Uber lança ferramenta de gravação de conversas durante a corrida

ubercapa
A iniciativa da Uber faz parte de uma série de esforços para aumentar a segurança de passageiros e motoristas.
Anúncio
Uber lança ferramenta de gravação de conversas durante a corrida

A Uber anunciou esta semana que está lançando no Brasil a ferramenta U-Áudio, disponibilizando o recurso em cinco cidades: Salvador, Campo Grande, São Luís, Sorocaba e Uberlândia.

Esse recurso permite que os motoristas e os usuários gravem áudios durante as viagens feitas utilizando a plataforma, e usem as gravações para reportar à empresa eventuais acontecimentos desagradáveis, além de auxiliar em investigações de crimes.

“Quando a viagem se encerra ou por meio do histórico de viagens, tanto o usuário quanto o motorista terão a opção de relatar um incidente de segurança e anexar o arquivo de gravação de áudio”

diz o comunicado oficial no site do Uber

Como forma de preservar a proteção da privacidade dos envolvidos, todos receberão um aviso de que aquela viagem estará sujeita a gravação de áudio.

“O U-Áudio é um recurso extra para nos ajudar a entender o que ocorreu durante uma viagem em que algo deu errado. Queremos tomar as medidas apropriadas e esse arquivo pode ajudar nossos agentes de suporte neste processo”

disse o diretor do centro de tecnologia da Uber no Brasil, Marcello Azambuja

Uber e os investimentos em segurança

A Uber está investindo cada vez mais em segurança para proteger seus usuários (Foto: Reprodução)
A Uber está investindo cada vez mais em segurança para proteger seus usuários (Foto: Reprodução)

A novidade faz parte de uma série de iniciativas de segurança da Uber para 2020, incluindo a U-Ajuda, que potencializa o poder do GPS e de outros sensores no smartphones, podendo identificar e sinalizar eventos atípicos, como uma parada longa e não prevista.

Eles também estão incluindo uma nova camada de segurança, o U-Código, que recomenda ao usuário conferir as informações para ter certeza de que está embarcando no veículo certo. Para isso, o usuário pode optar por receber uma senha de quatro dígitos que deve ser dita ao motorista.

Outro recurso que já está sendo testado no Chile, e que deve chegar ao Brasil até o final do ano, é feito para identificar usuários que não usam meios de pagamentos digitais, como cartão de crédito, por exemplo. Esse envolve o envio de documentos de passageiros que terão a autenticidade verificada.

A Uber também anunciou que está trabalhando com tecnologias que utilizam ultrassom para transmitir, de modo automático, a senha. A ideia é que os números recebidos pelo usuário passarão automaticamente pelo aparelho do motorista, e a confirmação será enviada para o smartphone do usuário.

Polêmicas e Uber

Polêmicas envolvendo a Uber volta e meia aparecem na mídia (Foto: Reprodução)
Polêmicas envolvendo a Uber volta e meia aparecem na mídia (Foto: Reprodução)

Volta e meia há casos que aparecem na mídia relacionados a segurança da Uber. Um dos mais recentes ocorreu na cidade de Brasília, no último dia 6 de fevereiro, quando um motorista cancelou uma corrida e expulsou de seu veículo duas mulheres transsexuais.

Após a denúncia prestada pelas vítimas, a empresa decidiu banir o motorista e disse em comunicado não tolerar qualquer forma de discriminação em viagens realizadas em sua plataforma.

“Em casos dessa natureza, a empresa fica à disposição para colaborar com as autoridades e compartilhar informações sobre os envolvidos, observada a legislação aplicável “.

Há também relatos de passageiras que foram abusadas ou assediadas, denúncias de homofobia, entre outros. Supõe-se que as medidas de segurança adotadas pela empresa venham justamente para coibir ações de motoristas mal intencionados, e evitar que casos como esses se repitam.

Fontes: G1, Uber, InfoMoney, Hypeness

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter