Succession t alt |

Por que Succession, da HBO, entrará para a história das séries

Avatar de jefferson tafarel
Torturas psicológicas, jantares caros, disputas empresariais: saiba o que acontece nas temporadas de Succession, série da HBO que encerrou em maio

A trama de famílias é uma fórmula já conhecida em diversas obras. No Brasil, tivemos uma experiência muito marcante, tanto no humor como no drama, com A Grande Família e Império, ambos produzidos e exibidos pela TV Globo. Quando paramos para pensar apenas na temática, tanto Succession (HBO) quanto as produções brasileiras possuem esse aspecto doméstico em comum. No entanto, a fronteira que separa as produções é o fato de a série ser a respeito de uma guerra entre pai e filhos (algo que pode, talvez, chegar um pouco perto do que vimos na novela protagonizada por Chay Suede e Alexandre Nero), tendo como alvo a empresa fictícia que controla de canais a parque de diversões, a Waystar RoyCo.  

O conflito que guia a série acontece por uma razão simples. O pai, Logan Roy (interpretado por Brian Cox), começa a ficar cada vez mais velho. Doente, seu poderio pode ficar ameaçado se não tomar logo uma escolha sobre quem vai ficar no comando da empresa que fundou.

Logan roy t alt intro |
Conhecido por ser ranzinza na maior parte da série, Logan Roy é interpretado por Brian Cox (Imagem: Pablo Cuadra/Getty Images).

Em vários episódios, seus quatro filhos são consultados sobre a possibilidade de se tornarem chief executive officer (CEO) da Waystar: Connor (Alan Ruck), Kendall (Jeremy Strong), Roman (Kieran Culkin) e Siobhan/‘Shiv’ (Sarah Snook) são os quatro que passam pelo crivo do patriarca ao longo de toda a trama. Alguns funcionários sem o poderoso sobrenome, como Gerri Kellman (J. Smith Camaron), são também sondados para ocuparem o posto mais alto da firma, mas não tanto quanto os protagonistas.  

Logan roy tit hbo div personagens principais de succession exibidos em plano médio, numa sala de estar com quadro na parte de cima da imagem; todos olham para a câmera, com alguns sentados e outros em pé
Os quatro filhos junto ao pai, protagonistas da série (da esq para a dir.): Kendall Roy, Roman Roy, Logan Roy, Shiv Roy, Connor Roy (Imagem: HBO/Divulgação).

A crise que irrompe durante a primeira temporada mostra uma família abalada, que se une com apoio de laços muito duvidosos, apesar de um passado mais prazeroso com o pai e a mãe, Lady Caroline Collingwood (Harriet Walter), que é a primeira esposa de Logan.

A partir da apresentação da segunda esposa do magnata, Marcia Roy (Hiam Abbass), Kendall dá passos para propor investidores novos na empresa, enquanto seus irmãos, Shiv e Roman, tentam sugerir outros rumos. Partindo disso, vemos negociações com grandes empresas de tecnologia, jantares luxuosos, crises familiares, festas agitadas, abusos psicológicos e muita droga para dar conta de tanta frustração com a Waystar e a própria vida dos Roy

Agora, vamos ver mais a fundo sobre como esses e outros elementos fazem parte das quatro temporadas da série: você vai saber um pouco sobre cada personagem e, logo em seguida, um panorama sobre as três primeiras seasons, resenhadas aqui com o melhor de cada uma. Depois, você ainda confere mais sobre a criação da série e, ao final, uma crítica sobre a quarta temporada de Succesion. Vamos à trama:

Essa crítica aborda a série na íntegra, ou seja, com observações sobre todas as temporadas. Então, fique atento: spoilers a seguir!

Quem criou Succession? Conheça a origem da série

Hbo jesse armstrong ao lado de mark mylod (da esq. Para a dir. ), sentados sobre parapeito e, ao fundo, céu azul limpo com gramado no 2º plano (parte inf. Da imagem)
O criador da série da HBO, Jesse Armstrong, contou com a colaboração de Mark Mylod (à dir.) para dirigir diversos episódios de Succession (Imagem: Peter Kramer/HBO).

Jesse Armstrong é o responsável por criar toda a trama dramática que envolve a família Roy. Como roteirista, o produtor foi indicado ao Oscar por Conversa Truncada (In the Loop, 2010), sendo essa a única vez que ele conseguiu concorrer à estatueta. Armstrong é conhecido por já ter roteirizado produções de humor, como Peep Show (2003-2015), que conta com dois protagonistas adultos lindando com questões cotidianas, mais ou menos no estilo do sitcom Seinfield (1989-1998).

Após conseguir notoriedade nos anos 2000, Armstrong decidiu se aventurar em obras mais dramáticas. Nesse meio tempo, surge a criação de Succession, que remonta a um momento bem anterior a sua estreia, em 2018. Dez anos antes, o roteirista procurava conhecer mais sobre Rupert Murdoch, dono da News Corp, a empresa que controla a Fox News (por isso vemos um Logan Roy insistente em manter o seu legado e liderança no mercado de mídia).

Outro resgate que o produtor fez foi trazer a obra Rei Lear, de Shakespeare, para a série. A narrativa tem uma semelhança muito forte com o que acontece em Succession, em especial na quarta temporada. Bebendo da fonte de produções clássicas e analisando a indústria midiática, Armstrong e sua equipe tiveram um repertório denso, construindo personagens complexos.

Assim como todas as pessoas criativas, você lida com uma gama surpreendente de relações com as quais você teve experiência na sua própria vida.

Jesse Armstrong
Succession jesse armstrong 0708 talt
Responsável por criar Succession, Jesse Armstrong pensou na série já no final dos anos 2000 (Imagem: HBO/Divulgação).

Essas obras o inspiraram, mas o complemento de relações abusivas e de desconfiança foi o que norteou as ações dos personagens ao longo da série. “Pensamos em várias famílias de mídia famosas, como os Hearsts [família com ações na Vice, ESPN], os modernos Redstone [Viacom, CBS], John Malone [Discovery], Murdoch“, contou Armstrong à HBO. O grupo de roteiristas, então, observou as trajetórias envolvidas e acrescentou à série atitudes que conhecia de relacionamentos em empresas, que passavam do nível profissional.

O momento de produção de Succession levou em conta interpretações e técnicas muito pesadas. Perguntado pel’O Globo sobre a imersão de Strong, o roteirista principal da série se limitou a dizer que não tem nenhuma ressalva quanto a isso: “apoio todos em qualquer coisa que eles precisem para interpretar“.

Elenco de Succession

Succession elenco t alt | elenco conversando em chamada virtual, com diversos quadros mostrando os personagens, em ambientes parecidos com cômodos domésticos
A trama de Succession coloca discussões familiares e profissionais, tudo ao mesmo tempo, para criar uma narrativa brutal sobre a vida de pessoas ricas (Imagem: Variety/Reproução).

A família de Logan Roy muitas vezes se confunde com a própria rotina da empresa que ele controla. Em vários momentos, vemos personagens ora como meros funcionários da estrutura da Waystar Royco, ora como suporte pessoal e até emocional do CEO da empresa. Os filhos também estão nesse jogo, assumindo importantes papéis, a depender da vontade do pai e de situações paralelas que acontecem, como lançamentos de novos investimentos — que acabam tomando parte considerável do roteiro da série — ou crises internas. Agora, vamos a um resumo sobre os papéis mais importantes de Succession.

Filhos de Logan Roy: conheça detalhes sobre a família

Jesse armstrong t alt |
Na série de Jesse Armstrong, Kendall (à dir.) busca ser CEO da empresa do pai, que teve três filhos com Carolline (à esq.) (Imagem sob intervenção: Rotten Tomatoes).

Quanto aos filhos, inicialmente vemos que um deles tem uma vontade gigantesca de ser tão poderoso quanto o magnata idoso. Estamos falando de Kendall Roy: filho mais velho do casamento com Caroline e pai de dois filhos, ele estudou em instituições de prestígio, como a Universidade de Harvard e Columbia, e procurou estar a par de todo o poderio da firma chefiada por seu pai. No início da série, Kendall quer provar de todas as formas que pode assumir o papel de CEO, mas sua dependência química acaba freando a sua reputação para tal missão.

Quarta temporada de succession t alt | personagens da série vestindo roupas escuras, com porta atrás; ao fundo, parede em branco
Na quarta temporada de Succession, Shiv e Roman estão em lados opostos (Imagem: HBO/Reprodução).

Já o filho mais novo do casamento com Collingwood, Roman Roy é quem consegue mais se assemelhar ao pai, exceto pelo comportamento sarcástico e por não se levar muito a sério. No começo, ele assume a posição de chief operating officer (COO) numa das subsidiárias da firma de seu pai, a Waystar Studios, mas acaba não indo tão bem no cargo. A irmã do meio, Shiv Roy, é a personagem que, antes da disputa pelo cargo de liderança da Waystar Royco, estava tentando se emplacar como política de esquerda. Por isso, ela fica próxima da senadora democrata Joyce Miller (Elsa Davis).

Logan roy connor t alt | personagem ao lado da namorada, em casamento, com fundo de céu nublado e arco com flores brancas ao fundo
Filho mais velho de Logan Roy, Connor busca ascender ao cargo mais alto da esfera pública dos EUA (Imagem: David M. Russell/HBO/Reprodução).

Connor Roy é o filho mais velho dos quatro irmãos. Filho de Logan Roy com sua primeira esposa (internada em uma clínica psiquiátrica), ele aspira um ar de liderança tão forte quanto Kendall, mas para outra direção. Seu maior desejo durante a maior parte da série é se tornar presidente dos Estados Unidos. Enquanto vemos isso acontecer ao longo da série, notamos o quanto ele é distanciado das decisões e mesmo das reuniões familiares. Sua proximidade é mais íntima com seu amor, Willia Ferreyra (Justine Lupe). Ficou perdido? Abaixo, temos uma imagem mostrando a árvore genealógica dos Roy:

Waystar royco t alt | árvore genealógica da família, com traços em diferentes cores, representando ligações entre os membros
A família que envolve a Waystar Royco possui diversos membros, com alguns aparecendo raramente na série. Por isso, alguns quadros estão em cinza (Adaptado de Tow and Country Mag).

Funcionários da Waystar Royco

Hbo t alt | foto dos personagens na praia, com vestes claras, sentados sobre a areia; em segundo plano, é possível ver algumas moitas
A série da HBO tem algumas relações amorosas complicadas. Um exemplo é a que envolve o casal Shiv (à esq,) e Tom (à dir.) (Imagem: Graeme Hunter/Reprodução).

