Apple Glass: Vídeo mostra como seria conceito do óculos de realidade aumentada

apple glass destaque
Vídeo explora os principais rumores relacionados ao conceito e os recursos do óculos de realidade virtual Apple Glass
Anúncio
Apple Glass: Vídeo mostra como seria conceito do óculos de realidade aumentada

Como seria o Apple Glass? Essa pergunta e rumores sobre esse projeto circulam há anos entre fãs e usuários dos dispositivos da empresa. Agora, podemos dizer que temos um vislumbre mais claro (e empolgante) de como seria o óculos de realidade aumentada da Apple

Isso porque um usuário chamado “the Hacker 34” produziu um vídeo explorando os principais rumores relacionados ao conceito e os recursos do Apple Glass. O vídeo, publicado no YouTube, compila tudo que se sabe até o momento sobre como seria um possível óculos de realidade aumentada desenvolvido pela Apple. Veja abaixo:

Conceito (possível) do Apple Glass

O vídeo começa com um card de pareamento do Apple Glass com o iPhone, inspirado no card já utilizado atualmente para os AirPods, que são os fones sem fio da empresa. Em seguida, aparece o possível design da armação dos óculos e as ferramentas embutidas nela.

Armação do Apple Glass
Armação do Apple Glass

As lentes usariam a tecnologia Retina, já utilizada nas telas dos dispositivos da Apple. Já na armação, estaria embutido um scanner LiDAR (que já existe para iPad Pro) — um sensor 3D dedicado exclusivamente para realidade aumentada — e um processador da série G, que seria um novo tipo de processador da Apple desenvolvido para o Apple Glass.

O óculos de realidade aumentada rodaria um sistema operacional chamado rOS. Essa, pelo menos, é a sugestão do “Hacker 34”. A base da mecânica de navegação do Apple Glass seria identificar os gestos que o usuário faz na frente das câmeras presentes na armação.

Gesticulando com as mãos, o usuário conseguiria navegar pelos painéis e cards que apareceriam nas lentes. Ao dispensá-los, os itens voltariam para o canto superior direito do display. Seria possível até atender ligações no Apple Glass, ao usar os fones sem fio AirPods emparelhados também.

Display do Apple Glass
Display do Apple Glass

O design dos widgets e das notificações que aparecem nas lentes do Apple Glass é inspirado no iOS 14, que já foi apresentado na WWDC 2020 (inclusive, o Showmetech publicou uma lista dos seis recursos novos do iOS 14 que você, provavelmente, vai amar). 

Assim como no iPhone e no iPad, a interface do Apple Glass contaria com um modo escuro. Esse modo seria acionado automaticamente, conforme as condições de luz do ambiente em que o usuário estiver. 

Modo escuro no Apple Glass

Isso seria útil porque diferentemente de um smartphone ou tablet, em que você pode desviar o olhar da tela se estiver muito clara, não dá para desviar o olhar das lentes de um óculos de realidade aumentada. Afinal, ele estaria encaixado no seu rosto.

Já aquela “Edição Steve Jobs” do Apple Glass, com o design da armação inspirado no óculos icônico usado pelo fundador da Apple, talvez tenha sido um pouco demais. Tem um certo charme, sim, mas é pouquíssimo provável que vá existir de fato.

Navegação no mundo real

Outros recursos que o vídeo do “Hacker 34” mostra são como os aplicativos Buscar e Mapas funcionariam no Apple Glass

No caso do Buscar, o usuário poderia usá-lo para localizar seu iPhone em caso de perda ou roubo. Para isso, bastaria aproveitar o microfone embutido na armação para ativar a assistente virtual Siri e pedir para que o aplicativo seja ativado. Em seguida, apareceriam nas lentes as orientações do caminho até onde o iPhone do usuário está. Funcionaria como um GPS para encontrar o smartphone.

App Buscar no Apple Glass
App Buscar no Apple Glass

Falando em GPS, no quesito orientações para navegação o aplicativo Mapas funcionaria de maneira parecida no Apple Glass. Isso porque o vídeo mostra o usuário ativando o destino para onde quer ir e, em seguida, aparecem as orientações da rota em tempo real. Bastaria seguir as setas projetadas no chão até o destino.

App Mapas no Apple Glass
App Mapas no Apple Glass

Expectativa para os Apple AirTags

Espera-se também que até o final deste ano a Apple apresente os AirTags, que funcionariam de maneira parecida ao app Buscar no Apple Glass, só que no iPhone. 

Até o momento, o que se sabe sobre os Apple AirTags é que o dispositivo de rastreamento funcionaria como uma espécie de “localizador de chaves”. A ideia é que os AirTags permitiriam que os usuários localizassem itens perdidos ou roubados.

A expectativa é que os dispositivos pareçam discos pequenos e usem a mesma tecnologia de banda ultra larga que a linha de iPhone 11. É provável que os Apple AirTags funcionem de maneira integrada ao aplicativo Buscar do iOS.

Fontes: iMore e Tom’s Guide

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter