Conecte-se conosco
Vacina revolucionária contra HIV será testada em 600 pessoas

Ciência e Tecnologia

Vacina revolucionária contra HIV será testada em 600 pessoas

Testes começam este ano, após terem passado pela aprovação de agência federal americana

Vacina revolucionária contra HIV será testada em 600 pessoas

Se não a cura, a prevenção da AIDS pode estar chegando cada vez mais perto de virar realidade

O HIV ainda é uma epidemia mundial e não parece que vai ter um fim tão cedo. Em 2015, um total de 36,7 milhões de pessoas estavam vivendo com a doença. A cada ano que passa, novos estudos são feitos com remédios para que essas pessoas possam viver da melhor maneira possível.

Dessa vez, um novo teste promete ser revolucionário e ajudar com que homens e mulheres se previnam da doença com uma vacina. Em 2017, ela começa a ser testada em 600 pessoas, após aprovação da Food and Drug Administration (FDA), agência federal norte-americana, aprovar a fase 2 dos testes.

Cientistas da Western University vêm trabalhando há bastante tempo nessa vacina e revelaram no ano passado mais detalhes sobre ela. A SAV001, que pretende prevenir as pessoas de terem HIV, será testada em pacientes que não têm a doença – ou seja, que não foram infectadas pelo vírus. Isso pode começar no outono do hemisfério norte.

SAV001 é a vacina que pretende prevenir o vírus do HIV em pessoas

O estudo foi publicado no jornal Retrovirology. Os pesquisadores da universidade estavam testando a droga em 33 voluntários soropositivos. Os resultados que foram mostrados no artigo concluem que a vacina é efetiva e segura de usar.

A SAV001 funciona de maneira parecida com outras vacinas famosas, como as de poliomielite e hepatite A.  Elas são vacinas de vírus mortos, derivados de vírus enfraquecidos. Nesse caso, a SAV001 usa vírus de HIV-1 mortos de uma produção de vírus enfraquecidos.

Embora a notícia seja boa, vai ser preciso esperar mais um pouco para que ela se torne realidade.

Essa é a primeira vacina preventiva de HIV aprovada nestas condições pela FDA. Primeiro foram os testes com 33 pacientes soropositivos, agora vem a fase com 600 pessoas que não têm a doença. Por fim, se aprovada, ela será testada uma terceira vez por 6 mil pessoas ao redor do mundo.

Já pensou se dá certo? As novidades de ciência e saúde você acompanha aqui no Showmetech.

 

 

Continue lendo
Advertisement

Jornalista formado pela Cásper Líbero. Trabalhou na TV Gazeta, BandNews TV e Rede Globo. Atualmente, é Editor-chefe do Showmetech, escrevendo sobre o que há de mais importante no mundo da tecnologia.

Comentários
Subir