Um dos funcionários mais notáveis da série é Tom Wambsgans (Mathew Macfadyen), que atua na subsidiária de parques de diversões e cruzeiros da empresa de Logan Roy. Seu envolvimento com a Royco acontece por manipulações e relações gananciosas, sempre disfarçadas com um comprometimento pessoal em querer agradar o magnata e, dessa maneira, conseguir subir a postos cada vez mais altos. Ele tem um relacionamento com Shiv, envolvendo justamente esse tipo de estratégia, enquanto manipula Greg Hirsch (Nicholas Braun) para conseguir créditos dentro da empresa.

Succession t alt greg | dois personagens da série, vistos com roupas escuras, em um ambiente de cor laranja ao fundo, levemente iluminado
Em Succession, Greg Hirsch conversa muito com seu avô, Ewan Roy, antes de se firmar dentro da Royco (Imagem: Landmark Media/Alamy/Reprodução).

Neto do irmão de Logan, Ewan Roy (James Cromwell), Greg é um dos personagens que mais sofre com a exploração da Royco. Isso vai provocando uma transformação em sua personalidade ao logo da série, mas ele continua sempre como alguém naïve, que acaba acatando ordens e admitindo ser xingado e humilhado para se manter na empresa da família. Ele chega a trabalhar em um dos parques controlados pela empresa de mídia, mas logo acaba chamado para atuar junto a Tom em um cargo mais alto.

Waystar royco t alt | gerri e roman
Gerri Kellman (à esq.) é responsável por dar orientações importantes sobre como administrar a empresa da família Roy (Imagem: HBO/Divulgação).

Por falar em cargo elevado, Gerri Kellman (J. Smith-Cameron) é o braço direito mais confiável de Logan. Durante a série, ela é responsável por atenuar crises e levar o magnata a decisões mais equilibradas para a Waystar Royco. Estando na empresa há mais de 20 anos, Kellman é madrinha de Shiv e mantém uma relação bem fetichista com Roman.

Quarta temporada de succession t alt frank karl
“Pobres desgraçados”: durante a quarta temporada de Succession, Karl (à esq.) e Frank (à dir.) tentam segurar as pontas, para que a empresa não quebre de vez (Imagem: HBO/Reprodução).

Ela opera ao lado de outros dois funcionários de alto escalão, que estão há décadas na firma: o Chief Financial Officer (CFO) Karl Muller (David Rasche) e o Chief Operating Officer (COO) Frank Vernon (Peter Friedman). Enquanto Muller faz o movimento para negociação da Royco com diversas empresas de mídia, Vernon faz todas as estratégias para cuidar das crises envolvendo investimentos e outros problemas econômicos que surgem com a empresa.

Série jesse armstrong t alt personagens karolina (à esq. ) e hugo (à dir. ) mais ao centro da imagem, com outros dois personagens nos cantos inferiores da imagem, em ambos os lados, sentados e de costas
Na série de Jesse Armstrong, Karolina (à esq.) e Hugo (à dir.) são responsáveis por diversas missões na área de comunicação externa, assessorando a Royco em eventos e coletivas de imprensa (Imagem: HBO/Reprodução).

Tão importante quanto eles, está a chefe do setor de relações públicas da empresa, Karolina Novotney (Dagmara Domińczyk), responsável por direcionar a comunicação da Royco em momentos conflituosos, como situações delicadas da saúde de Logan ou durante investigações contra a empresa de mídia. Ao lado dela como subordinado, está o executivo sênior de comunicações Hugo Baker (Fisher Stevens): ele assume uma boa posição na empresa, graças ao trabalho com os cruzeiros que a Waystar Royco comanda. Baker, ainda assim, quer assumir um posto maior e não deixa de aproveitar qualquer oportunidade para culpar Karolina de algum problema na sua área, para tentar ascender dentro da firma.

O melhor de cada temporada

Waystar royco t alt | personagens e participantes da série em trajes sofisticados, todos de preto, em evento de exibição; logo atrás, logo da série repetido em toda a extensão da parede
A Waystar Royco é disputada por membros da família e alguns outros membros da própria empresa, que sequer tem o sobrenome Roy; personagens da série e Jesse Armstrong em evento de exibição da 3ª temporada (Imagem: Getty Images)

Exibida pela HBO e pelo seu streaming, Max, a série contempla diversas fases da Waystar Royco. O encontro dos filhos para decidirem o que fazer com a empresa de Logan é seguido de uma guerra entre as suas “crianças”, com momentos de ciúme e de intervenção de outras pessoas de fora da família (como Tom, Lukas e Nancy Pierce).

Agora, você fica por dentro do que acontece na trama, com uma visão geral sobre o que acontece nas três primeiras temporadas de Succession: cada uma tem o destaque para as ações que vão mostrar como cada personagem vai se moldando durante a série, mas sem expor diretamente o que acontece no final de cada uma (não quero estragar a experiência em ver essa obra, em cada episódio final). Acompanhe a seguir:

Temporada 1

Logan roy ep 1 talt homem cabisbaixo com braço a frente da cabeça olhando para baixo, com rosto virado à esq. Da imagem
Durante as primeiras cenas da série, Logan Roy é visto com um comportamento um tanto estranho (Imagem: HBO/Reprodução).

A cena que abre a série conta com um momento muito peculiar: vemos o pai da família Roy em um estado debilitado. Logo de cara, sabemos que a situação do CEO da Waystar Royco não é a ideal para que seu poderio continue funcionando. Em seguida, os filhos são apresentados: a cena que mais chama a atenção é a de Kendall, que aparece num carro, cantando uma música que ouve com seus fones de ouvido, enquanto é levado ao prédio onde se encontra o escritório do magnata.

Hbo kendall t alt personagem cantando com fones de ouvido (headfone), enquanto conversa com um motorista, que está o levando para o trabalho
Na série da HBO, Kendall Roy já aparece empolgado, com uma satisfação muito visível em estar indo trabalhar (Imagem: HBO/Reprodução).

Vemos já nos primeiros episódios quem está mais em busca de dar continuidade ao legado da firma, principalmente pela sua empolgação em querer se envolver com as discussões mais importantes da empresa. Logo, ele é posto à prova: junto a seu irmão Roman, eles assumem os postos que Frank e Karl tomam conta, depois de Logan ir parar no hospital. Já Shiv, ao tentar se aproximar do pai, parece lidar com uma pessoa que, além de não se importar com ela, tenta assediá-la.

Já no quarto episódio, Sad Sack Wasp Trap (Miserável Armadilha de Vespa, em tradução livre), o pai já está recuperado, mas começa a dar sinais de que não quer se comprometer com promessas com seus filhos — tanto que chega a urinar na sala onde Kendall trabalha.

Hbo ken logan martha | personagens em briga, com kendall à esq. Posicionando a mão para baixo enquanto grita com seu pai, à dir. , que aponta o dedo em direção à face do filho; a esposa do ceo está no meio dos dois, olhando para kendall
Na série da HBO, Kendall entre em embate com seu pai, depois de perceber que seus esforços estão sendo reconhecidos com urina (Imagem: HBO/Reprodução).

No episódio seguinte (I Went to Market, Eu Fui ao Mercado), Ewan Roy tem uma conversa com seu neto, Greg, em que diz “Essa família inteira é um ninho de vespas“, quando percebe que seu provável herdeiro está se envolvendo com pessoas um tanto problemáticas: um exemplo bem visível disso acontece no mesmo capítulo, quando o mais velho dos filhos da Caroline tenta convencer a todos de que Logan não pode mais liderar a empresa.

Distante das discussões, Shiv se concentra em firmar um acordo pré-nupcial com Tom, enquanto Roman — dos três filhos do segundo casamento, o mais próximo do pai durante a primeira fase da série — tenta aconselhar Logan contra decisões midiaticamente analógicas para a era digital. Nesse momento, Shiv não está inteiramente concordando com Kendall, porque ela sente que pode abrir algum espaço de negociação com o pai.

Logan roy t alt atn
A única filha de Logan Roy se sente distanciada, procurando atuar politicamente, ao lado de um companheiro (às vezes, affair), Nate Soffrelli (Ashley Zukerman) (Imagem: HBO/Reprodução).

Os três episódios finais da primeira temporada têm momentos festivos, mas com muitas movimentações ao mesmo tempo. Shiv, por exemplo, tenta promover o candidato Gil Eavis (Eric Bogosian) durante uma entrevista na America Television Network (ATN), mas a diretoria do canal da empresa do seu pai acaba deixando o programa com o político um tanto negativo para ele: em resposta, ele chega a citar que, em vez de apoiar o pai, ela prefere trabalhar em prol de um senador democrata.

Enquanto a filha de Logan tenta traçar seus planos para além da Waystar Royco, Tom aproveita seu momento de solteiro fazendo algumas proezas com seu amigo/assistente Greg. Mais tarde, Tom e Shiv se casam num evento marcante. Em outro núcleo, Kendall se divide em cenas em que tenta se apresentar como investidor, procurando novos negócios no ramo da mídia, e em outras como viciado em cocaína e outras drogas: o final da primeira temporada exibe como seu vício consegue por outras pessoas em risco, mostrando como o personagem consegue ser tão desonesto com situações inesperadas.

Temporada 2

Logan roy t alt 2a temp
Logan Roy está lidando com erros de seu filho (Imagem: Graeme Hunter/HBO).

Agora a trama entra para rumos mais delicados dentro da família Roy. Nesse cenário, Tom já sabe o que tem que fazer a partir da união consumada com a filha do magnata. Em uma posição menos brilhante que a dele, Kendall tenta recompor sua imagem diante do pai: o que atrapalha, infelizmente, é seu apego ao uso de drogas, que fica pior após o acidente do fim da 1ª primeira temporada. Já Roman é o único dos irmãos a manter uma estabilidade com Logan.

A Vaulter, uma das empresas da Waystar Royco, é um dos alvos iniciais nessa 2ª temporada, por possuir uma presença forte na publicação de notícias (mais ou menos como um equivalente ao BuzzFeed). De olho nisso, Kendall assume a frente, a comando do seu pai, que o mandou fazer uma grande alteração: demitir vários funcionários. O interesse da empresa de Logan, agora, é adquirir outras com grande potencial, como a Pierce Media Group (PMG): “Eu vou vencer“, diz ele, reforçando que não quer hesitar.

Waystar royco 2a temp
A Waystar Royco procura comprar novas empresas, tentando negociar com a Rhea (Imagem: Graeme Hunter/HBO).

Um dos momentos mais apreensivos da série acontece na 2ª temporada: enquanto as aquisições são planejadas, algumas pessoas não estão lidando bem com a pressão da Waystar Royco. Isso leva a uma crise interna, confundida com um atentado terrorista, em um dos episódios. De fora da cena dramática, Rhea Jarrell (Holly Hunter), CEO da PGM, vai configurando os passos para a transição, como uma partida de xadrez. As negociações seguem, como o tempero de uma sopa fervendo (leia-se, a família Roy), havendo o risco de um problema que vai tomando corpo. A diferença é que, dessa vez, a situação envolve Tom.

Tanto ele como Kendall enfrentam atitudes do passado que querem esquecer. No entanto, percebemos uma distância entre como cada um lida com os erros graves que cometeram: o filho do magnata tenta fazer as pazes com as pessoas afetadas no seu passado, numa busca por honestidade. Essa qualidade, por sua vez, é algo ausente no personagem do Tom, que procura apagar qualquer vestígio ligado a problemas de sua gestão com os cruzeiros. Tudo isso acontece no silêncio, dada a corrida dos filhos para se envolver com mais autoridade nas negociações com Rhea.

Festas acontecem ao longo da 2ª temporada da série, enquanto, por baixo dos panos, várias tretas estão rolando (imagem: graeme hunter/hbo) 1707
Festas acontecem ao longo da 2ª temporada da série, enquanto, por baixo dos panos, várias tretas estão rolando (Imagem: Graeme Hunter/HBO).

O fim da temporada marca Shiv como um personagem que sabe fazer o papel de uma articuladora, tão bem quanto (ou talvez, melhor) que um COO da empresa. Ela se movimenta para resolver uma questão judicial da Waystar, mas fora dos tribunais. Ao invés dela, quem encara a corte em Washington D.C. é seu noivo, Tom. Durante a seção, Gil Eavis, que está questionando a Waystar Royco no processo, lê uma frase, dita pelo marido da Shiv, em uma conversa para lidar com um escândalo nos cruzeiros: “Você não pode fazer um ‘tomelete’ sem quebrar alguns Greggs“.

Assim, os últimos episódios exibem a família e membros da cúpula reunidos num momento mais casual (todos estão num iate, com roupas leves, prontos para um momento de lazer), mas que pede atenção. O motivo: o Ministério Público dos Estados Unidos (lá chamado de Department of Justice) está condenando a empresa pelo escândalo envolvendo Tom. Porém, para não envolver ele diretamente, Logan tenta criar uma saída que não acabe minando a imagem da empresa. Para isso, ele recorre a Kendall, que o surpreende ao não agir conforme o roteiro que o pai preparou para a situação, dando uma declaração chocante à imprensa.

Temporada 3

Succession t alt s0301
A 3ª temporada de Succession tem reuniões constantes. O clima de tensão é mais presente na trama (Imagem: HBO/Divulgação).

Como forma de tentar ferir o poderio do pai, Kendall tenta expor ainda mais a situação criminosa ocorrida nos cruzeiros que a Waystar Royco controla. Em parte, podemos ver isso considerando que seu pai sabe de um erro grave que Kendall cometeu no passado. Por outro lado, também temos que levar em conta que há uma disputa para minar Logan Roy a ponto de ele ter sua reputação cada afetada.

É nesse contexto que surge a consultora Gerri. Seu trabalho para levar Logan a melhores decisões é fundamental, ainda mais quando se trata do Departamento de Justiça dos EUA, que, a partir dessa temporada, vai ficar atento a cada passo que a empresa dá. O filho de Logan também procura contar com aliados: os irmãos são consultados e até investidores da Royco trazidos por ele são sondados para estarem ao seu lado.

Hbo irmãos t alt cama com duas pessoas em cima, vestindo roupas de cores escuras e claras, em tons mais brandos
Os irmãos estão vendo como tomar o posto do pai, na 3ª temporada da série da HBO (Imagem: Macall Polay/HBO).

Já Greg está preocupado com o futuro (conforme a série a avança, ele vai ficando cada vez mais consciente do que pode fazer dentro da empresa de mídia, vale lembrar): ele fica dividido entre herdar o que seu avô tem a oferecer e o que pode conseguir dentro da empresa de Logan; os irmãos de Kendall também estão preocupados com o que vão conseguir na companhia midiática e tentam discutir qual seria a melhor estratégia para isso.

Os planos de conquista podem ficar meio complicados, já que o Departamento de Justiça decide dar um passo em frente nas investigações contra a Waystar Royco. O caminho decidido por Logan no meio disso tudo é aceitar a proposta de um dos acionistas da empresa, Josh Aaronson (Adrien Brody), de ter uma conversa com Kendall para acertar alguns pontos de investimento, principalmente em relação à tecnologia. Assim, os dois resolvem partir para a ilha particular de Aaronson e começam a tecer o que pode dar início a uma nova trégua. A dúvida que fica, no entanto, é: quanto tempo isso vai durar?

Kendall roy, josh aaronson, logan roy t alt 0208
Da esq. para a dir.: Kendall Roy, Josh Aaronson, Logan Roy, passeando na ilha (Imagem: HBO/Reprodução).

Tentando fortalecer os laços com o pai, com um aceno importante do seu amigo Stewy Hosseni (Arian Moayed), Kendall fica empolgado com o evento anual dos acionistas. O que ele não esperava era um evento bastante peculiar durante a ocasião: Logan acaba tendo alucinações fortes, devido a um medicamento que passa a tomar. Enquanto as cenas mostram um caos acontecendo durante essa crise de saúde, vemos como os filhos da família Roy “passam batido” em ver como o corpo de funcionários vai atrás de resolver esses momentos conturbados.

Outro cenário que passa a fazer parte das pautas discutidas entre os personagens são as eleições presidenciais (que vão acontecer na 4ª temporada). Logan, por manter um grande controle sobre a agenda midiática com seu canal de notícias, tem forte relação com as disputas políticas e, por isso, já faz acenos ao candidato republicano. Também fazem parte das reuniões constantes da 3ª temporada os encontros de Kendall com sua advogada, Lisa Arthur (Sanaa Lathan). Em um dos episódios, ela chega a perguntar: “Existe outra conduta ilegal de que você está ciente?“, tentando traçar uma estratégia para reforçar a defesa de seu cliente.

Na 3ª temporada de succession, kendall encontra-se com sua advogada (à esq. ) (imagem: hbo/reprodução). T alt
Na 3ª temporada de Succession, Kendall encontra-se com sua advogada (à esq.) (Imagem: HBO/Reprodução).

Nos últimos episódios da 3ª temporada, Kendall passa a ficar distante dos irmãos: Roman e Shiv seguem na trajetória de trazer mais investimento em tecnologia para a empresa, enquanto Connor procura inflar a sua candidatura à presidência (numa corrida em que se acha o favorito da disputa, mesmo não conseguindo se articular politicamente). Atentos, Roman e Shiv procuram saber quem é o mais novo investidor que está inspirando novos rumos na empresa do seu pai: é a chegada de Lukas Matsson (Alexander Skarsgård), o dono da empresa de tecnologia GoJo — ele agrega a aparência de um Rodrigo Santoro loiro com uma personalidade à moda de Elon Musk, agindo como folgado sempre que pode.

O penúltimo episódio leva a família Roy para um evento elegante na região da Toscana, na Itália. Carol, a mãe de Kendall, Roman e Shiv, resolve aparecer e tem uma discussão profunda sobre maternidade com a sua filha. Distante, o interesse de Roman fica voltado a como Matsson vai atuar com a empresa, tentando fazer o que pode para acompanhar o pai.

3ª temporada succession 1746
A 3ª temporada de Succession termina com momentos familiares intensos (Imagem: HBO/Reprodução).

Diante do cenário cada vez menos favorável para ele e seus irmãos, Roman decide ir contra a decisão de Logan de abraçar os ideais do dono da GoJo e se reúne para tentar dissuadir o pai dessa união. Antes, Kendall procura incentivar seus irmãos a fazer essa frente de oposição. Até chegar a convencê-los de que precisam por limite na vontade de Logan de jogar grana em tecnologia, Kendall tem um momento angustiante (a fala “Essa m***a é muito solitária. Estou despedaçado” é dele), em que se depara com o peso de todos os conflitos pessoais e profissionais sobre a sua cabeça.

Temporada 4 (crítica)

Quarta temporada de succession t alt | avião três personagens vistos andando para a direção da dir. Da imagem; vestem roupas escuras, a exceção do personagem mais próximo da câmera que aparece atendendo um telefone
Os três irmãos que mais disputam o cargo de CEO na quarta temporada de Succession vão viver momentos surpreendentes (Imagem: HBO/Reprodução).

Quando a quarta temporada de Succession começa, estamos presenciando a maior crise familiar já vista até então durante a série. Se você curte narrativas com esse tipo de tema, não vai faltar emoções para apreciar. Seguindo esse ritmo, Roman, Kendall e Shiv passam a se unir, após o irmão mais velho se afastar da família para tentar começar um negócio próprio na política.

O final da 3ª temporada abre uma fronteira tão grande a ponto de Shiv passar a odiar o pai: vemos ela se sentindo à parte da própria família, dado um histórico de negligência entre os seus irmãos, que vem somado a uma desconsideração contra ela (lembremos que Siobhan tinha relações políticas um tanto antagônicas aos interesses da Waystar Royco).

Já no segundo episódio, entendemos como o jogo está sendo montado: enquanto o pai vai se articulando para favorecer a empresa GoJo de Lukas Mattinson, os três buscam promover outros investidores para a firma em disputa. Kendall e Roman ficam monitorando outros adversários de Lukas e, agindo sutilmente por si própria, Shiv tenta ficar mais próxima do dono da GoJo. Cada vez mais ela se apresenta como alguém que quer ter uma visão original, como uma nova “vanguarda” para a empresa de mídia de seu pai. Ele, aliás, tenta animar a equipe da ATN, chegando a subir em cima de uma das caixas da redação para fazer um discurso motivador. Mal sabíamos o que aconteceria depois.

No final de sucession 1008 desc t alt
No final de Succession, Connor arma uma situação surpresa para os irmãos (Imagem: HBO/Reprodução).

Vemos, depois, uma sequência de momentos bastante comuns à série: Roman conversa com o pai para replanejar a situação da empresa, mais uma festa acontece (dessa vez, o casamento do irmão mais velho, Connor), ao passo que Kendall e Shiv estão com foco nos contatos que já vem operando. Um momento inesperado, no entanto, surge: Logan Roy morre em pleno voo. A cena é repleta de momentos de desilusão, em que os três irmãos desabam numa tristeza que praticamente rompe com o quadro da imagem que assistimos. Era como ver um castelo desabando sobre a cabeça de cada um deles, com o peso de um sentimento pela perda, que ficou misturado com um desespero em relação ao futuro.

De todas as interpretações no começo dessa temporada, não há como esquecer das reações encarnadas por Sarah Snook. Shiv tem uma tristeza que parece ser a maior de todas — um episódio antes, Logan tenta se desculpar, mas ela é a primeira a xingar ele diretamente nesse momento — e que, infelizmente, ela sente que deve “estancar a sangria”. Kendall e Roman mostram tristeza, cada um a seu modo: enquanto o filho e principal rival de Logan tenta lutar contra a morte do pai, seu irmão fica completamente desolado, sem conseguir articular palavras sobre a situação (algo muito incomum para um personagem tão verborrágico).

Logan roy morre e shiv fica numa reação de abalo emocional (imagem: t alt
Logan Roy morre e Shiv fica numa reação de abalo emocional (Imagem: HBO/Reprodução).

Passado o momento de tristeza com a perda recente, agora os quatro irmãos estão reunidos para definir o que vai acontecer a seguir. Roman finge que não guarda sentimentos pela perda, ao passo que Shiv tenta seguir em frente com seus planos com Lukas e Kendall é o que mais quer saber sobre o que pai planejou para o momento em que fosse partir. Connor apenas aparece como um membro da família que deve cumprir seu papel de estar presente, mesmo ainda em clima de lua de mel. De todos eles, quem mais causa intriga a quem assiste é Kendall.

Irmãos reunidos hbo t alt
Irmãos reunidos, hora de definir quem vai estar no topo da empresa da família (HBO/Reprodução).

O irmão mais combativo (em alguns momentos, praticamente adversário de Logan) fica empolgado ao ver que é citado em uma carta que seu pai deixou. O problema que surge quando o documento é revelado é forma como ele foi revisado: há um risco que não se sabe dizer ao certo se é um sublinhado ou um risco por cima. Esse enigma só aumenta a divisão que estava sublimada entre os três. Depois de toda a discussão, Shiv cede e deixa que Roman e Kendall assumam a liderança da Waystar Royco. Para viabilizar esse arranjo, disseram à irmã que ela obteria uma vantagem no futuro.

Documento succession t alt
O documento revelado na quarta temporada de Succession exibe o nome de Kendall, mas deixa dúvidas: riscado ou sublinhado? (Imagem: HBO/Reprodução).

Quando a tormenta de decisão fica suspensa com esse combinado, aparece o primeiro desafio: lidar com Lukas. Para tal missão, são convocados os novos líderes, Kendall e Roman, que chegam a se reunir com o investidor, tendo apoio dos funcionários que eram longa manus de Logan (Gerri, Frank e Karl). Ainda que contassem com apoio, a raiva de Roman contra o CEO da GoJo é mostrada na sua face mais mesquinha e isso quase anula os acordos com a Waystar Royco. Quando se reúnem com ele, Kendall parece estar mais concentrado, mesmo não aceitando as propostas de Lukas.

O cenário complicado só tende a mudar quando Shiv, operando por conta própria — mais uma vez — decide ir atrás do homem que pode salvar a firma. Ela recupera a confiança na empresa e se torna um agente atenuante dentro do conflito pessoal imposto pelos seus irmãos. Não satisfeito com o caminho que a Royco irá seguir, Kendall precisa mostrar que tem um projeto. Nesse caminho, era hora de ele chegar com o Living+, uma estratégia em fase de testes, que iria integrar dispositivos domésticos a mídias criadas pela Waystar Royco, ao mesmo tempo que iria monitorar indicadores de saúde dos usuários — com isso, a promessa era fazer os usuários viverem mais.

Quarta temporada de succession kendall talt 1008
Durante a quarta temporada de Succession, vemos Kendall sorrir ao anunciar que está propondo novos caminhos para a empresa, com planos rascunhados pelo seu pai (Imagem: HBO/Reprodução).

As tecnologias são apresentadas em um evento exclusivo, organizado cuidadosamente pelo setor de relações-públicas da empresa, no intuito de mostrar que mesmo com o magnata morto, a empresa estava em uma nova fase, mais tecnológica e antenada com as necessidades das pessoas.

Depois que logan roy morre, alguém t alt
Depois que Logan Roy morre, alguém precisa tocar o barco da ATN News. O escolhido para isso é o Tom (Imagem: HBO/Reprodução).

Vendo toda essa preparação, Tom também observa que é preciso mostrar que o canal ATN News (que ele assume o comando, graças a afagos feitos a seu sogro) está evoluindo. Então, ele discursa na mesma ocasião, com apoio do mote “We Hear For You” (em inglês, a tradução da frase é “Nós escutamos para você”, mas a pronúncia do slogan também se assemelha a “We’re here for you”, indicando, indiretamente, que os integrantes do canal “estão aqui para você”).

Com os projetos armados, vemos um momento de euforia entre os irmãos. Kendall, Roman e Shiv comemoram a nova cara da Waystar Royco, enquanto alguns planos são traçados para garantir uma eleição presidencial favorável à empresa — o pleito passa a ser uma preocupação devido à constante vigilância do Departamento de Justiça; se um presidente mais “amigo” assumir, a companhia de mídia pode sofrer menos com questões legais. No campo dos sentimentos, o clima entre Shiv e Tom piora ainda mais.

Shiv e lukas tem um relacionamento profissional tortuoso em succession (imagem: t alt
Shiv e Lukas tem um relacionamento profissional tortuoso em Succession (Imagem: HBO/Reprodução).

Desde o início da temporada, o relacionamento de Tom e da filha de Logan fica abalado. A negociação que levou o marido a assumir um posto alto no canal de notícias levanta suspeitas, aumentando intrigas e alimentando brigas fortes. Quando o dia da eleição chega, os dois ficam de lados opostos, acirrando ainda mais instabilidade emocional. É importante notar isso porque o conflito foi fundamental para que Kendall descobrisse que Shiv fazia o que pode ser chamado de “jogo duplo”, dado o seu envolvimento com Lukas. Ela, envolta em sentimentos fortes (morte do pai, tensão com o marido, disputa dentro da empresa etc.), se desequilibra num instante.

Então, o vacilo contribui para que a divisão continue de pé. O que ajuda a manter tudo numa estabilidade (frágil, mas que se sustenta) é o episódio em que acontece a missa em homenagem ao Logan Roy. Todos da família estão presentes e o que vemos é o quanto os sentimentos pela perda, encobertos pelas emoções das disputas dentro do conglomerado de mídia, ficam latentes: é gritante a emoção de Roman, que não cabe aqui descrever — o personagem vira uma “criança” num espaço de segundos.

Waystar royco hbo t alt 1108
A definição de comando da Waystar Royco tem instantes turbulentos (Imagem: HBO/Reprodução).

Essa foi a última despedida para chegar à definição final do que seria feito com a empresa. Roman e Kendall assumiram o cargo de chefia, mas há uma disputa interna para fechar de vez o acordo com a GoJo. Lukas propõe que o comando do conglomerado seja definido por ele. Obviamente, os irmãos de Shiv não aceitam. Portanto, o caminho seria estabelecer uma votação com a cúpula para definir de vez o que seria do futuro da empresa de Logan.

Shiv mostrou que tinha poder e diz não. Assim, ela aproveitou o que restava dela de controle sobre a empresa. Fim, ela não é mais poderosa, nem tem poder. Após ela dar o voto final no que tiraria de vez Kendall do poder sobre a Waystar Royco, um destino novo se abre. E ele possui ângulos importantes: a atuação de Jeremy Strong e de Matthew Macfadyen deixam o espectador engolir seco a tristeza em ver um ciclo nascer, igualmente ou pior que o anterior.

Conclusão

Ver cenas de assédio, agressão entre familiares, sequências de burnout, complementadas com festas elegantes e banquetes luxuosos garante muitos pontos com Succession. Primeiro porque unir e roteirizar tudo isso com todo o aporte que a equipe contou foi fundamental para se conquistar uma produção que possui tantos núcleos engraçados e, ao mesmo tempo, angustiantes. Com esse empenho, a equipe conseguiu cinco prêmios Emmy, tendo dezenas de indicações desde 2020.

Segundo: a atuação de cada um dos personagens é muito bem calculada: os arquétipos mimados de cada um dos irmãos, a atuação fria e serena dos ajudantes, a intromissão de pessoas externas à família garantindo um pouco de humor, tudo isso se coloca para dar vontade de acompanhar o que vai acontecer. Leia-se: qual será a nova piada de mau gosto que Roman irá fazer? Qual a nova estratégia de Kendall para confrontar o pai? Shiv irá deixar Tom? Gerri irá deixar o conglomerado e conseguir um emprego melhor? (Ela merece, aliás).

Em terceiro lugar, a conexão de Succession com a realidade engrandece muito a série. Vemos um conglomerado de mídia definhar para a tecnologia, algo que acontece com outras empresas, como a Disney. Ainda, temos uma imersão em técnicas de abuso que mostram diversos expedientes: de gritos, agressões físicas a assédio sexual, o roteiro encabeçado por Armstrong exibe o que mais estamos acostumados a ver nos noticiários, mas sem ver os meandros acontecendo na nossa frente.

É uma série pesada, como você pode notar. Talvez leve, para quem curta um humor mais ácido, talvez incrível para quem goste de ver disputas pelo poder. Nesse sentido, podemos ver um paralelo com Breaking Bad ou mesmo Game of Thrones. Porém, o diferencial de mostrar um conflito familiar intenso pelo poder de um mercado de mídia fez os espectadores encararem o ambiente brutal de disputas bilionárias.

Onde assistir

A série só está disponível no serviço de streaming da HBO, o HBOMax.

Tem vontade de ser CEO? Tem alguma opinião sobre a série que gostaria de compartilhar com a gente? Lembre-se de não ser rude com a gente, como o Logan Roy, certo? É só falar nos comentários aqui, do Showmetech.

Veja também:

Fonte: Indie Wire (frases dos personagens) | Wikiwand | IMDb | HBO | Variety | O Globo

Revisão do texto feita por: Pedro Bomfim (15/08/23)

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados