Connect with us

Android

Utilização de memória no Android

Em minha primeira publicação no Showmetech, explicarei sobre uso de memória e um pouco de consumo de bateria em dispositivos móveis, tendo como foco o sistema Android, de uma maneira bem simples. Começo dizendo que o público alvo deste texto não são os usuários avançados, pois muitos conceitos serão aqui simplificados para facilitar a compreensão. Veja…

Em minha primeira publicação no Showmetech, explicarei sobre uso de memória e um pouco de consumo de bateria em dispositivos móveis, tendo como foco o sistema Android, de uma maneira bem simples. Começo dizendo que o público alvo deste texto não são os usuários avançados, pois muitos conceitos serão aqui simplificados para facilitar a compreensão. Veja abaixo:

1) NÃO EXISTE MEMÓRIA VAZIA

Bom, espero que todo mundo tenha entendido isso: o conceito de memória vazia é falho, ele não existe, a memória do celular não é como um copo que vai enchendo de água, a maneira mais correta é pensar que a memória RAM do sua celular funciona como um copo cheio de areia colorida, onde cada cor representa um aplicativo diferente.

Nesse ponto o Android (na verdade todos os sistemas operacionais) tem uma tabela indicando onde dentro do copo (memória) tem algum aplicativo, onde no copo tem areia sem uso e também qual areia está ali há mais tempo e com menos uso e pode ter sua cor reutilizada por outro aplicativo.

2) QUANTO MAIS MEMÓRIA “USADA” MELHOR

Sim! O motivo disso é o Android só usar memória RAM para os aplicativos (em execução ou background), e aqui está uma das maiores diferenças entre um celular e um desktop. No desktop quanto mais memória você precisar, mais ele irá usar, e se passar a quantidade de RAM disponível, ele irá utilizar o HD como RAM e isso é extremamente lento (quer saber mais? procure por swap de memória). Isso (swap) NÃO acontece no Android, logo, o acesso será sempre a memória RAM.

3) MEMÓRIA OCUPADA NÃO GASTA BATERIA

Bom, tendo exposto o conceito acima, fica claro que o uso da memória não irá afetar o consumo da bateria, afinal de contas, não existe memória vazia, no máximo a tabela não terá apontamentos, o que não afeta o consumo de bateria.

O fato de um aplicativo estar carregado na memória não quer dizer que irá aumentar o consumo de bateria, o consumo dele em background/memória será praticamente nulo.

Na verdade nesse ponto a questão não é tão simples assim, caso o aplicativo esteja executando alguma tarefa em background (um download por exemplo) ou tenha algum serviço ou sync configurado, nesse caso o aplicativo terá sim consumo, mas isso é esperado, certo?

4) TIRAR APLICATIVOS DA MEMÓRIA PODE PIRAR O CONSUMO DE BATERIA

Nesse ponto digo pra vocês como alguém que tem Android desde o começo de 2009, não se preocupe com o que está ne memória, deixe que o Android faça isso por você ou seja, Task Killers e afins, nem pensar. Mas por que? Bom, vamos lá: um aplicativo que está na memória do aparelho já está iniciado e pronto pra uso, um aplicativo que está fechado precisará ser iniciado, logo o consumo de bateria dessa ação é maior do que usar algo da memória.

E então? Concorda ou discorda? O debate está aberto!

Sobre o autor: Rodrigo Zaratin (@rzaratin) é formado em Ciências da Computação pelo Mackenzie, analista de sistemas e apaixonado pelo Android desde o seu lançamento no final de 2008!

Android harduser, já passei por literalmente todas as versões do Android. Lista de aparelhos que ja tive: HTC G1 (1.0, 1.5, 1.6), Motorola Milestone (2.0, 2.1, 2.2), Nexus S (2.3, 4.0), Galaxy Nexus (4.0, 4.1), Galaxy SIII (CM10.1), Galaxy S4 i9505 (CM11) e os atuais, Moto X 4.4.2 e Asus Transformer (3.2, 4.0). E tem também o outro lado, que gosta de fugir da loucura que é São Paulo e se esconder no meio do mato!

Comments

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top