4 costumes do home office que deveriam continuar no retorno presencial

Avatar of bruno martinez
Site estrangeiro elencou quatro ações adotadas nas reuniões online e como elas podem ajudar na fluidez do trabalho em escritórios

Todos sabem como a pandemia de COVID-19 transformou as relações pessoais e profissionais. Tido como o clichê “novo normal”, as pessoas tiveram que adotar outras ferramentas e ter outras atitudes acerca de suas vidas. Os costumes do home office se tornaram parte da rotina de cada trabalhador, visto que as pessoas tiveram de usar seu espaço particular como adaptação para o trabalho — e, em grande parcela, usando recursos próprios.

Mas uma coisa que tem sido observado é como o trabalho remoto evidenciou algumas características favoráveis à criatividade e à execução de projetos. Sobretudo, como elas poderiam fazer parte do expediente presencial para auxiliar no rendimento de cada funcionário.

Tendo isso em mente, o site The Next Web reuniu quatro costumes adotados durante o período de home office que poderiam ser incluídos no retorno presencial. Apesar de serem simples, a dinâmica de trabalho pode ser favorecida, dependendo também das ações da empresa para com seus contratados, claro.

Dinâmica de trabalho mais empática

4 costumes do home office que deveriam continuar no retorno presencial
Dinâmica em videochamadas tornaram as relações mais empáticas, em geral.

O primeiro tópico abordado pelo site estrangeiro é a questão da dinâmica de trabalho em relação à simples empatia de conversar e deixar o outro responder. O redator Justin Pot, que proveu as dicas, deu como exemplo uma videochamada em que duas pessoas iniciam um tópico, percebem que estão falando ao mesmo tempo e fazem uma pausa para decidir que começa primeiro.

A solução mais óbvia é um falante continuar e perguntar ao seu colega o que ele havia para compartilhar com a equipe também. Ações desse tipo aconteciam ocasionalmente em reuniões presenciais, mas o trabalho remoto intensificou ainda mais isso, visto que cada funcionário tem seus problemas com lag de internet, configurações de microfone e afins.

Ao ter esse momento de maneira mais absoluta nos escritórios, o exercício de empatia se torna mais presente, o que é favorável para todos em suma.

Socialização descompromissada

4 costumes do home office que deveriam continuar no retorno presencial
Discussões paralelas antes do início de reuniões fortalecem a equipe como todo.

Quando as pessoas têm uma reunião online para comparecer, muito provavelmente há uma margem de uns cinco minutos, em média, para todos conseguirem acessar links e estarem a postos na videochamada. Isso porque, novamente, cada um possui suas limitações de conexão, o que é entendível.

Enquanto todos não conectam, a tendência é de que os integrantes já disponíveis nas videochamadas iniciem uma conversa paralela para descontração da equipe. Isso foi bem intensificado nas reuniões através de plataformas de chat e é uma boa relação para estreitar laços com a equipe. Presencialmente, o mesmo poderia acontecer e promover o mesmo benefício.

Ter menos reuniões

4 costumes do home office que deveriam continuar no retorno presencial
Rendimento de funcionários pode aumentar ser reuniões excessivas fossem substituídas por outros artifícios, como disparo de informações simples via e-mail.

Muitos gostam de reproduzir o famoso ditado informal: “uma reunião que poderia ser um e-mail”. Na verdade, a afirmação não está tão deslocada como parece. É observado por milhares de trabalhadores que, após o home office, o número de reuniões aumentou, enquanto em outros lugares elas diminuíram.

O ponto é que o excesso de reuniões talvez não seja tão necessário assim. As pessoas muito atarefadas teriam mais tempo para continuar seus projetos sem nenhuma interrupção, ao passo em que outras usufruiriam do mesmo benefício e ainda poderiam receber as mesmas informações via e-mail disparado para a equipe. Otimizar o trabalho ajuda a desafogar os funcionários.

A liberdade de ser multitarefa

4 costumes do home office que deveriam continuar no retorno presencial
Trabalhar durante reuniões ‘não tão importantes’ é possível, mas arriscado.

Este tópico é um tanto ambivalente, mas é algo a ser pontuado. O The Next Web aponta que ser multitarefa é algo muito positivo e isso poderia ser incorporado no trabalho presencial de maneiras diferentes, como, por exemplo, naturalizar a execução de tarefas durante uma reunião que não exige ‘tanta atenção’ assim.

De fato, retomando novamente a dica anterior, algumas reuniões poderiam ser e-mails. Enquanto elas ocorrem, os funcionários poderiam aproveitar seu expediente para finalizar outros projetos, mas acabam presos em um encontro talvez não tão útil. Por outro lado, assumir tarefas enquanto acontecem essas reuniões é arriscado.

Talvez para empresas com organização bem resolvida pode funcionar melhor. Mas, pensando especificamente no brasileiro, um trabalhador massivo, trazer isso como uma espécie de “regra” para o trabalho, seja presencial ou remoto, pode ser mais prejudicial do que favorável à integridade e saúde mental do indivíduo.

Tudo funciona com um belo equilíbrio. Se há a possibilidade e realmente não afetará o rendimento do funcionário, é uma opção que existe e está aí para discussão entre cada equipe. Do contrário, é melhor definir momentos de reunião e momentos de trabalhos, sem a intersecção de ambos.

Vale lembrar que nenhuma das citações anteriores é absoluta, mas sim algumas suposições em que elas podem ter sua relevância se inseridas num contexto favorável ao desempenho dos funcionários.

Veja também

Acesse também outras notícias relacionadas no Showmetech. Veja a pesquisa que indica a exaustão de 54% dos empregados que fazem home office.

Fonte: The Next Web

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados