Apenas 13% dos usuários do iOS 14.5 permitem rastreamento de apps

Usuários do ios 14. 5 permitem rastreamento
Com a introdução da nova ferramenta de controle de privacidade, maioria dos usuários do iOS 14.5 permitem rastreamento apenas sob aprovação

Uma pesquisa revelou que, mundialmente, apenas 13% dos usuários do iOS 14.5 permitem rastreamento de seus dados pessoais após a atualização, que permite que os usuários do iPhone desliguem o rastreamento dos apps, que usam as informações adquiridas para fazer propagandas direcionadas e personalizadas.

Os dados também apontam que uma parcela dos usuários sequer permite que os apps solicitem o rastreamento de informações, e as grandes empresas de tecnologia vêm uma ameaça ao modelo de negócio que depende de receitas advindas de propagandas segmentadas.

Nos EUA, 5% dos usuários do iOS 14.5 permitem rastreamento no iPhone

Usuários do ios 14. 5 permitem rastreamento
Toda página de aplicativo na App Store agora mostra os dados de privacidade que ele rastreia.

A importância dos usuários poderem escolher se serão ou não rastreados é enorme por questões de privacidade e segurança. Nos últimos anos, milhões de informações pessoais foram acumuladas por sites e empresas como o Facebook, que usam essas informações para direcionar propagandas personalizadas para cada usuário. Recentemente, uma campanha do app de mensagens Signal foi banida do site de Mark Zuckerberg por exibir para os usuários alguns dos dados pessoais que o Facebook guarda deles.

No iOS 14.5, mesmo que o usuário deixe a opção de rastreamento ligado, cada aplicativo que pode fazer rastreamento, quando aberto pela primeira vez, pede permissão também. Aparentemente, o resultado geral está sendo um sonoro “não”, já que os dados mundiais mostram que somente 13% dos usuários de iPhone no mundo estão permitindo essas informações e nos EUA, apenas 5%.

Outro dado importante: 5% dos usuários no mundo e 3% dos usuários nos EUA habilitaram o status “Restrito”, em que fica desabilitada a opção “Permitir solicitações de apps” — nesse caso, o rastreamento fica bloqueado por padrão.

A repercussão das empresas sobre o novo recurso da Apple

Usuários do ios 14. 5 permitem rastreamento
O Facebook se opõem bastante a essa nova ferramenta do iOS.

O Facebook vem demonstrando bastante oposição à nova ferramenta. Pouco depois do anúncio da Apple dessa nova ferramenta, o Facebook iniciou uma campanha de propagandas falando que essas novas funções na verdade eram ruins, falando que pequenos negócios que necessitam das propagandas direcionadas iriam sofrer muito sem esses dados, podendo vim a quebrar, e que sites gratuitos poderiam precisar começar a cobrar assinaturas.

Mensagem no facebook e instagram afirma que o rastreamento mantém as plataformas sem cobrança
Mensagem no Facebook e Instagram afirma que o rastreamento mantém as plataformas sem cobrança

Outras empresas, como Twitter e Google, também expressaram que caso a maioria dos usuários comece a optar por não ser rastreado, impacto na renda das gigantes vindas de campanhas comerciais poderiam ser sentidos. Apenas 13% dos usuários do iOS 14.5 permitem rastreamento, e se continuar em números parecidos, é possível que o impacto para as empresas seja ainda maior.

Para mais informações sobre segurança e privacidade, como a inclusão desses dados em apps na Play Store, fique de olho no Showmetech.

Fonte: ITpro

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário