a distinção entre as várias gerações de tecnologias de redes sem fio. Essa nova forma de abordagem terminológica será encabeçada pela nova geração do padrão de conexão wireless, chamada Wi-Fi 6, um nome mais simples e comercial para o 802.11ax, sucessor do 802.11ac, que você deve conhecer até então como Wi-Fi AC.

Antes de entrarmos no novo padrão e a forma como ele se difere dos anteriores permita-me voltar um pouco no tempo para que você possa compreender melhor a evolução do Wi-Fi.

Do IEE ao Wi-Fi 6

Há 21 anos o o IEEE (Institue Electronics Engineers) implementou o padrão de conectividade sem fio IEE 802.11, que a princípio tinham taxas de transmissão de 1 e 2 Mbp/s. A evolução para tecnologias melhores aconteceu naturalmente. Em 1999 apareceram o  IEE 802.11b e 802.11a, alcançando taxas de transmissão de  11 e 54Mbps, respectivamente.

Neste mesmo ano surgiu a WECA (Wireless Ethernet Compatibility Alliance), grupo que reunia representantes  de empresas de peso como Nokia e Lucent, ficando responsável pela padronização dos protocolos da IEEE 802.11. Em 2003 esse grupo passou a se chamar  Wi-Fi Alliance.

No mesmo ano surgiu um novo padrão o 802.11g, que mantinha a taxa de transmissão de até 54 Mb/s, assim como o anterior, porém operando na faixa dos 2,4 GHz, ao contrário dos 5 GHz do 802.11b.

30 - Tudo o que você precisa saber sobre o Wi-Fi 6

Finalizado em setembro de 2009, o sucessor do 802.11g foi o 802.11n, com transmissão de dados na casa dos 300 Mb/s, podendo alcançar, teoricamente, 600 Mb/s, além de implantar o recurso MIMO (multiple-input multiple-output) que é a tecnologia  que usa vários transmissores e receptores para a transferência de mais dados ao mesmo tempo.

Chegamos após o 802.11n o padrão que a indústria vem tentando popularizar nos últimos anos, trata-se do 802.11ac, implantado em 2003. A taxa de transferência fica na casa dos 2 Gb/s.

Wi-Fi 6

30 - Tudo o que você precisa saber sobre o Wi-Fi 6

Com o Wi-Fi 6 temos uma simplificação da forma de identificação para um padrão técnico, que no caso é o 802.11ax. A Wi-Fi Alliance não adotou essa facilidade apenas para esse padrão, dois anteriores também foram reformulados. A lista ficou assim:

  • Wi-Fi 4 – referente ao padrão Wi-Fi N (802.11n)
  • Wi-Fi 5 – referente ao padrão Wi-Fi AC (802.11ac)
  • Wi-Fi 6 – referente ao padrão Wi-Fi AX (802.11ax)

As versões anteriores 802.11a, b e g não foram renomeadas, já que não são mais utilizados. De acordo com a Wi-Fi Alliance essa mudança é uma forma de facilitar tanto a indústria que produz equipamentos de rede quanto os consumidores que conseguirão identificar de forma mais direta como tal roteador, por exemplo, se encaixa nesse suporte aos padrões mais recentes do Wi-Fi.

“Por quase duas décadas, os usuários de Wi-Fi tiveram de passar por convenções técnicas nos nomes para determinar se seus aparelhos possuíam suporte para o Wi-Fi mais recente. A Wi-Fi Alliance está animada em introduzir o Wi-Fi 6, e apresentar um novo modelo de nomenclatura para ajudar o mercado e os usuários de Wi-Fi a entenderem facilmente a geração de Wi-Fi suportada pelo seu aparelho ou conexão”, afirmou o presidente e CEO da Wi-Fi Alliance, Edgar Figueroa, em comunicado.

Essa mesma facilitação é incorporada há muito tempo no padrão 802.15.1, que você conhece muito bem por Bluetooth. A sua versão mais recente é a Bluetooth 5.0. Outo padrão com um nome mais simplificado é o 802.11ad, conhecido por WiGig, uma forma de indicar a compatibilidade com a banda de 60 GHz.

Pronto, agora que você já está situado com a nova forma de nomenclatura, vamos falar mais profundamente sobre o Wi-Fi 6, ou para quem ainda quer seguir a cartilha técnica, o padrão 802.11ax.

As melhorias do Wi-Fi 6

Como explica a Cisco, a tecnologia wireless está evoluindo, impulsionada por ainda mais dispositivos, mais conexões e mais aplicativos que consomem cada vez mais largura da banda. No futuro as redes Wi-Fi precisarão de ainda mais capacidade e confiabilidade, é aí que entrada sexta-geração, o 802.11ax, ou Wi-Fi 6.

34 - Tudo o que você precisa saber sobre o Wi-Fi 6

Com o Wi-Fi 6 a previsão é que esse padrão consiga lidar com a velocidade, teórica, de 14 Gb/s, enquanto na prática transmissão estará na casa dos 11 Gb/s. Diferentemente do Wi-Fi 5 (802.11ac) que opera em apenas em 5 GHz, o Wi-Fi 6 é dual-band: 2.4 GHz e 5 GHz.

Outras promessas são um consumo de energia menor para os dispositivos conectados e uma maior capacidade em manter um bom alcance com barreiras, como parede, que acabam atrapalhando a propagação do sinal.

O Wi-Fi 6 também incorpora o acesso múltiplo por divisão de frequência ortogonal (OFDMA), presente no 4G LTE. Com essa tecnologia é possível dividir cada canal em subcanais, com pequenas variações na frequência, impactando diretamente na velocidade de transmissão e na quantidade de dispositivos que podem se conectar simultaneamente ao roteador.

Parceiros começam a se movimentar

Broadcom, Intel e Qualcomm são as primeiro parceiros da Wi-Fi Alliance que estão entregando chips compatíveis com o Wi-Fi 6. A primeira a apostar nesse novo padrão foi a Broadcom, anunciando seus primeiros chips compatíveis no ano passado, com capacidade de gerenciar até 50 dispositivos ao mesmo tempo e suporte a taxa de transferência de até 5 Gb/s.

Já a Intel, anunciou o seu primeiro chip em janeiro deste ano. O suporte é para até 256 dispositivos de forma simultânea e taxa de transferência na casa dos 2 Gb/s.

Aos poucos também vão sendo anunciado os roteadores compatíveis com essa tecnologia. ASUS, TP-Link e D-Link são algumas das já anunciaram roteadores 802.11ax (Wi-Fi 6). Confira abaixo alguns exemplos:

ROG Rapture GT-AX11000

ax networking rapture gt ax11000 - Tudo o que você precisa saber sobre o Wi-Fi 6

O primeiro modelo é o ROG Rapture GT-AX11000 da taiwanesa ASUS. Ele pode ser encaixado na categoria de “roteador gamer”, voltado para usuários mais exigentes, como gamers e entusiastas que irão lidar com redes de alta velocidade.

O Rapture GT-AX11000 é o primeiro roteador tri-band que segue o padrão Wi-Fi 6 (802.11ax). São duas bandas de 2,4 GHz e uma de 5 GHz. Uma dessas bandas de 5 GHz pode ser reservada para o console, por exemplo, impedindo que conexões paralelas causem qualquer tipo de congestionamento com a banda reservada apenas para esse elemento central para a jogatina.

Ele é projetado para redes super exigentes, que a taxa de transferência agregada alcance 11.000 Mb/s. A divisão, de acordo com a banda, é a seguinte: até 1148 Mb/s para 2.4 GHz e até 4804 Mb/s para cada banda de 5 GHz.

Archer AX6000

TP Link Archer AX6000 especificaciones te?cnicas - Tudo o que você precisa saber sobre o Wi-Fi 6

archer - Tudo o que você precisa saber sobre o Wi-Fi 6

O Archer AX6000 é o primeiro roteador da TP-Link compatível com o Wi-Fi 6. A companhia reforça a presença do hardware deste modelo: processador quad-core de 1,8 GHz, com três coprocessadores e 1 GB de RAM. 

Este roteador é dual-band, operando em 2.4 GHz e 5 GHz. A taxa de transferência agregada fica próximo aos 6.000 Mb/s, dividida entre  1148 Mbps na banda de 2,4 GHz e 4804 Mbps na banda de 5 GHz.

DIR-X9000

9dcea4da5a3ccf620899ec4fce7bff19 - Tudo o que você precisa saber sobre o Wi-Fi 6

A D-Link aproveitou o conceituado design do roteador DIR-890L, sim, aquele mesmo estilo aranha, pra anunciar um novo modelo baseado nesse conceito mas que segue o Wi-Fi 6. Estamos falando do DIR-X90000. Assim como o modelo da ASUS ele é tri-band, uma de 2.4 GHz e 2 de 5 GHz, e também promete uma taxa de transferência agregada de 11.000 Mb/s.

Quando chega ao mercado?

O programa de certificação com o novo nome estará disponível a partir de 2019 , quando começaremos a ver realmente os primeiros produtos que seguem o novo padrão. Os dispositivos com Wi-Fi 6 terão uma certificação que será a Wi-Fi CERTIFIED 6 ™.

Além dos dispositivos de gerenciamento da rede ainda levará um tempo até vermos os primeiros portáteis, como notebooks e smartphones capazes de interagir com esse novo padrão.

E você, já escolheu seu futuro roteador com suporte para Wi-Fi 6? Deixe um comentário.

wi fi6 - Tudo o que você precisa saber sobre o Wi-Fi 6

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe seu comentário:

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Receba Notícias por E-mail:

Share via