Tudo o que você queria saber sobre smart TVs 8K

Q900 a primeira TV 8K no Brasil
Novos recursos, conteúdo nativo, diferenças com a 4K, preço e todas as dúvidas que você tinha sobre smart TVs 8K

A Samsung foi a primeira empresa a lançar uma TV 8K no Brasil. Como a tecnologia ainda está crescimento, muitas dúvidas podem surgir sobre suas vantagens e desvantagens. Pensando em ajudar os consumidores a entenderem mais sobre os benefícios do 8K para o ambiente doméstico, com dois meses após o lançamento da nova linha de QLEDs, a Samsung realizou um evento para a imprensa, nos dias 30 e 31 de maio, na cidade de São Paulo, para mostrar o lado técnico dos diferencias das QLED 8K e 4K. Simon DongBae Lee, líder da Área de Visual Display Business da Samsung, veio direto da matriz da empresa na Coreia do Sul para apresentar as novidades.

O executivo já soma mais de 25 anos na Samsung e esteve envolvido em todos os aspectos de inovação técnica em displays, como o 3D, UHD, HDR TV e agora o 8K. Ele também esteve à frente de colaborações com a Dreamworks, Fox, Warner Bros., Disney e Netflix, bem como a produção de filmes em UHD HDR em parceria com a Fox e Amazon e o lançamento do primeiro filme em 3D com a Dreamworks e a IMAX.

Simon Lee apresentou um workshop sobre a linha QLED 2019, começando pelo membro mais recente, a Q900 8K. Anunciada em abril desse ano, nova Q900 possui a mais alta resolução do mercado e tecnologia upscaling com Inteligência Artificial (IA), que melhora conteúdos gravados em outras resoluções como o Full HD e até o 4K. Ela é a primeira e a única TV 8K comercializada no país.

QLED 8K da Samsung disponível no Brasil

4K x 8K

O “K” é usado para se referir à resolução vertical em quantidade de linhas/pixels das imagens. Uma resolução 8K possui quase 8.000 pixels verticais, que define a qualidade da resolução da imagem.

A resolução em 8K tem quatro vez mais o número total de pixels da 4K. Para efeitos de comparação, uma TV 8K tem 7.689 x 4.320 pixels, totalizando 33 milhões de pixels, contra 3.840 x 2.160 pixels de um modelo 4K. A resolução em 4K também é conhecida pela sigla UHD (ultra HD). A 8K ainda não possui uma definição.

33 milhões de pixels da QLED 8K

Mas para os televisores conseguirem transmitir essas resoluções, um bom pacote de internet é primordial. Para transmissões em 8K, estipulam que apenas a TV vai precisar de 60 MB nativos. Em transmissões em 4K com a Netflix, por exemplo, já são necessários 30 MB.

Conteúdo nativo e streaming em 8K

Embora a produção de contéudos nativos em 8K ainda não seja massiva, investir em produtos com novas tecnologias cria a necessidade do mercado se adaptar a elas. Pensando nisso, a Samsung desenvolveu um processador exclusivo com inteligência artificial, o AI Quantum Processor 8K. Ele possui o recurso de Upscaling, que é capaz de transformar a imagem de qualidade inferior e a aproximar de uma resolução em 8K.

O Upscaling usa o poderoso banco de dados (mais de 100 terabytes de imagens de pessoas, objetos, ambiente, e etc) do processador para compará-la com a imagem que será apresentada na tela e completar o pixel que está faltando. Ele não estica a imagem, e sim completa o espaço do pixel ausente. Essa conversão cria fórmulas de imagens para que a inteligência artificial do processador possa aprender e utilizar posteriormente.

TV 8K Q900 da Samsung
TV 8K Q900 da Samsung (Imagem/Reprodução: Samsung)

O único lugar do mundo que transmite conteúdos em 8K atualmente é o Japão. Em 2016, o canal de TV NHK realizou algumas demonstrações de transmissão nessa resolução. O país pretende transmitir os Jogos Olímpicos de 2020 em 8K.

No cinema, os estúdios já estão prestando atenção ao 8K. O primeiro grande filme gravado com uma câmera 8K Vista Vision da RED, foi Guardiões da Galáxia Vol.2, de 2017, mas NASA, a trilogia Hobbit, a série Stranger Things e Blade Runner 2049 já usaram a tecnologia.

Nos serviços de streaming a resolução 8K pode demorar a chegar. Atualmente, a maioria dos serviços está começando a incluir agora em seu catálogo produções em 4K. Apenas o YouTube tem se aventurado com vídeos em 8K. Entretanto, de acordo com a Forbes, a plataforma japonesa Rakuten TV está planejando lançar o primeiro serviço de streaming em 8K ainda este ano.

Linha QLED 2019

Todas as QLEDs de 2019 receberam novos recursos, o que reforça o cuidado da Samsung em deixar a resolução 4K, que ainda é dominante no mercado, ainda melhor. Todos os modelos de 2019 receberam 10 anos de garantia contra o efeito Burn-in, além do Visual Livre de Cabos e o Controle Remoto Único.

Burn-in é a mancha de uma imagem na tela da televisão. Isso ocorre quando uma imagem estática é reproduzida por muito tempo, por exemplo, se uma televisão passa mais tempo ligada em um canal, o logo daquele canal pode ficar manchando na tela com o passar do tempo.

