Conecte-se conosco
smt-MotoG4Plus-capa

Reviews

Review: Moto G4 Plus, a evolução dos intermediários

Confira nossa análise do Moto G4 Plus, lançamento da Lenovo que conta com sensor de impressão digital e uma boa câmera fotográfica

smt-MotoG4Plus-P1

Confira nossa análise do Moto G4 Plus

Quando a Motorola foi comprada pelo Google, foi mantida uma linha enxuta de aparelhos. Eram poucos, mas atendiam diferentes públicos com opções satisfatórias. Desde que a fabricante passou para as mãos da Lenovo, essa filosofia mudou.

O último lançamento evidencia a nova estratégia: foram lançados três variantes da quarta geração do Moto G. Algumas delas, inclusive, se confundem com dispositivos da própria Motorola que já estão no mercado. O Moto G4 Plus, fica entre os top de linha e intermediários e curiosamente custa o mesmo que o Moto X Play.

Apesar das semelhanças, existem algumas diferenças fundamentais, testamos a novidade nas últimas semanas e essas são as nossas impressões:

Layout e Acabamento

smt-MotoG4Plus-Design

As linhas de design do Moto G4 Plus partilham de muitas características das edições anteriores, mas com um olhar mais cuidadoso conseguimos perceber o toque da Lenovo. É um aparelho minimalista, sem detalhes exagerados.

O acabamento lateral parece ser de alumínio, mas é de plástico. Na traseira, há apenas a marca Motorola e o sensor da câmera que sai um pouco do corpo do aparelho. O alto-falante ficou na frente, ao lado da câmera frontal; abaixo está o sensor de impressão digital.

Na parte superior do smartphone há apenas o plug para o fone de ouvido, enquanto embaixo está entrada micro USB. O botão liga/desliga fica na direita, logo abaixo estão os botões de controle de volume.

Por baixo da capinha, a bateria continua selada. As entradas para os cartões SIM e cartão de memória estão bem organizadas ao lado. O certificado IP67 da geração anterior foi deixado de lado, o aparelho possui apenas resistência a respingos d’água, graças a nanotecnologia de proteção aos componentes.

O aparelho tem 9,8 mm de espessura e pesa 155 gramas, está bem maior em comparação com as outras gerações do Moto G. A Lenovo optou por deixá-lo mais fino e as linhas curvas da traseira foram embora, o que significa uma pegada menos ergonômica. Não é um celular desconfortável de se usar, mas já não encaixa tão bem na mão.

Tela

smt-MotoG4Plus-Tela

O celular possui display IPS LCD de 5.5 polegadas e resolução Full HD. Havia me decepcionado com a qualidade da tela da última geração, mas essa edição do consertou os defeitos: display nítido, com cores vibrantes e ótima gama de brilho.

A experiência se assemelha muito com o display do Moto X Play: os pretos já não são mais profundos, mas o branco está mais equilibrado, com algumas cores mais saturadas do que deveriam.

Hardware, velocidade e desempenho

smt-MotoG4Plus-Hardware

O Moto G4 Plus é equipado com processador Snapdragon 617 com oito núcleos (quatro a 1.5 GHz e outros quatro a 1.2 GHz), 2 GB de memória RAM e GPU Adreno 405. Esse conjunto é suficiente para garantir boa performance nas tarefas diárias, como navegação web, consulta a redes sociais e jogos casuais.

O aparelho se mostrou competente mesmo nos momentos em que exigi mais, quando alternei rapidamente entre apps no multitarefa ou quando rodei games mais pesados. Embora a experiência seja satisfatória, não é um hardware impressionante e não dá muitas esperanças para uma vida útil longa.

A versão que testei possui 32 GB de armazenamento interno (6,62 GB ocupados pelo sistema), que podem ser expandidos com cartão microSD de até 128 GB. Qualquer armazenamento externo pode ser integrado ao sistema, garantindo que aplicativos também sejam transferidos.

O sensor de impressão digital foi uma ótima surpresa do modelo. Ele está na parte frontal e se parece com um botão. É possível cadastrar cinco digitais diferentes para desbloquear o aparelho, autorizar pagamentos na Play Store e acesso à apps de terceiros (o Telegram, por exemplo, permite desbloquear conversas). Me surpreendeu o fato de ter ocorrido pouquíssimas falhas no reconhecimento, mesmo com os dedos um pouco suados. Além disso, a velocidade é outro ponto positivo. No geral, a experiência que tive foi melhor do que com outros aparelhos topo de linha, como o Xperia Z5.

Sistema

smt-MotoG4Plus-Android

Mantendo a tradição, o Moto G4 Plus roda o Android 6.0.1 Marshmallow praticamente sem modificações. Não há novidades: a quantidade de aplicativos pré-instalados são mínimas, há apenas o App Box (que exibe apps de desenvolvedores brasileiros) e o Ajuda (um guia rápido pelas funções do aparelho). Por algum motivo, a Lenovo decidiu tirar a Galeria e manter apenas o Fotos do Google; não gostei da alteração pelo fato do Fotos não ser tão organizado quanto a galeria tradicional do sistema.

Além disso, há as clássicas ações por gestos. Agite-o rapidamente duas vezes para ativar a lanterna e gire em torno do pulso para ativar a câmera. O Moto Tela, que exibe as horas quando você tira o celular do bolso e mostra as notificações rapidamente, também está presente. O Moto Ações e o Moto Voz foram deixados de lado, vale ressaltar.

Outro truque de software interessante que a Lenovo manteve foi o Dual-SIM inteligente, que identifica a operadora do número para o qual você está prestes a ligar ou mandar mensagens e indica qual é a melhor escolha.

Câmera

smt-MotoG4Plus-performance

O Moto G4 Plus possui uma câmera traseira de 16 megapixels com abertura f/2.0 e flash duplo de LED. O sensor está um patamar acima em relação às gerações anteriores, principalmente por contar com dois modos de foco: o PDAF (Phase Detect Autofocus), que permite focar nos objetos em movimento com mais velocidade e o foco a laser, que ajuda no foco em variações de luz.

Em condições de iluminação natural, o celular se sai muito bem. As fotos ficam com cores vivas e não estouram nos brancos. O modo automático costuma ser útil e o HDR é ativado automaticamente. Em ambientes mais escuros ou com luz artificial, o ruído é inevitável.

A melhor novidade da câmera dessa geração está no software. A Lenovo incluiu um modo profissional no app e permite controlar o foco, velocidade do obturador, balanço de branco, ISO e exposição. O obturador vai de 1/5s até 1/3200s, enquanto o ISO varia de 100 a 3200.

A câmera frontal, por sua vez, ganhou uma pequena melhoria. Ela continua com 5 megapixels, mas agora tem foco automático e está com abertura de lente maior.

Duração da Bateria

smt-MotoG4Plus-Bateria

O Moto G4 Plus possui bateria de 3000 mAh, um upgrade muito bem vindo. Com uso moderado, ele conseguiu passar dois dias longe da tomada. Exigindo um pouco mais, ele pede tomada no final do dia, com alguma carga restante. O TurboPower ajuda nas horas de aperto. Com 15 minutos na tomada ele carrega entre 20% e 25%. A carga completa costuma demorar uma hora e meia.

Preço e disponibilidade

O Moto G4 Plus foi lançado no dia 17 de Maio. O modelo já está disponível para compra através do site da Motorola, com oito opções de cores para a tampa traseira. O preço sugerido é de R$ 1.499,00. Em lojas de varejo, como a Americanas e Magazine Luiza, o preço à vista cai para R$ 1.319,12.

Conclusão

O Moto G4 Plus se parece muito com o Moto X Play. Além do preço, eles carregam semelhanças na tela e no desempenho. Cada um deles possui elementos que podem pesar mais para cada tipo de usuário.

De um lado, o Moto X Play possui as funções do Moto Voz, bateria com mais capacidade e design mais ergonômico. Do outro, o Moto G4 Plus conta com o sensor de impressão digital e uma câmera mais competente.

No geral, o Moto G4 Plus elevou o nível da linha, o que justifica o preço maior. Porém, já não é mais o aparelho com melhor custo-benefício. A verdade é que o mercado está deficiente desde o ano passado, sem opções que enchem os olhos como havia há um ano e meio.

Se você está procurando um modelo intermediário, com sensor de impressão digital e uma boa câmera, o Moto G4 Plus é uma boa opção. Se preferir mais autonomia de bateria, vá de Moto X Play. Outra opção é procurar por um topo de linha antigo, como o LG G4, que está na faixa dos 1.700 reais e ainda entrega uma experiência satisfatória.

Galeria de Imagens

Especificações Técnicas

  • Processador: Qualcomm Snapdragon 617 octa-core, quad-core de 1.5 GHz + quad-core de 1.2 GHz;
  • Memória RAM: 2 GB;
  • Tela: IPS LCD de 5.5 polegadas com resolução de 1080 x 1920 pixels (401 ppp);
  • Câmera: 16 megapixels, f/2.0, autofoco a laser, flash duplo;
  • Câmera frontal: 5 megapixels, f/2.2;
  • Bateria: 3000 mAh;
  • Conectividade: Wi-Fi 802.11 a/b/g/n, Bluetooth 4.1, A-GPS, GLONASS, rádio FM;
  • GPU: Adreno 405;
  • Memória interna: 32 GB;
  • Memória externa: suporte a microSD de até 128 GB;
  • Dimensões: 153 x 76.6 x 9.8 mm;
  • Peso: 155 gramas;
  • Sensores: sensor de biometria, acelerômetro, giroscópio e proximidade;
  • Plataforma: Android 6.0.1 Marshmallow.

Moto G4 Plus

Moto G4 Plus
8.2

TELA

8/10

    HARDWARE

    8/10

      DESIGN

      8/10

        CÂMERA

        9/10

          BATERIA

          9/10

            Pros

            • Câmera de alta qualidade para intermediários
            • Bateria com boa autonomia
            • Sensor de impressão digital rápido

            Cons

            • Muito parecido com o Moto X Play
            • Já não oferece um ótimo custo benefício

            19, estudante de Comunicação e Multimeios na PUC-SP. Curioso e apaixonado por tecnologia, escreve sobre o tema há cinco anos.

            Comentários

            Mais de Reviews

            Dica

            Mais Lidas

            Reviews

            Cultura Geek

            Tutoriais

            To Top