Conecte-se conosco
Skydrive

Ciência e Tecnologia

Japoneses querem acender tocha olímpica com carro voador

Com apoio da gigante Toyota, a startup japonesa Cultivator quer que o seu carro voador – O Skydrive acenda a tocha olímpica em 2020

Tudo indica que a visibilidade que os Jogos Olímpicos conferem a um país não será desperdiçada pelo Japão. Sede de algumas das maiores montadoras de veículos do mundo (incluindo a Toyota, primeira da lista), a Terra do Sol Nascente intenciona usar o evento como vitrine para sua indústria e tecnologia.

Já se sabe que Toyota e Nissan trabalham em projetos de carros autônomos para levar os atletas da vila olímpica para os locais dos jogos. Dentre todas as ideias postas na mesa, uma chama a atenção pela ousadia tecnológica. Com apoio da gigante fundada por Kiichiro Toyoda, a startup Cartivator já tem o primeiro protótipo do que seria um carro voador.

Um carro voador para acender a tocha olímpica

Chamado de Skydrive, o protótipo já realizou alguns primeiros testes (veja o vídeo ao final da matéria). Ainda distante do que se espera de um veículo com esse nome, mas um importante marco para projeto. O protótipo foi testado sem o design final que a empresa elaborou (vide foto abaixo). De acordo o site oficial da Cartivator, o Skydrive terá pouco mais de 1 de altura, quase 3 metros de comprimento e 1,3 metros de largura.

skydrive

Design do carro voador da Cartivator. Créditos: Cartivator

Do ponto de vista técnico, o carro é na verdade um grande quadricóptero. Com espaço para um passageiro, os pneus de borracha dão lugar a conjuntos de hélices que geram o empuxo para arrancar o veículo (ou seria decolar?). A diferença para um drone puro e simples está no fato de o veículo poder receber um passageiro como carga útil e, é claro, nas dimensões muito maiores do que os quadricópteros convencionais. Além disso, apesar de o protótipo ser controlado por controle remoto, a versão final será monobrada pelo próprio motorista.

Desafios e apoio da Toyota

A maior montadora do mundo investiu 42.5 milhões de ienes (U$386.000) na Cartivator. O Skydrive terá a capacidade de voar até 10 metros de altura e alcançar 100 quilômetros por hora. Pelo menos é a especificação de projeto, de acordo a startup.

Ainda há tempo para os pouco mais de 30 engenheiros, alguns dos quais empregados da própria Toyota, apararem as arestas e colocarem o Skydrive em ação. Nos primeiros testes realizados no início de junho, o carro decolou e ficou no ar por apenas alguns segundos.

Primeiro teste do Skydrive

Skydrive levantando voo no primeiro teste realizado em 3 de junho.Créditos: REUTERS/Kwiyeon Ha

Pesos pesados da indústria automobilística e de transporte estão competindo para ver quem lançará o primeiro modelo de carro voador. A Uber Technologies anunciou que vai implantar um sistema de táxis voadores em 2020, na cidade de Dallas-Forth, Texas, e em Dubai. A Airbus também trabalha no desenvolvimento de protótipos de carros voadores. A gigante aeronáutica possui uma divisão de negócios chamada Urban Air Mobility, focada em soluções nessa área.

Apesar dos esforços, ninguém ainda logrou lançar um veículo factível do ponto de vista técnico. Tanto a Uber como a Cartivator trabalham com a data de 2020.  Não está muito longe, e no que depender dos japoneses, o primeiro carro voador do mundo vai estrear em grande estilo.

 

Engenheiro eletro-eletrônico. Apaixonado por eletrônica, programação e ciências em geral. Escritor e redator por paixão à escrita.

Comentários

Mais de Ciência e Tecnologia

Dica

Advertisement


Mais Lidas

Advertisement

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

Recomendado para você



Subir