Um dos grandes avanços da linha é o recurso que entrega o máximo do preto e do contraste, o Direct Full Array. Cada modelo recebeu um nível diferente desse recurso, sua numeração é baseada nas tecnologias de retroiluminação, antirreflexo e aprimoramento de contraste.

Direct Full Array da QLED 8K e 4K
Do lado esquerdo, a QLED com a tecnologia Direct Full Array

Esse recurso faz com que a imagem atinja tonalidades mais profundas de preto, analisando e corrigindo a iluminação excessiva de áreas mais claras da imagem. A melhoria é mais evidente em cenas noturnas com regiões iluminadas, onde agora essa iluminação natural não acaba clareando o restante da imagem (talvez esse recurso fizesse toda a diferença em um certo episódio de Game of Thrones).

Outra novidade é uma tecnologia que faz com que o ângulo de visão das QLEDs seja aumentado. Isso quer dizer que o display da televisão consegue transmitir a luz de forma uniforme para todas as direções, não apenas para a área frontal. A pessoa não precisa estar na frente da tela para receber a qualidade da imagem.

QLED 8K da Samsung chega ao Brasil
O ângulo de visão das QLEDs também foi melhorado para ser visualizado mesmo sob luz do sol. (Imagem/Reprodução: Samsung)

As novidades não ficam apenas nos recursos de imagem. As novas QLEDs estão equipadas com a tecnologia space adaptive sound, que automaticamente se encarregam de avaliar o ambiente e definir qual é a melhor configuração de som para a sua sala. Ao mesmo tempo, a TV compara essas informações com o conteúdo que está sendo apresentado para aproximar a qualidade sonora aos patamares definidos pelo criador do filme ou série.

A linha 2019 também recebeu novos recursos focados em gamers, como a ativação automática de melhorias para jogos (Auto Gamer Mode), aprimoramento de som (QP/Sound Enhancer) e Dynamic Black Equalizer.

Outros recursos adicionais também incluem a chegada do aplicativo Apple TV, que permite comprar e alugar filmes, além de dar acesso a biblioteca do usuário no iTunes, suporte ao AirPlay 2 e a nova versão do Modo Ambiente, que agora possui 5 categorias com 56 conteúdos decorativos, além da possibilidade de criar sua própria textura usando o SmartThings e um smartphone. O resultado da textura criada pode variar de acordo com a resolução da câmera. Conheça toda a linha QLED da Samsung e suas versões:

QLED Q900

QLED 8K

A QLED Q900 além de ser a primeira TV em 8K lançada no Brasil, foi premiada com o Innovation Award da CES 2019. A Q900 tem quatro opções de polegadas, 65, 75, 82 e 98. Os modelos de 65 e 75 polegadas são fabricados no Brasil, em Manaus, já os modelos de 82 e 98 polegadas são importados. Os preços começam em R$ 22.999,00.

As novas QLEDs em 4K são dos modelos Q80, Q70 e Q60:

QLED Q80

qled q80

A QLED Q80 está equipada com Pontos Quânticos, que permitem que a resolução atinja 100% de volume de cor, Direct Full Array 8X, responsável por profundos tons escuros e contraste, HDR1500 para ajuste de brilho e Modo Ambiente 2.0.

Ela também vem com dois diferenciais marcantes da empresa, o Visual Livre de Cabos e o Controle Remoto Único. Disponível em três tamanhos, 55, 65 e 75 polegadas. Os preços começam a partir de R$ 8.999,00.

QLED Q70

Q70 4K Samsung

A TV 4K QLED Q70 também possui Pontos Quânticos, Direct Full Array 4x, HDR1000 e Modo Ambiente 2.0. A tecnologia Direct Full Array privilegia o contraste nas telas, controlando os LEDs atrás do painel, e ajustando o brilho precisamente, tudo cena a cena, criando pretos mais profundos.

As QLEDs TVs, como a Q70, receberam da mundialmente reconhecida associação de certificação e testes Verband Deutscher Elektrotechniker (VDE), o reconhecimento na capacidade de reproduzir 100% do volume de cor. Ela vem em três opções de tamanho, 55, 65 e 75 polegadas, e os preços começam a partir de R$ 7.499,00.

QLED Q60

Q60 4K Samsung
Crédito: Samsung

A QLED Q60 com resolução em 4K possui Pontos Quânticos, HDR500 e Modo Ambiente 2.0. Os pontos quânticos são inorgânicos, o que significa cores brilhantes e vívidas por muitos e muitos anos, e o HDR é responsável pelo realce dos detalhes e contraste de qualquer imagem.

Ela também possui o Modo Game, que é acionado automaticamente ao ligar seu videogame conectado a sua TV, diminuindo o tempo de resposta para 6,8 ms. A tecnologia FreeSync reduz o atraso de entrada, travando menos. O VRR (Variable Refresh Rate) permite que uma fonte de jogos tenha um frame de vídeo ideal para cada cena.

Este modelo tem 5 opções de tamanho: 49, 55, 65, 75 e 82 polegadas. Os preços começam a partir de R$ 4.999,00.

Está claro que o mercado de smart TVs 8K está em crescimento nos últimos meses e a inclusão da QLED Q900 no mercado brasileiro mostra que a Samsung pretende mudar o hábito dos consumidores. Apesar da resolução 4K ainda estar se concretizando no Brasil, a resolução 8K vem cada vez mais caindo na boca das pessoas e despertando interesse.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe um comentário: