Entenda como funciona a tecnologia semiautomática de impedimento da copa do mundo

Copa do Mundo usará inteligência artificial para validar impedimentos

Avatar of otávio queiroz
Com 12 câmeras de rastreamento dedicadas e um sensor instalado na boa, sistema promete tornar mais eficientes e rápidas as marcações de impedimento durante a Copa do Mundo do Catar

A Federação Internacional de Futebol (FIFA) anunciou que vai usar uma nova tecnologia para tornar mais eficientes e rápidas as marcações de impedimento durante a Copa do Mundo 2022, realizada entre os dias 21 de novembro e 18 de dezembro deste ano no Qatar. Chamada “impedimento semiautomático”, a novidade utiliza inteligência artificial e promete diminuir o tempo médio em que se é decidido um lance de impedimento na Copa do Mundo, de 70 segundos para até 25 segundos, no máximo.

A FIFA já testou a tecnologia em outros torneios e garantiu o sucesso do sistema, a exemplo da Copa Árabe, realizada em 2021, e também no Mundial de Clubes, disputado no início deste ano. Além disso, o recurso foi testado também em laboratórios de universidades nos EUA, na Austrália e na Suíça. Segundo o chefe do departamento de arbitragem da Fifa, Pierluigi Collina, a ferramenta está pronta para ser usada.

Entenda como funciona a tecnologia semiautomática de impedimento da copa do mundo
Tecnologia da Fifa já foi utilizada em outros campeonatos oficiais, como a Copa Árabe e Mundial de Clubes (Divulgação/Fifa)

É importante dizer que a decisão continua sendo dos árbitros. Os árbitros não serão substituídos por robôs. Ou então quem estaria aqui explicando isso a vocês seria um engenheiro, e não eu.

Pierluigi Collina – Chefe do departamento de arbitragem da Fifa

A implantação da novidade durante a Copa do Mundo 2022 também foi comemorada por Gianni Infantino, presidente da Fifa. Para ele, “essa tecnologia é o culminar de três anos de pesquisa e testes dedicados para fornecer o melhor para as equipes, jogadores e torcedores que irão para o Qatar no final deste ano, e a Fifa está orgulhosa desse trabalho, pois esperamos que o mundo vendo os benefícios da tecnologia semiautomática de impedimento na Copa do Mundo”.

Ao que tudo indica, essa é apenas uma das várias mudanças que poderão ser implementadas futuramente pela entidade. A ideia é trabalhar para criar versões “mais acessíveis” do VAR, que dependam de menos câmeras, de maneira a popularizar a ferramenta e torná-la viável em campeonatos com menos estrutura financeira.

Como a IA detecta impedimento na Copa do Mundo

Como funciona a tecnologia semi-automática de impedimento
O sistema contará com 12 câmeras de rastreamento dedicadas, que serão instaladas ao redor do estádio, e também com um sensor presente no interior da bola utilizada pelos jogadores (Divulgação/Fifa)

Para funcionar corretamente, o sistema contará com 12 câmeras de rastreamento dedicadas que serão instaladas ao redor do estádio, em uma altura elevada, próxima ao teto. As câmeras exclusivas rastrearão 29 pontos do corpo de cada jogador para acompanhar seus movimentos e posições 50 vezes por segundo, transmitindo tudo para a sala do VAR.

Em paralelo, a bola Al Rihla, que será utilizada durante todo o campeonato, contará com um sensor inercial em seu interior, instalado exatamente no centro da esfera, que vai permitir ao sistema saber com exatidão em que momento houve contato com o jogador que passa a bola. Caso um jogador impedido participe da jogada tocando na bola, uma luz vai acender na cabine do VAR. E haverá um operador dedicado exclusivamente para esse tipo de lance.

Tecnologia semiautomática de impedimento
Após confirmada a decisão, o telão do estádio irá exibir aos torcedores uma animação mostrando a linha de impedimento com os jogadores em suas posições (Divulgação/Fifa)

Antes de informar o árbitro em campo, os árbitros de jogo de vídeo validam a decisão proposta verificando manualmente o ponto de chute detectado pela inteligência artificial e a linha de impedimento, baseada nas posições calculadas dos membros dos jogadores. Esse processo acontece em poucos segundos e significa que as decisões de impedimento podem ser tomadas com mais rapidez e precisão.

Após confirmada a decisão, o telão do estádio irá exibir aos torcedores uma animação mostrando a linha de impedimento com os jogadores em suas posições no momento exato do toque na bola onde houve a ação anterior, algo muito parecido com o que já acontece em outras modalidades esportivas, como no vôlei, por exemplo.

Copa do mundo usará inteligência artificial para validar impedimentos. Com 12 câmeras de rastreamento dedicadas e um sensor instalado na boa, sistema promete tornar mais eficientes e rápidas as marcações de impedimento durante a copa do mundo do catar
Tecnologia é uma tentativa da Fifa em tornar as partidas mais rápidas e também trazer decisões eficientes para dentro do campo (Divulgação/Fifa)

É válido ainda ressaltar que a tecnologia só será usada quando o jogador em impedimento tocar a bola; os impedimentos marcados por causa de interferência no campo do goleiro, por exemplo, continuarão a ser decisão do árbitro.

A Copa 2022 terá o seu início no dia 21 de novembro, seguindo até 18 de dezembro. O Brasil está no grupo G, junto com Sérvia, Suíça e Camarões. A seleção brasileira estreia no dia 24 de novembro, diante da Sérvia, às 15h (horário de Brasília), no Lusail Stadium. Ao todo, 32 seleções irão participar da competição, inclusive as seleções sul-americanas do Equador, Argentina, Brasil e Uruguai.

Veja também

Você já imaginou um hotel-avião capaz de ficar anos sem pousar, podendo acomodar até 5 mil hóspedes? Essa é a ideia por trás do Sky Cruise, que contará ainda com piscinas, restaurantes, teatros e até mesmo um shopping center!

Fontes: Forbes, Fifa.

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
19
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados